terça-feira, 17 de março de 2009

INFINITO

Quando somos crianças nossa mente viaja sem barreiras e sem limites. Depois que crescemos tudo ganha racionalidade e principalmente dificuldades. Quantas vezes não sonhamos em ser uma coisa ou fazer outra? Vendo uma imagem da Reuters literalmente viajei para uma época onde a imaginação era o melhor meio de transporte para o infinito.
A imagem é está aqui ao lado, um foguete vagando pelo espaço. Como eu adorava olhar para o céu e esquecer de tudo na Terra. Ficava pensando na imensidão de um lugar onde não se pode chegar, um lugar que foge da nossa visão, que desaparece com o horizonte.
Apenas olhando para essa imagem tive vontade de deixar a falta de gravidade me levar, de sentir o universo interagindo com meus pensamentos. Lá deve ser tão tranquilo... Depois de um dia cansativo seria tão bom poder pegar o primeiro foguete e parar perto da Ursa Maior. Olhar lá do alto nosso pequeno planeta, aliaviar todo estresse e voltar.
Invejo o astronauta Marcos Pontes que me disse em entrevista que nunca mais vai esquecer o azul da Terra contrastando com o negro do espaço.
Corri agora para a janela só para espiar um pouco o céu, mas logo voltei a realidade e apenas encontrei nuvens e mais nuvens anunciando um pouco mais de caos para nós pobres mortais.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO