terça-feira, 21 de abril de 2009

A UTOPIA DE SUSAN BOYLE

Sei que esse assunto está sendo amplamente discutido nos blogs e pela mídia em geral. Mas vale a pena fazer uma reflexão sobre o estrondoso sucesso de Susan Boyle.
Uma pessoa simples, humilde, com um jeitão considerado estranho e que está emocionando milhões de pessoas pelo mundo. Para se ter ideia, os vídeos com a performance dela no programa Britain´s Got Talent, no Youtube, já foram visualizados mais de 100 milhões de vezes. Realmente um fenômeno.
Mas o que chama tanto a atenção das pessoas nessa participação? Claro que ela tem uma excelente voz, canta muito bem e sem dúvida irá gravar cds e tudo o que for possível. O que mais chama a atenção, no meu ponto de vista, é o quanto nós julgamos as pessoas pelo que elas aparentam ser e não pelo que elas realmente são.
Ela nunca teve uma oportunidade na vida, sempre foi considerada uma pessoa estranha e que nunca faria sucesso na vida. Isso aconteceria mesmo se ela não fosse atrás de realizar seus sonhos. Manteve sua utopia e em um momento inesperado foi lá e realizou seu sonho.
Ela fez sucesso porque ela é o reflexo de milhões de pessoas talentosas, pessoas capazes, pessoas comuns, que sabem o talento que tem (em centenas de áreas diferentes), mas infelizmente não tem oportunidade, infelizmente são julgadas previamente por questões absurdas como a aparencia, o cabelo ou a cor da pele.
Vale dar uma passadinha no youtube para assistir a performance de Susan.

6 Comentários:

Anna disse...

Salve Susan \o/

Ana Magal disse...

Amigo, eu assisti ao vivo a Susan pela internet. Gosto tanto de American Idol qto de sua versão britânica (confesso, pelo Simon rss).

E concordo... a utopia dela deu certo. Pois infelizmente nosso mundo só contrata as pessoas pela aparência.

Um dos motivos de nunca ter gostado do jornalismo televisivo foi de ouvir em uma entrevista: vc é ótima, dicção perfeita, mas sei lá... seu rosto. Vc é um pouco gordinha né? ¬¬

Hoje odeio a frente da tela, só gosto dos bastidores...

Prefiro ficar com meus papéis, rsss

Beijocas!

O mundo de cada um disse...

Que pena as pessoas serem assim, julgar pelaaparência sem ao menos ver o que a pessoa tem a oferecer.
De uma passadinha no meu blog se puder ( Sugestão leia os olhos de manuela -livro escrito por mim)
www.uvirgilio.blogspot.com

Wanderley Elian Lima disse...

Oi amigo, realmente vc anda antenado. Parabéns.
Qdo puder visite o meu
htpp://wanderleyelian.blogspot.com
Um grande abraço

Stanley Rossine disse...

Concordo com vc, Susan Boyle não é só um fenômeno em virtude de sua bela voz, adicione-se a isso seu símbolo de humildade, simplicidade, o que fascina pelo inesperado, não sendo possível compreender que ainda nos dias atuais sejamos tão arrogantes em julgar as pessoas por sua expressão física ou valores superficiais...
Grade Abraço, muito bom seu blog e agradeço pela msg no diHIIT,
Stanley
(www.stanleyrossine.blogspot.com)

Susi disse...

Olá,Tudo bem?
Primeiramente quero dizer que seu blog é muito interessante e inteligente, adorei.
Quanto a Susan Boyle, uma mulher que como você disse não teve oportunidade na vida, não lhe deram essa oportunidade porque é uma pessoa de aparência fora dos padrões de beleza que a mídia oferece, uma senhora gorducha, com um cabelo estranho, pobre e desengonçada.
Quando vi as imagens fiquei indignada com a reação das pessoas, todos ficaram surpresos.A pergunta era: Como uma mulher feia e sem graça pode ter tanto talento?
Realmente as aparências enganam.
Precisamos mudar nossos conceitos, rever nossas atitudes e olhar as pessoas de dentro para fora, enxergar sua qualidades, caráter e sensibilidade não apenas desprezar os que são considerados "estranhos". Preconceito, discriminação é feio, maldoso cruel e crime.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO