quarta-feira, 13 de maio de 2009

TROFÉU JOINHA

É muito bom ser reconhecido por aquilo que fazemos. Todo mundo gosta de uma massagem no ego, de um carinho na auto-estima. Por isso, todos os dias, tentamos fazer sempre o melhor para atingir bons resultados em nossas profissões.
Isso deveria ser o normal, mas nem sempre é assim. Existem milhões de certificados, prêmios, troféus, medalhas e títulos para tentar mostrar quem tem qualidade, quem tem excelência naquilo que se propõe a fazer.
Mas como identificar se aquele prêmio é válido? Como saber se tudo aquilo não é uma simples armação publicitária? Difícil, mas sempre existem pistas. Em primeiro lugar, no caso de uma premiação por votação aberta, certifique-se de que a empresa que está promovendo tal votação é séria. Depois veja se existe algum tipo de auditoria na contagem de votos. Por último verifique quem patrocina tais eventos e compare com a lista de vencedores. Encontrou empresas ou pessoas nas duas listas (patrocinadores e vencedores)? Isso é um péssimo sinal, é o sinal de que esse prêmio é apenas uma forma de encher uma sala com troféus e certificados. Um monte de lata e papel que não serve de nada, apenas ajuda a criar uma falsa identidade de empresa ou pessoa vencedora.
São eventos, premiações e um monte de blá blá blá para inflar egos e bolsos. Quem é bom não precisa disso, apenas é bom naquilo que faz e consequentemente todo mundo fica sabendo, esse sim é o melhor troféu.

3 Comentários:

Rodrigues Bomfim disse...

Amigão, teu blog é muito bom..nota 10! Concordo com.."Quem é bom não precisa disso, apenas é bom naquilo que faz e consequentemente todo mundo fica sabendo, esse sim é o melhor troféu".
Aqui na empresa, até a década de 90 havia esse negócio de se premiar com dinheiro, funcinários que se destacassem ao longo do mês..chefe de seção ganhavam mais do que os auxiliares, eram valores que iam de 50 à 500 reais. Eram quantias que se davam secretamente, mas todos sabiam por meio do pessoal do DP. Isso criava muita animosidade entre auxiliares e encarregados de seção, pois os auxiliares achavam que ralava muito pra ganhar 50 reais e encarregados ganhar 200, na maioria das vezes sem sujar as mãos de graxa..A empresa acabou com esse tipo de premiação por causa dessa animosidade aberta dos auxiliares.

Abração e boa semana.

marcelle disse...

Anteninha, meu caro... não sei porque, mas conheço uma cidade, pessoas e empresas que fazem isto pelo menos umas 2 vezes por ano! hahahaha!!!!
mto bom!!
Bjão

Marcelle

Deia Loka disse...

Então, também conheço... é Terra de Ninguém mesmo...rs

bjos

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO