sexta-feira, 19 de junho de 2009

CINEMA 1: ANJOS E DEMÔNIOS

Hoje fiz sessão dupla no cinema. Precisava ver alguns filmes e também relaxar a cabeça. Então fui logo de cara ver porque todo mundo que eu encontro estava elogiando o filme Anjos e Demônios.
Eu li o livro e sempre vem aquela história de que o livro sempre é melhor do que o filme (tese que eu também apóio). Mas entrei sem nenhum preconceito, logo de cara gostei porque o cinema estava bem vazio e as pessoas que estavam lá não iam fazer barulho (duas senhorinhas bem simpáticas e uma mulher com o braço enfaixado). Começou o filme e fiquei entusiasmado, não consegui me distrair em nenhum momento. O filme é bárbaro, tem cenas fortes, empolgantes e ainda tem todas aquelas obras de arte, museus e catedrais. Claro que a história tem lá suas fantasias e viagens, mas como é uma obra de ficção temos que assistir como tal. Por isso gostei mesmo.
Não teria outro ator melhor para encarnar o personagem meio desajeitado e que ainda usa um relógio do Mickey Mouse do que Tom Hanks.
Uma coisa que não acontecia há muito tempo, quando assistia um filme baseado em algum livro, foi que muitas coisas que eu criei na minha cabeça quando li a obra bateram perfeitamente com o resultado da telona. Achei que Anjos e Demônios ficou muito melhor na telona do que a adaptação de Código DaVinci, mas isso é questão bem pessoal.
O cinema é assim, cada um é atingido de uma forma diferente e particular. Por isso, mesmo se você não leu, vale muito a pena acompanhar as aventuras de Robert Langdon pelas ruas do Vatiano e pelas Igrejas Profanas... Ah, no site oficial do filme, além de informações como sinopse, elenco e bastidores, você também encontra vários joguinhos relacionados ao filme, é só clicar aqui.

3 Comentários:

digitaqueeuteleio disse...

Concordo contigo, isso é bem pessoal, pois a minha impressão sobre o filme foi contrária: gostei muito mais do livro, pois no filme cortaram muitas partes, trocaram falas de personagens e mudaram alguns fatos. Ainda prefiro a versão do Código da Vinci, que foi mais próxima ao livro. E assim como relatou, também tive cenas imaginadas durante a leitura que foram semelhantes às vistas no filme. Fiquei surpreso nestas horas também..rss

Mas sugiro que quem quer ver o filme, que leia o livro. Fui numa sessão lotada e as pessoas mais faziam perguntas do que mastigavam pipoca kkkkkkk

Antenor Thomé disse...

É bem por ai, cada um sente de uma forma e tem muito do momento.
O filme, nunca consegue retratar tudo porque nem daria tempo, mas existem mesmo algumas inversões e coisas que acontecem numa sequência diferente. mas o cinema tem que ser assim.
Mas ainda prefiro os livros também!!

Valeu pelo cometário digitaqueeuleio

Um abraço

Susi disse...

Oi,
Também li o livro e vi o filme, aconteceu comigo exatamente o mesmo, algumas coisas que vi, eram a cópia fiel das imagens em minha cabeça. Adorei o filme,. Também vi o codigo DaVinci, também gostei, mas confesso que Anjos e Demônios foi além. E como disse Tom Hanks é perfeito.
Vou reler outro livro do autor Fortaleza Digital, já li, mas faz muito tempo, esqueci, minha cabeça tá maluca ultimamente.
Depois te conto, Você já leu?
Bom fim de Semana!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO