quinta-feira, 13 de agosto de 2009

HÁBITOS NOTURNOS

Acho que estou virando uma coruja ou qualquer outro animal notífago. Tenho preferido trocar os dias pelas noites, mas o maior problema é que não posso dispensar o dia. Portanto o resultado é um só: tenho dormido muito pouco.
Mas não sou daqueles adoradores da noite, quase vampiro que qualquer raio de sol faz com que começe a ter tremedeiras e fazer a pele derreter. Muito pelo contrário, acho a luz do dia linda, adoro fotografar em um fim de tarde ou então olhar o horizonte em uma bela manhã ensolarada na praia.
Infelizmente perdi o hábito de fazer algumas coisas de dia, uma delas é escrever. Claro que não estou sendo radical, escrevo de dia no trabalho, para coisas do cotidiano, mas quando quero escrever coisas mais complexas, textos para o blog por exemplo, a madrugada é quase tão necessária quanto o computador.
Hoje resolvi quebrar essa barreira justamente com um texto sobre o assunto. Agora são 9h10 da manhã e estou aqui digitando e tentando não me distrair com o mundo pulsante ao meu redor. O texto está aqui. Saiu, pronto e como eu gosto. Acho que esssa coruja vai ter que começar a usar mais óculos de sol.

5 Comentários:

Iana da Costa Nascimento disse...

Oie!
Eu vou dizer que este texto se encaixa perfeitamente com a minha pessoa. Definitivamente, o dia não é para mim. Amo a noite, gosto de estudar a noite, navegar na internet à noite, etc. O problema é que por domir tarde demais e acordar muito cedo, só tenho um resultado: o sono durante todo o dia! E isso é péssimo. Pois bem, Antenor, agora eu quero que você publique algo sobre como contornar essa situação meio desagradável para os adoradores do mundo noturno, mas que precisam, literalmente, viver no mundo diurno! (risos)
Beijos!!

Cristiane A. Fetter disse...

Não se preocupe tanto, eu também não sou matutina, sou vespertina.
Para mim o dia poderia começar a 1 da tarde e terminar as 4 da manhãr, rs, mas com filho pequeno não dá para fazer isso, tenho que me adaptar a seus horários e agora em setembro vai piorar pq ele começa na escola regular e terá que acordar cedo todos os dias.
bjks

Alexandre Forato disse...

a noite é inspiradora, por isso às vezes é muito mais gostoso escrever a noite. tenho esse problema - se é que pode ser considerado problema.

Tatiana M.Kumayama disse...

É verdade,por que será que gostamos de escrever à noite? Parece que as idéias fluem melhor,não é?
Beijos

Ana Beatriz Camargo disse...

Entendo bem essa questão da troca, mas como eu tenho aula logo cedinho você pode imaginar que não dá nada certo, né?

Mas já estou me acostumando a dormir pouco, não sou daquelas pessoas que conseguem dormir à tarde ou que tem necessidade de roncar por 8h diárias para ser feliz. Quando o bicho tá pegando na escola, o máximo que durmo, por noite, é de 4h. Não é bom pro corpo, eu sei, eu sei, mas é o que dá. Viver correndo de um lado pro outro requer menos tempo pra sono e mais tempo pra ação, (in)felizmente.

Bom, agora é meia noite em ponto, amanhã eu acordo às 5:15, mas não vou resistir a ver um doc. que foi ao ar no Realidade, preciso revê-lo, será mais forte que eu e que... o sono! Haha...


Como sempre, mais um texto ágil e inteligente. Confesso que preciso aprender com você a fazer esses textos mais dinâmicos para att com mais frequência o Declarando.

Beijão!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO