terça-feira, 11 de agosto de 2009

RAIOS LUMINOSOS

Desde cedo fui hipnotizado, fui sugado por um magnetismo incomum e especial. Os sons, a magia, as luzes não deixavam meus olhos piscar. Nem consigo me lembrar da primeira vez que vi, mas os momentos mais remotos que me recordo ela está lá.
O fascinio de infância virou admiração e sonho. Não é a toa que lá e uma fabrica de muitos deles, dos meus e de milhões de brasileiros. Quantas horas passei diante dela vendo o meu país e todo resto do mundo passando por mim. Muitas vezes não sabia se eu observava ou se eu era observado de tanta intimidade que criei com ela.
Não é paixão, porque paixão é aquela coisa explosiva e que muitas vezes se esgota com o tempo, no meu caso é amor... Amor que tolera, amor que releva certas atitudes, aquele amor que sabe corrigir os erros e reconhecer os acertos.
Mas para mim era pouco apenas admirar, olhar e amar... eu queria fazer parte, sentir o cheiro, descobrir cada canto, informar, entreter e educar. Então deixei a posição de conforto e passividade e fui lá fazer a aprender.
Realmente ela me enfeitiçou, não consigo viver sem ela. Meu apelido tem muito mais relação com a minha proximidade com ela do que com o meu próprio nome. Na madrugada enquanto twitto ou escrevo aqui no blog lá está ela iluminando meu quarto escuro com aquele azul cintilante. A intimidade é tão grande que já chorei diante dela, já gagalhei, já fiquei bravo...
Aqui em casa ela já teve várias "roupagens". Foi de botões duros e imagens tremulas, bombril na antena. Depois virou um caixote enorme com uma imagem melhor, ficou mais bonita e chamativa. Hoje ela é "classuda", magrinha, cheia de particularidades e uma perfeição que olho para ela e me sinto olhando em uma janela.
Estou escrevendo sobre ela porque hoje (11 de agosto) é considerado o dia dela, por causa da sua padroeira, a Santa Clara. Mas para mim, ela é especial sempre porque é o que me sustenta, o que me faz sonhar e um amor verdadeiro que me fisgou com seus raios luminosos.

2 Comentários:

Ana Beatriz Camargo disse...

Sensacional! Mais coisas que temos em comum, que barato! Preciso confessar que chega até a ser engraçada a intimidade que eu tenho com a dita cuja; conversamos muito, todos os dias; trocamos informações nessas conversas, afinal ele adora falar assim como eu, mas aqui, ela impera soberana.

Aí como eu a adoro, me encanto por ela. Viva nossa inspiração constante! Viva a TV nossa de cada dia!

Jovem Perdida disse...

q lindo!!!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO