sexta-feira, 30 de outubro de 2009

EM QUE MUNDO VIVEMOS?

Não quis falar sobre o assunto antes porque faltavam detalhes importantes e eu poderia cometer algum equivoco na minha interpretação dos fatos.

Li umas frases jogadas no twitter sobre a Uniban, depois sobre uma garota de programa e depois sobre um vídeo. Tentei juntar tudo e não deu em anda até que li um post no blog da Rosana Hermann. Ela também não tinha detalhes do fato, mas tinha o vídeo e um simples relato do que tinha ocorrido.
Para quem não viu ou sabe sobre o assunto vou resumir. Uma aluna do campus ABC da Uniban foi para a aula no dia 22 de outubro com um vestido ousado. Depois de entrar na aula começou a ser hostilizada por estudantes da Universidade. A coisa começou a ficar grave com xingamentos e ameaças, ficou tão feio que a polícia teve que intervir e evitar que algo mais grave acontecesse. A garota saiu escoltada da Uniban ao som de "puta" e "meretriz".
Bom, li várias notícias, me informei com alguns colegas que trabalham lá (estudei em outro campi da Uniban e também trabalhei na instituição durante 7 anos) e também vi a entrevista da moça.
Fiquei indignado com a furia dos estudantes diante da moça, uma atitude selvagem que não condiz com o título que aquelas pessoas que estão ali pretendem conquistar. Como poderemos respeitar um engenheiro, fisioterapeuta, administrador, advogado e etc que, quando vê uma moça com uma roupa mais provocante, joga para fora todos os seus extintos animalescos e urra como um ser irracional? Claro que não podemos generalizar, mas me assustou, e muito, a quantidade de estudantes que fizeram tal ato insano. Este é um ponto.
O outro ponto está na garota. Na entrevista ela disse que não cometeu nenhum crime e concordo com ela, mas existe bom senso nessa vida. Na balada, em um show ou num local mais liberal certo tipo de roupa é facilmente aceito e pode até passar sem que ninguem perceba. Mas uma faculdade não é local para fazer um desfile de roupas sensuais e provocantes. Existe hora e local para as coisas. O bom senso sempre impera nessas horas.
A reação foi ridicula, mas a provocação também foi sem sentido. Espero que a moça consiga voltar a estudar (o que vai ser difícil) e retome sua vida normal. Mas não deixo de lado a minha desconfiança de que isso possa servir de trampolim para uma capa de revista e o seus desdobramentos naturais.


4 Comentários:

zebra52 disse...

HÁ 60, 70, 80 ANOS ATRÁS ERA ASSIM MESMO!
MINHA MÃE ME CONTAVA QUE TINHA MUITO ESSE TIPO DE IGNORÂNCIA; GENTE CHEIA DE FALSA MORAL, REPRIMIDA SEXUALMENTE, CUIDANDO DA VIDA DOS OUTROS PORQUE ERAM INCAPAZES DE RESOLVER SUAS FRUSTRAÇÕES! VERDADEIROS FRACASSADOS.
ERAM DAQUELAS PESSOAS QUE IAM À IGREJA MAS NÃO CONHECIAM JESUS.

COBIÇA E INVEJA FOI O QUE ELES MOSTRARAM, ALÉM DA MAIS ABSOLUTA COVARDIA, LÓGICO!

É ESSA A JUVENTUDE QUE TEMOS?
DEUS NOS AJUDE!

A IGNORÂNCIA, REALMENTE, É O PIOR INIMIGO DA HUMANIDADE!

Andreia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andreia disse...

Eu concordo com o Antena, provocação desnecessária da garota, porém, nada justifica o que aconteceu! Confesso que fiquei HORRORIZADA com a atituide, que também acho, foi irracional. Comentei hoje sobre o assunto com a minha mãe e pensamos: acredito que esta garota não seja muito querida, ou já fez algo que tenha provocado outros, porque se eu fosse com esse vestido na época de faculdade tenho certeza que não teria sido escorraçada deste modo. Não justificando a atitude dos alunos, mas acho que essa parte da história que vimos foi apenas o final... e não foi nada feliz!

Beijos Antena, me diverti demais ontem!!!

Branca disse...

Atitude totalmente ridícula dos alunos. Dá vergonha de ser um ser humano.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO