segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PERSONA NON GRATA? MAHMOUD AHMADINEJAD

Crédito Foto: Sérgio Lima/ Folha Imagem
Diga com quem andas que direi quem és. Frase feita, lugar comum e tudo isso que vocês está pensando
mesmo. Eu não estava com a menor vontade de falar sobre o assunto, mesmo porque é algo que eu precisaria me aprofundar muito porque a questão é polêmica e complexa.
Então vamos ao assunto: Mahmoud Ahmadinejad. Você sabe quem é essa figura? Resumindo, se você encontrar com ele na rua pode
parecer uma pessoa comum, meio sem graça, um pouco mirrado e que parece não fazer mal a ninguém.
Na pratica ele parece ser bem diferente, presidente do Irã antiga Pérsia, um país de grande importância para a história da humanidade. O sr. Mahmoud Ahmadinejad, nome difícil de escrever e pessoa difícil de lidar, tem uma história política conturbada, assim como a história da sua recente administração do Irã.
Ahmadinejad é ultraconservador, extremamente religioso e é muito popular no país graças aos programas de desenvolvimento econômico e de valorização da cultura local. Até ai tudo bem.
É claro que tem um "mas"...
O presidente iraniano é alvo de centenas de denúncias de violações contra os curdos. Causou uma verdadeira rechaça da comunidade internacional ao duvidar das reais proporções do Holocausto contra os judeus. Tem posição firme e violenta contra Israel e o que mais amedronta o mundo todo: está a frente de uma forte e arquitetada política energética para o desenvolvimento de energia nuclear.
Todos tem direito a desenvolver novas fontes e formas de energia, mas o que se contesta é para qual uso será destinada. Apesar de Mahmoud Ahmadinejad jurar que é para fins pacíficos, todos ficam com os dois pés atrás quando se fala sobre o assunto.
Este cidadão polêmico, cheio de coisas obscuras no passado e principalmente no presente está no Brasil. Sou a favor do nosso país manter relações cordiais e políticas com todos os países, mas tem certos presidentes e políticos (não estou falando das pessoas que moram nos países e sim nos representantes, que nem sempre realmente representam as pessoas que por lá vivem) que causam certa repulsa e vontade de não ficar perto.
Sabe quando você conhece uma pessoa, sabe da má índole dela e ninguém gosta de ficar perto e fazer coisas juntas. Esse é o caso do Ahmadinejad, ele é presidente de um país importante no cenário mundial, mas é o típico sujeito que ninguém quer manter por perto, pelo menos publicamente.
Acho que o diálogo deve ser mantido, mas tapinha nas costas, reuniões e convites de visitas pra lá e pra cá não pega muito bem. Principalmente quando a filosofia do visitante incomoda muitos que vivem por aqui. Já que ele veio, que vá logo.
E você, o que acha da visita do presidente iraniano ao Brasil?

1 Comentário:

Drika disse...

O Ahmadnejad não só é uma Persona non grata, como coloca o Brasil em uma posição bastante ingrata.
Não dá para receber este tipo de gente de braços abertos e continuar "surfando" na onda da popularidade que o Brasil andava experimentando ultimamente.
Como se já não bastasse a "Embaixada da Mãe Joana" em Honduras e o tal do Battisti....
O Lula continua muito mal assessorado em termos de política internacional.
Abs,

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO