quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O LOBISOMEM

Gosto de lendas, de qualquer tipo, elas sempre trazem alguma coisa sobre a história do local de onde elas surgiram, mostram os medos, fraquezas e peculiaridades de muitos lugares.
Sei de inúmeras lendas, desde as mais populares até as mais curiosas de países distantes. Aqui no Brasil existem várias e que ganham novas roupagens e rumos dependendo da região do país onde é contada. Acho que a mais famosa é a do Saci-Pererê, aquele sujeito de gorro vermelho e uma perna só que fuma cachimbo e adora fazer travessuras.
Existem umas lendas celtas muito interessantes, são recheadas de seres estranhos, fadas, pessoas pequenas. O reflexo de algumas dessas lendas pode ser visto em inúmeros filmes de sucesso. Ai chegamos no ponto onde eu queria: o cinema.
Nem sempre quem está no comando da sétima arte sabe dosar o uso de tais lendas em filmes. Muitas vezes é um ótimo recurso para atrair bilheteria, mas em muitos casos pode se tornar um fracasso total e com um resultado pífio na telona.
Fui assistir com uma amiga o filme Lobisomem. Na verdade não era esse o filme escolhido, mas graças a uma falha da atendente tivemos que engolir esse mesmo. De cara já imaginei no cliché básico de um homem que fica peludo e vira lobo na noite de lua cheia, misture mais uma dose de romance e umas lutas sobrenaturais e o filme está pronto. Estava pensando nisso antes de entrar, mas na esperança que os diretores do longa ousassem e trouxessem algo além da já conhecida história do monstro peludo.
Fiquei só na esperança, o filme é a pura reprodução batida do que já foi explorado até em novela da Globo. Os efeitos são legais? São, hoje a tecnologia faz miséria e não seria diferente com esse filme. Mas não passa disso, efeitos interessantes e só, porque a história você já conhece.
Existem tantas lendas que foram pouco exploradas, pra não dizer que nunca foram. Fico pensando porque o cinema nacional não aproveita a riqueza de fantasia criada pelo nosso povo, tenho certeza que teríamos bons filmes.
Ver filme de Lobisomem agora só se me disserem que ele é um lobo albino e que no meio do caminho ele come a vovozinha!!! Pelo menos valeu a companhia.
Segue trailer do filme que assisti:

2 Comentários:

Ronaldo Santos disse...

Fala Antena!

Não senti vontade de assistir esse filme, ainda mais agora. E muitas vezes o que vale é a companhia mesmo e chorar pelo dinheiro gasto.

Abraço

Fábio disse...

Boa noite, meu amigo !!

Muito belo e oportuno o seu texto !
Eu, particularmente, ñ sou adepto dos filmes de terror de qualquer espécie: eles simplesmente ñ me prendem a atenção e nem me passam nada de interessante a seguir !!
Minha cunhada tem verdadeira fixação por filmes do gênero, haja vista a quantidade de DVD's alugados e adquiridos !!
Gosto mesmo de filmes de ação e documentários que transmitam algum conteúdo !!
Porém, gosto é gosto e prefiro respeitar o direito de cada um !!
Parabens, mais uma vez, pelo excelente texto e temática !!
Forte abraço !!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO