terça-feira, 8 de junho de 2010

ENCONTROS E DESENCONTROS

Não sei se isso já é nome de filme, deve ser, não me recordo de cabeça, mas seria um belo título para uma história passada na cidade de São Paulo. Essa cidade mostro no tamanho, que se formos reparar bem acabamos nos assustando diante dessa magnitude.
Ao mesmo tempo que ela é gigante geograficamente que nos perdemos para onde direcionarmos nossos olhos. São muitas pessoas indo e voltando, muitas histórias tristes e alegres se cruzando que nem sempre damos conta de que o universo é muita maior do que o nosso próprio umbigo.
Ontem a noite fez muito frio em São Paulo, foi uma das noites mais frias do ano e caminhei pelas ruas quase de madrugada. A neblina começava a esconder alguns edifícios e deixava a cidade com um ar misterioso e único. Poucas pessoas se aventuravam a enfrentar o frio de uma cidade incrivelmente vazia.
Sai com um objetivo, ia encontrar uma amiga, mas como diz o título dessa postagem, houve um desencontro, tão comum e esperado quanto os muitos encontros que aqui acontecem também. São Paulo é assim, cheia de surpresas, imprevistos, predisposta ao acaso.
Não esqueci não da videorreportagem na Casa Cor, para os muitos que me perguntaram, mas estou tentando ousar e fazer alguns testes com o vídeo... se tudo der certo hoje mesmo estará por aqui.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO