segunda-feira, 5 de julho de 2010

COMEÇO, MEIO E FIM

Tudo tem começo, meio e fim. Nós somos assim, nossas jornadas são assim, vivemos dentro desta três coisas começar, realizar e concluir. É muito bom quando essas três parte são realizadas com sucesso e alegria, nada mais triste do que fazer algo que não goste ou concluir algo de um jeito equivocado.
Muitas dessas coisas demoram pra acontecer, anos, décadas como um trabalho, um estudo um casamento. Outras levam minutos, segundos como um beijo, uma troca de olhares. Enfim, estou falando sobre essa questão por vários motivos. Recentemente encerrei uma jornada profissional, que foi até longa e num piscar de olhos outra se inicia e outras tantas estão em percurso.
Em alguns momentos chego a pensar que sou vários, estou dividido em locais, em trabalhos em vida pessoal, em sonhos... A unidade está sempre fracionada e as frações juntas formam o inteiro. Apesar de tudo ser uma coisa só, as vezes me sinto fração, as vezes me sinto inteiro. Mesmo me sentindo inteiro sempre estou na busca de uma fração que acho que falta, de um pedaço que pode complementar. Nunca o todo está completo e sempre é possível fazer mais.
Meu Deus, que viagem para uma segunda-feira pela manhã antes de sair para um gravação. É isso, a Copa que demorava para começar já nos eliminou e acaba essa semana. As eleições que eram apenas prognósticos estão batendo na porta.
E assim vamos caminhando, fracionando nossos dias em começo, meio e fim, fracionando nossos anos em começo, meio e fim, fracionando nossa vida em começo, meio e fim...

1 Comentário:

Julio Cesar Borges Baiz disse...

Parabéns Antenor, seu site é interessantíssimo e seus textos melhores ainda.
Abraços
Julio

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO