domingo, 15 de agosto de 2010

FORMATANDO O CÉREBRO

Computador zerado, literalmente zerado já que perdi tudo o que tinha no HD. Internet funcionando plenamente, depois de dois dias sem conexão. Um pouco triste com coisas que perdi e não adianta vir com aquele sermão " porque você não salvou tudo em um cd ou pen drive?".
Não salvei e quase ninguem faz isso e por isso não adianta chorar. Basta se conformar e comprar um hd externo para não ter mais esse tipo de contratempo. O bom de formatar a máquina é que muita besteira que vamos acumulando por ai desaparece. Tem tanta bobagem que só serve para ocupar espaço que nem nos damos conta.
Fiquei pensando se nós pudessemos resetar o nosso "hd", tirar alguns lixos que vamos acumulando pela vida e não nos servem mais para nada. O nosso cérebro é uma "máquina" perfeita e que tem uma capacidade ilimitada de acumular informações. Mas seria interessante se via wifi ou USB nós conseguissemos transferir o que nos interessa, algumas lembranças e aprendizados para depois dar aquela formatada e começar a uilizar do zero.
Uma das coisas que não me faria a menor falta no meu HD biológico seria o filme que assisti nesta sexta-feira no cinema. O filme será tema dos post desta segunda-feira.
Por hoje fico assim nessa filosofia barata e ligeira sobre nossas vidas comparadas a essas máquinas que tanto fazem parte da nossa rotina. Tenho muitos e-mails para responder, programas para instalar, coisas a me acostumar. Então é isso, eu continuo o mesmo, mas o HD do meu notebook está zeradinho.

1 Comentário:

Anônimo disse...

mas como faz a formatação?

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO