quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A SANTA PACIÊNCIA

Preciso urgentemente fazer uma prece para a Santa Paciência, protetora de nós que somos calmos, tranquilos e temos aquela paciência em vários tipos de situação. Hoje confesso, quase pequei. Por vários momentos me vi a beira de um ataque de nervos com o descaso, falta de profissionalismo e consideração de algumas pessoas e empresas.
Antes de sair para uma gravação o céu já estava preto aqui na capital paulista, sinal de muita chuva, trânsito e que não seria exagero rezar para a nossa padroeira. Em Guarulhos caiu tanto granizo que parecia uma dessas cidades canadenses (não, não parecia não). Por ser um fiel presente, a santa me livrou da chuva e consegui chegar na pauta sem me deparar com nenhuma gota. A proteção continuou até o final da matéria e então teria que enfrentar a outra parte da maratona.
Trânsito e metrô lotado. Não sei o que é pior, fui de carro até o metrô e um percurso que seria feito em 5 minutos de carro em dias normais, levou mais de 35. E o metrô? Nossa, estava aquela maravilha, gente pra todos os lados, um empurra, a outra grita, o casal que resolve brigar ao seu lado. Apertado feito sardinha lá fui eu para a pós, cheguei mega atrasado e fiquei boiando uns 10 minutos até me localizar. Mas depois correu tudo bem, a aula foi ótima e hoje a professora fez um exercício interessante onde nós deveríamos nos apresentar e sortear uma frase.
Não vou lembrar a frase que escolhi de cabeça, mas tinha muita relação com meu presente e coisas que culminaram neste espaço. Nesse momento a Santa Paciência fez o seu milagre e tirou toda a pressa e aflição que estava neste jornalista e me fez prestar muita atenção no que meus colegas falavam. Foram coisas ótimas, muitas experiências interessantes.
Me atendo ao meu universo mais próximo que é televisão e jornalismo, gostei muito do que a Larissa, uma colega e classe e também de televisão disse. Ela demonstrou sua inquietude quanto a essa prisão que anunciantes, audiência e resultado nos coloca. Gostei e isso certamente irá render um post futuro. Aliás tem um outro aspecto legal ai... mas não.. deixa pra lá Antena!!!
Viu só, se a Santa Paciência não tivesse intercedido por mim hoje, talvez eu nem tivesse ido para a aula e certamente não teria compartilhado de histórias tão interessantes.
Obs: Não teria uma personificação tão boa da Santa Paciência do que a por Grace Gianoukas (foto) do espetáculo Terça Insana. Minha Santa Paciência é exatamente assim, sempre me faz rir no final.

1 Comentário:

Felipe Accacio Rigaso disse...

Se paciencia fosse uma bebida, todo dia eu tomaria uma tose, ainda mais em SP em que tudo é corrido. rs.
você faz pós do que?

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO