sexta-feira, 22 de outubro de 2010

BOLA DE PAPEL

Sim, este é um post político, não vou falar deste ou daquele candidato, não vou fazer juizo de valores, analisar história de cada um deles, mas por não aguentar mais esse processo eleitoral preciso escrever alguma coisa sobre isso.
Pra que existe debate, horário político, passeata e demais manifestações eleitorais? Na teoria tudo serve para que as ideias, propostas e planos sejam mostrados para os eleitores e, tendo como base tais propostas, cada um de nós possa fazer sua escolha. Tudo é bonito na teoria porque na prática nada disso existe, só teatro e bobagem.
Desafio aqui que me digam quais foram as propostas reais, com bases sólidas e discursos coerentes feitos nesta campanha. Discutiu-se muito sobre coisas que não são atribuições de um presidente, como o aborto, mas as questões econômicas, a saúde, educação, violência quase nunca foram citadas.
É privatização pra lá, é denuncia pra cá e propostas para melhorar o país nada. Perde-se um tempo absurdo tentando descobrir se foi uma bola de papel ou uma outra coisa que acertou o Serra, de outro lado ficam tentando achar quem jogou a bexiga d'água na Dilma. Já estou até vendo o próximo debate, só enrolação e acusação.
O que me deixa bem irritado é saber que os dois tem telhado de vidro, tão fácil de quebrar com uma bolinha de papel, tão firme quanto uma bexiga d'água.

1 Comentário:

Ana Beatriz Camargo disse...

É Antenildo, paciência... E como já se diz há algum tempo: é pau, é pedra, é o fim do caminho.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO