domingo, 28 de fevereiro de 2010

IDAS E VINDAS DO AMOR

Ontem fui ao cinema e novamente. Estou tentando tirar a teia de aranha que havia criado na minha poltrona nas salas cinematográficas. Depois do fracasso e decepção com Lobisomem, resolvi assistir um filme mais romântico, sem grandes efeitos especiais e que a história em si tivesse destaque.
Pois bem, lá fui eu assistir "Idas e Vindas do Amor". Não é o tipo e gênero de filme que mais gosto, mas confesso que é um bom passatempo e tem uma história bacaninha.
O elenco é bem escalado e tem nomes de peso como: Jessica Alba, Bradley Cooper, Jamie Foxx, Jennifer Garner, Queen Latifah, Shirley MacLaine, Emma Roberts, Julia Roberts, Ashton Kutcher, entre outros. Não consigo esconder minha admiração pela beleza da atriz Anne Hathaway, ohhhh mulher bonita.
Mas o filme não passa disso também, bom elenco, uma história simples, ou melhor, várias histórias que se cruzam. Como pretexto para essas histórias se encontrarem e interligarem trata-se do Dia dos Namorados ou Valentine's day.
Gostei dessa coisa das histórias que se cruzam. Isso acontece muito no dia-a-dia e muitas vezes nem percebemos ou sabemos. Outro dia, conversando com uma amiga, começamos a ver que várias coisas nos ligavam e tinham acontecido conosco e nem se quer havíamos percebido. Essa é a complexidade do nosso mundo simples e pequeno.
Pra quem tá apaixonado é uma boa pedida. Segue o trailer.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

MURAL DO ANTENA - 1 ANO

Há 1 ano eu dava início no blog Mural do Antena. Tudo de forma muito despretensiosa, sem grandes planos e com a única vontade de ter um espaço de exercício e de liberdade de expressão. Como muita gente tem feito, eu também quis abrir a minha janela virtual e poder ficar observando dessa janela o mundo.
Mas essa vida é uma caixinha de surpresas e, sem dúvida, o blog se tornou uma vitrine profissional. Ficou sério, gerou dinheiro, me fez conhecer muita gente legal pessoalmente e virtualmente. Criei uma relação direta com você que lê, comenta, debate e incentiva para que praticamente todos os dias eu venha até aqui e escreva sobre algo que esteja mexendo comigo de alguma forma.
Essa não foi a minha primeira experiência com blog. E 2002 criei um mas não tive paciência e talvez não estivesse preparado para administrar algo que eu sempre imaginei como muito sério. Durou poucos meses e logo tirei do ar. Eu já imaginava há alguns anos fazer algo como venho fazendo hoje, mas muitos fatores foram me levando a adiar os planos.
No começo do ano passado tudo foi propício para o nascimento do Mural. Comprei um notebook, parei de usar o computador de casa que hoje é uma peça de museu no meu quarto e ainda estava feliz e de mente aberta para mergulhar nesse universo.
O layout era simples, sem muitas ferramentas e atrativos. Fui aprendendo algumas coisas, fui conversando com pessoas mais experientes e então fui conhecendo mais sobre essa poderosa forma de comunicação.
Quem me conhece e lê o blog sabe da minha paixão pela profissão que exerço e pelo meio de comunicação que trabalho. Por isso foi inevitável incluir aqui videorreportagens realizadas com muito sacrifício, mas sempre com ótimos resultados e principalmente uma satisfação de levar coisas interessantes para você leitor amigo.
As coisas foram ganhando proporções grandiosas e que chegaram a me assustar. Patrocínio, entrevistas com pessoas importantes, gente me ligando pedindo cobertura, prêmios, elogios e críticas, um mar de acontecimentos que me fizeram olhar cada vez mais com orgulho, dedicação e profissionalismo para este espaço.
Em 1 ano foram 302 posts, 33 videorreportagens, milhares de visitantes e muitos novos amigos. Por aqui passaram nomes como Ana Paula Padrão, Rosana Hermann, Roberto Justus, José Nello Marques, Monja Coen, Lígia Mendes, além de coberturas de grandes eventos como São Paulo Fashion Week, Teleton, final do programa Aprendiz; dicas de museus e parques da cidade e até a rainha do pop Madonna deu as caras no blog.
Por causa dos textos, vídeos e do que venho fazendo por aqui surgiram propostas de trabalho, convites e uma verdadeira massagem no ego profissional. É impossível registrar por aqui todas as coisas boas que esse simples espaço trouxe para minha vida.
Normalmente eu escrevo no começo da madrugada e é sem dúvida um dos momentos do dia que mais fico concentrado e empolgado. Tudo pode virar um texto, cada sensação, cada detalhe que eu passo durante o dia é uma peça importante para que depois eu venha até o computador e monte uma história, traga uma notícia, edite um vídeo e compartilhe com você.
Eu não posso deixar de citar alguns nomes aqui. Foram pessoas importantes e que contribuíram para a criação, manutenção e inspiração para o blog. Em primeiro quero citar minha ex-namorada Mariane Rocigno que foi minha grande parceira na criação do blog, na realização das primeiras videorreportagens, na inspiração de alguns textos alegres e tristes e que sei que torce para meu sucesso.
Agradeço também a Ana Magal, jornalista carioca que me ajudou de longe a entender essa ferramenta, a Melissa da Torricelli que foi muito paciente e foi quem literalmente colocou o blog no ar, ao Flávio também da Torricelli que fez o layout novo, a Tereza da TalkShow que não só patrocina, mas é uma amiga que sempre dá dicas. Tem mais gente: a Ana Beatriz, a Guta Nascimento, o Paulo Castilho...
Claro que muito mais gente merece entrar nessa lista, mas creio que as pessoas que citei, cada uma por um motivo representam bem todos. Aproveito também para falar dos amigos seguidores do twiter que sempre prestigiam os posts e ajudam a divulgar.
A data merecia uma comemoração, mas justo hoje não estou bem e passei a semana toda atolado de trabalho. Mas a melhor comemoração é a sua visita e o seu apoio.
Muito obrigado...

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

CURLING, UM ESPORTE LEGAL

Confesso que fiquei com a pulga atrás da orelha quando a Record anunciou a transmissão dos Jogos Olímpicos de Inverno que acontecem em Vancouver, no Canadá, neste início de ano. Não tenho essa informação precisa, mas creio que é a primeira vez que uma emissora de TV aberta aqui no Brasil transmite tais jogos, mesmo porque o Brasil tem pouca expressividade nas competições.
Acompanhei a cerimônia de abertura, dividindo com o desfile das escolas de samba, e achei uma festa sensacional. Um show no gelo que foi muito emocionante e que me fez pensar melhor sobre o que poderia vir a seguir.
Depois de alguns dias de jogos já estava viciado acompanhando as competições onde pouco entendia das regras, mas plasticamente eram muito interessantes. A geração das imagens em alta definição também são um show a parte.
Falando em transmissão tenho algumas queixas sobre a Record. Apesar de apoiar a iniciativa da emissora em fazer a cobertura, acho que está faltando organização nas informações que nos são passadas. Não são informados os horários dos jogos, as transmissões começam no meio de algumas partidas e muitas vezes terminam antes mesmo que elas acabem. Sem contar as reprises, já vi a emissora passar uma reprise de determinada competição e na Record News uma outra competição mais interessante está passado ao vivo. Fico meio perdido, todo dia é uma surpresa do que será transmitido pela emissora e isso acaba irritando pois não consigo acompanhar direito um determinado esporte.
Mas mesmo com todos esses problemas ainda sim estou viciado nesses jogos. Achei diferente, inusitado e tem sido um diferencial interessante nas tarde e noites. Tão interessante que achei sensacional um esporte que não fazia a menor idéia que existisse: o curling.
Curling é uma espécie de bocha, mas jogado em um pista de gelo. Basicamente vence quem colocar a pedra de granito mais próxima do alvo. É até divertido ver os competidores com umas vassouras esfregando freneticamente tentando "facilitar" a passagem da pedra até o alvo. Não é que esse negócio é legal...
Pra quem não teve oportunidade de ver tem um trecho no vídeo abaixo.


terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

PAUTA É PAUTA

Já fiz muita coisa que me desagradasse profissionalmente. Nem sempre fazemos a pauta dos nossos sonhos, aliás quase nunca. Já fiz matérias muito das mais estranhas como uma sobre hemorróidas em macacos. Isso mesmo, quando recebi a pauta também não acreditei. Mas chegando no local era até um tema relevante para nós humanos.
Esse é um dos exemplos, mas tenho uma lista infindável de reportagens esquisitas, engraçadas, inusitadas e posso dizer que nunca me arrependi de nenhuma que eu tenha feito, todas elas foram fundamentais para o meu aprimoramento.
Muita gente que vê a reportagem pronta, com seus minutos no ar, não imagina a quantidade de material gravado, de entrevistas, de correria, de chá de cadeira, de assessores malas, de assessores legais... É fascinante.
Ontem e hoje entrei em um universo que eu pouco havia explorado: o esporte. O jornalismo é igual, independente do tema, mas você precisa se adequar a linguagem, ao público, as pautas e ao ambiente. Por isso me vi em um universo novo.
Na segunda-feira estive no São Paulo, gravei o treino da equipe. Já tinha gravado por lá há muitos anos, mas tudo estava igual, até o assessor era o mesmo, por isso foi mais fácil e até encontrei uns colegas de redação.
Hoje estive no Palmeiras. Muito engraçado um corinthiano circulando em território alviverde. Mas obviamente não tenho essas babaquices provincianas e infantis que muita gente infelizmente cultiva e no fim o resultado é morte e violência nos estádios. Por isso foi muito bom ter gravado lá, em um ambiente diferente e com pessoas novas. Afinal sou um profissional e tenho que realizar minha pauta. Mas confesso que em determinado momento deu aquela vontade de gritar: "Ronaldo, brilha muito no Corinthians"...
Por essas e por outras estou cada vez mais ansioso pelo "amanhã" porque a cada dia que passa sou surpreendido com uma nova situação e isso me agrada muito.

PROCESSOS E PRODUTOS JORNALÍSTICOS NO AMBIENTE DIGITAL

A segunda-feira foi daquele jeito que marcou o ano passado, completamente maluca, corrida e sem a menor rotina. A única coisa que eu tinha certeza era o início de mais uma matéria na pós-graduação. No mais eu esperava editar uns vídeos pessoais e só, mas logo cedo fui escalado para cobrir esporte.
Já fiz de tudo nessa minha jornada jornalística, mas esporte era algo que tinha feito apenas em poucas ocasiões e de forma mais abrangente. Gosto de esporte, não sou um praticante, não sou um fanático, mas acompanho no geral. Até jogos de inverno estou assistindo e confesso que estou me viciando nesses esportes da neve.
Então fui para o treino do São Paulo, gravei normalmente, fiz o meu trabalho e então a cidade resolveu me presentear com uma tempestade monumental. Percebi de cara que teria que enfrentar uma jornada épica para chegar na primeira aula da pós. A única coisa que eu tinha certeza que ia fazer no dia já não estava tão garantida assim. Pensei umas vinte vezes antes de sair do centro de treinamento do São Paulo e ir para a Paulista. Mas lá fui eu.
Cheguei com 1 hora de atraso na aula, o professor Walter Lima já estava falando sobre o sistema de avaliação. Já percebi que essa aula vai render muitos posts de segunda-feira aqui no blog, como aconteceu com as matérias anteriores também. Por falar nisso o título do post é o título da matéria que comecei.
É muito bom esse clima de começar, comecei no esporte, comecei mais uma matéria e ainda conhecer pessoas novas e interessantes. Isso é um sinal real do começo de 2010.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

FASES DA LUA E FASES DA VIDA

Esse texto é a terceira tentativa de um post decente para uma noite de domingo. Um domingo bonito, com céu azul, sol, calor, pessoas alegres e uma atmosfera de alegria interessante. Mas ao sentar aqui na frente do notebook não consegui concluir os textos que tentei escrever.
Não é todo dia que conseguimos expor aquilo que nossa mente produz. Eu tenho ótimos temas, vontade de escrever muita coisa, mas hoje não está saindo. Por isso resolvi abandonar todos os temas e desligar o computador, mas.. sempre tem um mas que muda o rumo das coisas.
Ao olhar pela janela vi uma linda Lua em um céu sem nuvens. Gosto desses fenômenos naturais, dessas coisas que por mais explicações existentes ainda são parte de um grande e infinito mistério. Não entendo de Lua, mas aparentemente é quarto crescente. O que significa isso? Boa pergunta, não sabia e por isso, enquanto desenvolvo esse texto aproveito para pesquisar. Tecnicamente, segundo alguns sites na internet, esse período de quarto crescente deveria começar amanhã, mas olhando pela janela e pelas características apresentadas por nosso satélite natural a fase começou hoje mesmo. Mas foi então que descobri em outro site que a lua crescente estará no seu principal momento hoje, mais precisamente agora. Interessante e pelo que posso observar pela janela do meu quarto está mesmo.
Dizem que este é um período indicado para começar coisas novas, reorganizar projetos, viajar, escrever. Escrever? Bom, até minutos atras não estava sendo um bom momento para escrever, mas vejo que a Lua crescente está me ajudando sim...
Por falar nisso, esse é um momento de começar algumas coisas. Amanhã tem o início das aulas na pós, tem algumas coisas pintando por ai e até na vida amorosa existe alguma movimentação. Então que seja bem vinda a Lua e sua fase e que pelo menos me traga sempre essa bela vista que tenho aqui do meu quarto.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

A BELEZA QUE VEM DO FRIO

Não, este post não é sobre as belas imagens, a plasticidade e competitividade dos Jogos Olímpicos de Inverno que acontecem em Vancouver. Claro que acho muito legal e é bem interessante acompanhar, vou confessa que fico vendo várias das competições e jogos, mesmo sem entender algumas regras.
Mas vim falar mesmo da beleza de algumas competidoras. Como tem aparecido mulher bonita na tela da TV nesses jogos. Isso me fez recordar alguns momentos e minha eterna paixão pelas suecas. Até escrevi sobre isso no twitter outro dia, não me contive e muita gente ficou me perguntando sobre o assunto, por isso aqui estou para discorrer mais sobre essas mulheres do gelo.
Alguns anos atrás, em 2003, fui em uma festa onde tinham muitos estrangeiros e acabei fazendo amizade com uma menina da Finlândia. Pense em um país frio e pouco comentado por aqui, não sei qual é a capital (claro que em um minuto posso ter a resposta no Google), não sei se existem pontos turísticos e só sei que tem muito gelo, gelo e mulher bonita. Essa menina era linda, conversamos por muito tempo por e-mail e comunicadores de internet até que perdemos contato.
Depois disso sempre brincava e falava das mulheres nórdicas. Quem me conhecia mais de perto sabia que adorava falar que um dia ia conhecer uma mulher da suécia. Passados alguns anos, estava em Londres e no dia que eu estava voltando para o Brasil, o hotel foi tomado por umas 100 modelos, altas, lindas, olhos claros e loiras, a grande parte delas adivinha de onde era? Isso mesmo, da Suécia.
Minha vontade era ter adiado a volta e ter ficado por lá. Descobri com o gerente do hotel que ia acontecer um concurso e muitas modelos de várias partes da Europa estavam se hospedando lá.
Sempre admirei a beleza dessas mulheres do gelo, elas trazem um certo olhar frio, distante e ao mesmo tempo de uma sensualidade ímpar. Mas eu voltei, e não poderia ser diferente, apesar da beleza dessas mulheres do frio, meu coração batia muito forte por um olhar intenso e por um sorriso cativante que era muito mais quente do que qualquer mulher das neves.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O LOBISOMEM

Gosto de lendas, de qualquer tipo, elas sempre trazem alguma coisa sobre a história do local de onde elas surgiram, mostram os medos, fraquezas e peculiaridades de muitos lugares.
Sei de inúmeras lendas, desde as mais populares até as mais curiosas de países distantes. Aqui no Brasil existem várias e que ganham novas roupagens e rumos dependendo da região do país onde é contada. Acho que a mais famosa é a do Saci-Pererê, aquele sujeito de gorro vermelho e uma perna só que fuma cachimbo e adora fazer travessuras.
Existem umas lendas celtas muito interessantes, são recheadas de seres estranhos, fadas, pessoas pequenas. O reflexo de algumas dessas lendas pode ser visto em inúmeros filmes de sucesso. Ai chegamos no ponto onde eu queria: o cinema.
Nem sempre quem está no comando da sétima arte sabe dosar o uso de tais lendas em filmes. Muitas vezes é um ótimo recurso para atrair bilheteria, mas em muitos casos pode se tornar um fracasso total e com um resultado pífio na telona.
Fui assistir com uma amiga o filme Lobisomem. Na verdade não era esse o filme escolhido, mas graças a uma falha da atendente tivemos que engolir esse mesmo. De cara já imaginei no cliché básico de um homem que fica peludo e vira lobo na noite de lua cheia, misture mais uma dose de romance e umas lutas sobrenaturais e o filme está pronto. Estava pensando nisso antes de entrar, mas na esperança que os diretores do longa ousassem e trouxessem algo além da já conhecida história do monstro peludo.
Fiquei só na esperança, o filme é a pura reprodução batida do que já foi explorado até em novela da Globo. Os efeitos são legais? São, hoje a tecnologia faz miséria e não seria diferente com esse filme. Mas não passa disso, efeitos interessantes e só, porque a história você já conhece.
Existem tantas lendas que foram pouco exploradas, pra não dizer que nunca foram. Fico pensando porque o cinema nacional não aproveita a riqueza de fantasia criada pelo nosso povo, tenho certeza que teríamos bons filmes.
Ver filme de Lobisomem agora só se me disserem que ele é um lobo albino e que no meio do caminho ele come a vovozinha!!! Pelo menos valeu a companhia.
Segue trailer do filme que assisti:

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

AGORA É PRA VALER

Como muita gente já disse, até eu mesmo no post anterior, o ano começa pra valer hoje. Passou o mês de janeiro, que tem aquele ar de eterno mês de férias mesmo para aqueles que trabalham, chegou fevereiro e antes das notas oficiais das escolas de samba no carnaval nada é resolvido.
Agora sim estamos livres das amarras dos calendário para oficialmente colocarmos a mão na massa para rechear esse ano de 2010 com surpresas, novidades, trabalho, alegrias e tristezas também. Ano que promete passar muito rápido, muitos acontecimentos vão rechear ainda os meses que seguem. Estamos em um ano de Copa do Mundo e também de eleições presidenciais, muita água pra rolar, muito jogo pra acontecer e muita polêmica para ser debatida.
Particularmente, ainda nesse mês de fevereiro, vou comemorar o primeiro aniversário aqui do Mural do Antena. Há um ano não fazia a menor idéia dos rumos que as coisas tomariam por causa deste canal aqui na web. A vida é sempre uma caixinha de surpresas, mas mesmo sabendo disso ficamos completamente atônitos quando uma nova perspectiva surge diante de nossos olhos.
Tento a nítida sensação de que esse ano não será diferente. O futuro próximo tem se desenhado de forma bem interessante, com ares de agitação, alegrias e boas novidades. Estamos agindo e esperando pra ver o que acontece nesse ano que começa pra valer agora. Tive até vontade estourar uma champagne.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

NOTA 10 - ROSAS DE OURO

O ano está prestes a começar amanhã, depois da apuração dos votos das escolas de samba no Rio de Janeiro poderemos oficialmente dizer que 2010 vai começar.
Sempre gostei de assistir a apuração das escolas, tem gente que torce, outras ficam curiosas e algumas se dizem torcedoras da escola campeã desde criancinha. Conheço muita gente que torce pra escola que ganha. Quero ver um ano em que a Gaviões ganhar e no seguinte a Mancha Verde, ai essas pessoas vão entrar numa tremenda contradição. Mas isso é outro assunto.
No carnaval de São Paulo venceu a Rosas de Ouro, foi um bom desfile, eu vi. Mas os critérios são muito subjetivos. As notas variam muito e não dá pra entender como um jurado dá nota 8 para uma escola e o outro dá nota 10. Coisas que nunca vou entender nessa vida e ninguém vai conseguir explicar.
Fico triste quando vejo que mesmo tendo esses critérios muito subjetivos, as pessoas não conseguem levar na esportiva essa competição. Carnaval é festa, alegria, folia e animação. Não combina com disputa, rivalidade, briga e raiva. Mas todo ano a história é a mesma, sempre tem uma escola insatisfeita com as notas, com os resultados e é muito comum surgir uma briga.
Sou Corinthiano e gosto da Gaviões, moro a poucos quarteirões da quadra da escola aqui no Bom Retiro, mas não sou torcedor e fanático. Tanto que a única quadra que não freqüento é a da Gaviões da Fiel, já fui até na quadra da Camisa Verde e Branco. Fanatismo em qualquer setor é sempre muito prejudicial.
Espero que as pessoas entendam o resultado e façam aquilo que é a razão de ser da festa: comemorar. Não importa a posição da escola de samba, saiam as ruas e curtam esse último dia de folia antes que 2010 comece pra valer. Sem violência!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Parabéns a Rosas de Ouro, que assim como todas as outras agremiações fizeram um ótimo espetáculo, isso é o que vale.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

SEXO E FOLIA

Sexo é algo que faz parte da nossa natureza, é a forma de perpetuação da espécie e também não deixa de ser uma das formas de "diversão" preferidas de nós humanos.
Quando chega o carnaval tudo isso fica ainda mais evidente e exposto. A vergonha dá espaço para a folia e para a exploração corporal, seja nos sambódromos em todo país, ou pelas casas de show, festas e até nas ruas.
Aqui na internet também não é diferente. Aliás a internet traz, em qualquer época do ano, uma cartilha infinita e diversificada, tem para todos os gostos, desde ensaios sensuais e de bom gosto até a pornografia escrachada e com seus closes ginecológicos.
Mas como tudo nesse mundo é um espelho, um reflexo daquilo que nós somos, no carnaval tudo fica ainda mais claro quando o assunto é sexo. Parece que existe uma liberação geral e um grande número de pessoas sai em busca de suas realizações amorosas.
É muito interessante acompanhar esse movimento das pessoas e aqui pelo blog tive uma amostra de como o sexo é tão venerado e procurado no carnaval. Muita gente caiu em alguns posts que escrevi por causa das palavras sexo e mulher. Foi uma explosão de acessos que vieram dos mecanismos de busca, portanto fica bem claro o que muitas pessoas querem nesses dias de folia.
Vale sempre lembrar e ser até chato mas é primordial nos protegermos.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

CARNAVAL É ISSO

Já escrevi no início da semana um texto sobre meu envolvimento com o carnaval. Até então estava falando em um período pré-carnaval, onde a folia em si não havia começado.
Na noite desta sexta-feira oficialmente, pelo menos no que diz respeito a vontade das emissoras de televisão, começou pra valer a onde de alegria que contagia de uma forma sobrenatural muitas pessoas. Parece que nesses dias de festa muita gente incorpora um personagem, ou na verdade mostra realmente quem fica escondido o ano todo.
Aproveitei para conferir algumas transmissões das diferentes festas que ocorrem durante o carnaval. Na tela da Globo os tradicionais desfiles das escolas de samba, tentaram dar um ar diferente com novos recursos, narradores, esquema de reportagem e mais atrações para não deixar aquele chato "tum tum tum" durante horas (no começo é até bacana, mas depois da segunda escola dá vontade de jogar a televisão pela janela). A idéia da Globo foi muito boa, mas infelizmente pisaram na bola no quesito áudio, foi impossível ouvir qualquer trecho dos sambas das primeiras escolas (das outras não sei porque fui dormir antes de jogar a TV pela janela).
Na Band a também tradicional transmissão do carnaval baiano. Tecnicamente é uma transmissão interessante, tem bastante recursos e diversidade, mas.. sempre tem um mas. Neste caso é uma opinião muito pessoal. Não consigo acompanhar 10 minutos daquela animação, me bate uma preguiça, bom deve ser pra quem está lá, porque quem vê de casa não assiste a um show, nem a um desfile... é algo sem definição.
A RedeTV optou pelos bastidores, como faz há alguns anos também. Achei estranho, mas tive a impressão de que neste primeiro dia a transmissão foi bem curta, durou cerca de 2 horas e não explorou o que costuma explorar. Vou esperar essa noite para ver como será nesse segundo dia.
Já o SBT e a Record não pularam nessa festa, resolveram seguir linhas diferentes. A emissora de Silvio Santos não alterou sua grade e ficou com a programação habitual: filmes telejornal e seriados.
A Record deu início a cobertura dos Jogos de Inverno. Acompanhei alguns trechos e achei uma festa muito bem feita e tecnicamente perfeita. A transmissão também estava muito boa, só me dava um certo incomodo ver aquela montanha de gelo e aqui um calor infernal. Um contraste estranho e interessante de acompanhar. Confesso que quero ver algumas modalidades, é bom fugir do tradicional, do comum... Um pouco de patinação, salto, hóquei no gelo não faz mal a ninguém, quem sabe não ajude a diminuir essa sensação insuportável de calor.
No quesito audiência a Globo (11 pontos) se manteve na frente seguida do SBT (4 pontos), Record (3 pontos), RedeTV (2 pontos) e Band (0,7 pontos).

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

MADONNA EM SÃO PAULO - VIDEORREPORTAGEM

Nesta quarta-feira a cantora Madonna esteve em São Paulo para um encontro com o governador do estado José Serra.
A idéia da rainha do pop é fazer uma parceria com o governo e instituições privadas para levar melhorar a qualidade de vida das crianças carentes, o projeto envolve principalmente educação e deve ser colocado em prática até o final de 2010.
Tirando a oficialidade da visita e da pauta, não posso deixar de dizer que foi muito legal ter visto a Madonna bem de pertinho. Como eu disse em post anteriores, essa minha profissão é gostosa por essas coisas também. Não é nada fácil chegar próximo a mulher que é idolatrada no mundo todo, mas lá estava eu, com minha fiel câmera, muita disposição e uma dose extra de adrenalina para não perder nenhum momento da Madonna.
Tudo foi muito difícil, desde entrar no Palácio dos Bandeirantes (sede do governo do Estado de São Paulo) até encontrar o lugar preciso para conseguir uma boa imagem e uma eventual entrevista. Nunca se sabe quando uma figura dessas vai resolver falar.
Não foi o caso, ela não falou, já era esperado, mesmo assim valeu a pauta. Boas imagens foram registradas e nesse caso posso dizer que o mais legal foi ver Madonna de pertinho e sem ter que pagar ingresso. Segue videorreportagem...

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

JACK BAUER TEM MAIS TEMPO DO QUE EU

Essa semana promete. Já estava prevendo no final da semana anterior que iria ter muita correria e coisas boas rolando. Mas sempre fico com aquela sensação ingrata de que se o dia fosse um pouco mais longo eu conseguiria fazer tudo o que planejo dentro das 24 horas.
Se até Jack Bauer consegue salvar o mundo em 24 horas, perseguindo terroristas, beijando as mocinhas, falando diretamente com o presidente americano e mais o escambau que ele consegue encaixar nesse tempo, porque eu não posso, minha missão é muito mais simples e menos perigosa.
Todo dia, ao acordar, começo a ouvir aquele barulhinho maldito do contador de segundos que aparece para mostrar que as horas passam para o mocinho da série. Não consigo mais planejar uma semana, normalmente não consigo saber como será o dia seguinte.
Fiquei meio chateado porque tive que desmarcar alguns compromissos, adiar umas gravações, negar umas pautas, mas no fim consegui encaixar tudo o que precisava fazer. Uma amiga me disse que eu estou fazendo muita coisa e realmente estou. Tem a RedeTV, a Tv Web lá em Guarulhos, o blog, a pós-graduação e agora vou dar aula toda sexta-feira. Desse jeito vou ficar rico ou muito cansado. Na verdade é muito bom fazer aquilo que gosta, apesar do cansaço físico em alguns momentos a satisfação profissional consegue nos dar ainda mais ânimo e força para ter mais um dia de Jack Bauer. Dias bem loucos que seguirão nessa semana, tem até Madonna nesta quarta.
Agora preciso abrir espaço nesse cronômetro diário para que um amor apareça e deixe tudo com um ar mais romântico!!!! Yasmim Brunet, estamos ae, é só me ligar!! (esse blog já foi mais sério hahahah)

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

PILHAS DE PAPEL

Este mundo burocrático que estamos inseridos nos faz perder a cabeça e perder tempo, muito tempo. Tudo neste mundo precisa e um carimbo, de um visto, de uma xerox, de um protocolo, de uma fila, de um atendente enjoado, de uma sala abafada e de milhões de barreiras para no fim praticamente nem olharem para os papéis.
A exemplo da Rosana Hermann (clique aqui para ver o drama que ela passou), também precisei fazer cópias autenticadas do meu diploma de jornalista, que estava empoeirado dentro de uma pasta chique. Eu valorizo muito o meu diploma, mesmo porque gastei uma grana violenta para conquista-lo, mas tecnicamente é a minha experiência profisisonal que me carrega pelas redações mundo afora.
Voltando a história do diploma. Fui até um cartório perto de casa sob os avisos de que lá era muito cheio, ia demorar, tem muita fila, etc, etc, etc... Eu já sabia de tudo isso e fica a pergunta: qual cartório não é cheio? Muito bem, quando cheguei lá estava aquela pilha de pessoas, com uma senha azul na mão e derretendo neste calor do Saara que tem feito ultimamente.
Tentei entender onde era o final da fila, o começo da minha agonia. Ninguem te responde, um finge que não ouve, outro olha para o chão, até que uma alma avisa qe preciso retirar minha senha no balcão. Depois de me acotovelar com alguns boys, senhoras, coreanos e bolivianos consegui pegar minha senha e entregar meu querido diploma para a xerox autenticada.
Fiquei próximo ao balcão só observando. Vi que em menos de 2 minutos um rapaz pegou e tirou as cópias que pedi. Logo pensei que sairia dequele inferno rápido, mas me enganei. A pasta com os documentos foi parar na mesa de uma moça, que fez de tudo, menos autenticar minha xerox. Atendeu telefone, gritou com uma mulher, bebeu água, bebeu água novamente, levantou, sentou, fez cara feia para a fila e eu lá esperando.
Após 15 minutos de espera ela pegou a pasta, tirou as duas cópias, carimbou, assinou e nem olhou para o original. Pronto, lá estava minha cópia autenticada, fim do sofrimento? Não!!!! Ela colocou as cópias na pasta e devolveu para uma espécie de urna, onde um dos atendentes retirava para gritar seu número da senha e cobrar pelo serviço. Mais 10 minutos para uma santa alma resolver pegar meu diploma e as cópias autenticadas dele e me dar. Um percurso cansativo, dentro de um espaço minusculo que poderia ter sido resolvido em menos de 5 minutos. Levou meia hora.
Ai fico me perguntando porque o péssimo humor toma conta dos atendentes e também de quem está na fila e a resposta grita na nossa cara, a burocracia feita para facilitar é a primeira a emperrar o funcionamento da engrenagem. Mas o detalhe nessa história foi ficar reparando em um rapaz que estava sentado na sua "baia" de trabalho praticamente encoberto por uma pilha de papéis e com cara de poucos amigos. Esse sim precisa de um belo jarro de suco de maracujá.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

UMA CIDADE DEBAIXO D'ÁGUA

O que está acontecendo com o clima? Apesar de saber a resposta e a culpa ser nossa, é impossível não ficar aterrorizado com o que vem acontecendo diariamente em todo país, mas principalmente em São Paulo.
Mais de 45 dias seguidos que chove, chove não, desaba o céu. Não me recordo do último dia sem tempestades ou chuvas fortes na capital paulista. Todo dia é a mesma novela, calor forte, céu azul e no fim da tarde nuvens negras surgem pelos cantos da cidade, tomam o céu e fazem a cidade padecer com alagamentos, mortes, trânsito e destruição.
Os rios e córregos da cidade estão cheios e não suportam mais uma gota de água, é só ameaçar a chover que eles trasbordam. Isso que as obras, aparentemente, tinham adiantado, fazia um bom tempo que o Tietê não transbordava.
O problema é muito sério, todo ano, nesta época, as chuvas causam um caos na cidade. Desta vez resolveu chover muito além do normal e isso potencializou o caos. Infelizmente, toda tempestade vejo aquela montanha de lixo descendo a rua, cruzando o rio e ficando amontoada pelas esquinas. Vamos colaborar também, porque o que fazemos quando jogamos um papel na rua, uma lata fora do lixo é o mesmo que tacar álcool em um incêndio.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

BELEZA FEMININA

O conceito de beleza é muito relativo, o que é belo pra mim nem sempre pode ser pra você e vice-versa. Por isso falar de beleza não é fácil, mas é prazeroso. Uma vez tive que ler um livro na época de escola que se chamava "O que é beleza". Várias páginas de muita teoria, explicação e no fim não se consegue chegar em um denominador comum.
Existe muitos tipos de beleza como a da natureza, a beleza das construções humanas e a beleza humana em si. Cada uma delas mereceria um post específico, mas vou me ater na beleza humana, mais precisamente na beleza feminina.
Sou um cara de sorte, conheci muitas mulheres bonitas e sempre me surpreendo quando me deparo com alguém que me chama a atenção. Foi o caso da moça dos olhos verdes que escrevi em um post passado, é o caso de mulheres belas lá na Fashion Week e por ai vai.
Existem mulheres que são lindas, mas nem sempre simpáticas ou agradáveis, isso faz com que toda beleza física fique apagada, escondida ou simplesmente uma beleza inanimada, boa de ser ver de longe, como uma foto. Já existem mulheres que não são tão bonitas fisicamente, mas que a simpatia, o sorriso, o olhar te seduzem e você sempre fica com vontade de estar perto e curtir a pessoa.
Quando isso está junto, beleza física com simpatia ai fica difícil de resistir. Foram muitos exemplos que citei aqui no blog já: Lígia Mendes, Ana Paula Padrão, Yasmim Brunet, entre outras tantas famosas e não famosas, pessoas que também encontramos no dia a dia, no trabalho, no metrô, no elevador e em um estúdio fotográfico. Meu mais recente exemplo é essa atriz que soube respeitar meu trabalho, me disse sim e não sempre com o mesmo sorriso no rosto, fica aqui um beijo para a Ellen Roche.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

CARNAVAL, SEXO E SEGURANÇA

Como prometido, agora vou escrever sobre o carnaval. Nunca tive uma relação próxima com o evento, apesar de morar perto do sambódromo aqui em SP e em um bairro que respira o samba, que é o Bom Retiro.
Esse desengonçado jornalista que vos escreve, mesmo sem ter essa ligação afetiva e próxima com as folias de fevereiro, já desfilou em 2005 pela escola Tom Maior. Para ser bem sincero não achei muito legal. Quando você não tem um envolvimento com a escola de samba não tem muita graça, o legal é ter uma aproximação com a escola, o samba e todo o enredo criado. Não foi meu caso. Na avenida passa tudo tão rápido que você nem percebe que desfilou.
Em 2007 gravei um programa especial sobre o carnaval e ai sim consegui entrar no mundo dos desfiles, fantasias e amor. Gravei nos barracões, nos ensaios e com a comunidade que faz essa festa. Foi muito legal e até freqüentei outros ensaios porque o clima é bem interessante e a bateria não deixa ninguém ficar parado, gostei mesmo. Mas tenho a impressão de que os ensaios são muito mais interessantes e bons para curtir do que a noite de desfile.
Este ano gravei algumas coisas relacionadas ao carnaval, mas a vontade é grande para ir novamente em algum ensaio, talvez essa semana eu consiga. Tirando de lado a coisa do samba e da festa como um todo, não há data mais sensual e que o sexo fique em destaque.
Gravei um concurso onde mulheres disputavam um titulo de beleza do carnaval. Todas estavam com trajes mínimos, cada movimento, olhar, sorriso era muito mais do que a vontade de vencer, era praticamente um convite ao sexo.
Nunca é bom deixar de alertar, transar é ótimo, faz bem e sempre deve ser algo que traga coisas boas, mas nunca se deve esquecer de proteção. Pode até parecer careta, mas é seguro!!!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

VAI COMEÇAR... A FÓRMULA 1

Na verdade a pré-temporada já começou... Novas pinturas em carros velhos, velhos pilotos em carros novos e novas equipes na velha crise. Dinheiro continua sendo a palavra da vez, nunca deixou de ser, mas agora é a falta dele que assusta.
Depois de ver a Honda, Toyota e BMW (o nome ainda continua, de forma muito estranha) abandonarem o barco sem a menor cerimônia, tendo também a Renault que ficou, mas com aquele adeus dito, o circo da Fórmula 1 teve que sacudir a poeira e provar que ainda é a elite do automobilismo mundial.
Mas vamos com calma, porque são muitas coisas novas. Ao menos 4 equipes, vários pilotos e regras.
Vamos com as equipes: Campos, Virgin, USF1 e Lotus. Isso sem contar a Sauber que ocupa a vaga da BMW e a Stefan, que assumiu as instalações da Toyota mas não está inscrita para esse mundial, mesmo assim a equipe já avisou que vai ao Bahrein e está só aguardando um sinal para colocar seus dois carros na pista. Bom, dá pra citar aqui também a Mercedes, que comprou a Brawn.
Pilotos: Aqui a unanimidade é até covarde, mas Michael Schumacher conseguiu ofuscar a chegada de novos pilotos, trocas de equipe e tudo mais. O heptacampeão mundial voltou as pistas e não pela Ferrari. Depois de 4 anos sabáticos fora das pistas Schumi resolveu vestir o macacão novamente e mostra que ainda é competitivo, mas isso nos vamos ver mesmo quando começar a temporada pra valer, nos testes andou bem.
Regras: os carros estão diferentes, maior distância entre-eixos, tanques de combustível maiores porque neste ano não teremos reabastecimento. Além disso tem a nova pontuação, que vai premiar os 10 melhores colocados e também dará uma diferença maior entre o vencedor e o segundo colocado na prova. Ah, tem também uma mudança no treino, os primeiros terão que usar o mesmo pneu da qualificação na largada.
Bom, no mais os treinos na pré-temporada já começaram, mas pouco se pode dizer, já que nem todas equipes estão treinando e a diferença de configuração para os treinamentos é bem grande. Saber mesmo como vai ser só em março depois da largada do GP do Bahrein.
Mas acho que esta temporada tem tudo para ser muito boa, mais carros, ótimos pilotos, regras interessantes. Vamos ver o que vai rolar.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

LOST, O FIM...

Tem três assuntos que eu gostaria de escrever agora, mas vou optar por um deles, já que muita gente tem me perguntado sobre o assunto. Os três temas são: a pré-temporada da fórmula 1, carnaval e lost.
Vou falar de Lost. Quando a série iniciou já alguns anos lembro que não fiquei muito empolgado, apenas ouvia alguns amigos falarem e discutirem coisas absurdas para quem nunca tinha visto as aventuras na tal ilha.
Quando comecei a assistir fui surpreendido por uma história maluca, cheia de revelações,, idas e vindas e uma coisa que gosto muito: mistério. Foi então que passei a acompanhar os episódios, vi a primeira temporada completa e fiquei louco da vida esperando a próxima começar para saber que "raios" tinha dentro da tal escotilha.
As duas temporadas seguintes não consegui acompanhar direito, via alguns episódios e outros não, por isso fiquei um tanto quanto perdido e viajando na maionese. Por isso meio que desisti do Lost, os comentários também começaram a ser negativos. Mas uma força superior, tão misteriosa quanto ursos polares em uma ilha tropical, monstros de fumaça ou viagens no tempo me fez assistir todas as temporadas numa "paulada" só.
Com isso me sinto responsável por levar comigo nessa aventura algumas pessoas. Minha ex-namorada não era muito fã e não tinha visto nenhum episódio, por isso, em um trabalho de convencimento inenarrável a fiz assistir alguns episódios da primeira temporada e a mocinha viciou. Vimos tudo, até a quinta temporada e sei que ela agora está fazendo toda a família assistir.
Agora convenci outra pessoa que não era muito paciente para as aventuras de Jack, Lock, Kate, Sawyer entre outros sobreviventes do voo da Oceanic 815, minha irmã. Ela agora está na segunda temporada e desesperada para chegar na temporada atual, que começa agora.
Por falar nessa temporada eu estou aguardando por essa temporada. Estou curioso para saber como vão desfazer todos os nós e achar uma explicação para todos os mistérios da ilha.
Sei que muita gente não gosta do seriado também, gosto é gosto e não se discute. Mas uma coisa temos que admitir, vai ter imaginação fértil lá longe para criar tanta maluquice. Que venha a sexta e última temporada (uma amiga viu a pré-estreia do primeiro episódio e disse que está ótimo).

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO