terça-feira, 31 de agosto de 2010

HOJE É O BLOG DAY

Blog Day 2010

Hoje é o Blog Day, confesso que tinha esquecido, alguns amigos blogueiros haviam comentado comigo, mas essa correria danada desviou minh atenção para o assunto. Tinha até um outro post para escrever hoje, mas resolvi aderir ao blogday porque recebi uma indicação muito simpática do blog Babelpontocom.
A ideia deste dia veio do israelense Nir Offir e é uma forma interessante de indicar e divulgar blogs que você curte e acha interessante que seus leitores conheçam. O mecanismo é simples, você indica 5 blogs que gosta com uma pequena descrição de cada um deles e seus respectivos links.
Você também deve dar crédito ao projeto com o respectivo banner, tag e link que direcionem seu leitor para o site do evento. Vamos as indicações.

- Profissão Jornalista: O blog da minha amiga carioca Ana Magal foi um dos primeiros que eu tive contato e me acostumei a ler nesse mundo da blogosfera. Ela já é uma blogueira veterana e seus textos são ótimos e sempre pertinentes. Tive o prazer de conhecer a Ana pessoalmente na final do Aprendiz 6 em 2009. Sempre trocamos grandes ideias e altos papos sobre essa nossa profissão maluca.

- Declarando: A autora desse blog, Ana Beatriz Camargo, certamente tem um futuro brilhante pela frente. É difícil ver alguem tão jovem com ideias tão interessantes e com um texto muito maduro e bom. É um blog que merece ser lido e principalmente pode servir de exemplo para os estudantes de jornalismo que pretendem se aventurar na profissão.

- Mãe, esposa, dona de casa, trabalhadora... Esse é um blog muito simpático da Dri Viaro que é super visitado e muito bem humorado. É um exelente blog para ler, dar boas risadas e relaxar. Ela retrata coisas do cotidiano de uma forma muito divertida.

- Dicas Blogger: Para quem está entrando nesse mundo dos blogs ter um ponto de apoio com dicas muito úteis é fundamental. A Juliana Sardinha é uma dessas blogueiras que resolveu compartilhar sua capacidade de entendimento das ferramentas com nós que nem sempre compreendemos como isso tudo funciona.

- Babelpontocom: Não poderia deixar de indicar quem me indicou, e não estou fazendo isso só porque fui indicado, mas a leitura vale muito a pena mesmo. O blog da minha colega de pós-graduação, Letícia Castro, é muito interessante, com textos sobre diversos assuntos pertinentes. Além disso a moça é super inteligente, fala város idiomas...

Bom, essas são minhas dicas, mas certamente ficaram de fora centenas de blogs que adoro, leio quase que diariamente e sou admirador das pessoas que escrevem. De qualquer forma acho que fiz uma boa seleção. Espero que visitem os blogs, comentem, sigam e aproveitem.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

O MUNDO DOS PECADOS

Pecar é algo que faz parte de nós humanos. Se formos levar pelo lado religioso podemos dizer que pecamos a partir do momento em que fomos criados. Digo que todos pecamos porque existem algumas situações em que nem percebemos nossos deslizes.
Não sou religioso a tal ponto de me policiar sobre situações em que posso cair na tentação e errrar diante dos olhos de Deus. Mas ao mesmo tempo, pela criação familiar esse é sempre um assunto que bate a nossa porta.
Na minha cabeça, se eu for alguem ético, correto diante das leis humanas dificilmente eu vá errar e cometer alguma bobagem diante dos olhos religiosos. Mas o que seria um pecado? O que podemos fazer para atiçar a ira divina (e se ele sentir ira também irá pecar?) e arrumar um lugar cativo na cadeira das punições eternas?
Vamos pensar nos sete pecados. Acho que já cometi todos, hoje certamente abusei de um deles. Os pecados tiversam algumas alterações durante os séculos com a influência dos momentos e dos Papas que estavam no poder.
Hoje cometi o pecado da Gula. Poderia ter ficado em casa tranquilamente e comido a janta tradicional da minha mãe, mas a vontade de comer algo mais apetitoso, me fez sair de casa e ir jantar em um restaurante, me esbaldando e saindo de barriga cheia. Fazendo uma pesquisa rápida descobri que em 1589 os pecados capitais foram ligados a demonios. Nessa comparação hoje eu estaria com o Belzebu a solta, já que o tal foi relacionado a gula.
Mas é só pensar um pouquinho pra saber que já tive ligação com todos os pecados e em diversas situação possíveis. Será que sou uma pessoa má e vou arder no mármore do inferno? Vou precisar de um bom advogado celestial para me dar as chaves do paraíso? Se for assim os advogados celestiais podem sorrir porque eles vão trabalhar muito, porque o que mais tem nesse mundo é pecado.

domingo, 29 de agosto de 2010

É MUITA GRANA

Nesta semana acumulou mais uma vez a Mega Sena e o prêmio pode ultrapassar os 70 milhões de reais. É muito dinheiro.
Fiquei pensando aqui o que eu faria com uma grana dessas, é tanto dinheiro que fica até difícil saber o que fazer primeiro, em que aplicar, onde gastar, o que arrumar. Fazendo uma lista rápida de cabeça sobre coisas primordiais que faria logo de cara gastaria 1 milhão brincando.
Quando não temos dinheiro (muito principalmente) nos adaptamos as condições financeiras do momento, mas conheço muitas histórias de pessoas que ganharam prêmios grandiosos e perderam todo o dinheiro em pouco tempo. Perderam não é a melhor palavra, gastaram.
Setenta milhões de reais na conta deve fazer muita gente pirar. Com esse dinheiro todas as portas do mundo estão abertas para você. A imaginação pode ser a grande traiçoeira nesses momentos, pois o dinheiro pode ir paa o ralo com alguns caprichos e gastos desnecessários.
Uma vez fiz uma entrevista com um consultor financeiro que dizia que a primeira dica para quem ganha uma bolada dessas é não mudar bruscamente o padrão de vida no primeiro ano após ganhar a grana. Isso porque, normalmente, a pessoa compra grandes casas, carros de luxo, esbanja e isso chama atenção de bandidos e também de parentes. Porque cuidado com os familiares? Segundo este mesmo consultor, uma das principais formas de perder o dinheiro é emprestando para amigos e familiares.
E a sensação de conferir os números e saber que você ganhou, que acertou as dezenas sorteadas e não terá mais problemas com dinheiro para o resto da vida. Tem gente que teria um treco. Uma vez tive a sensação por alguns minutos de ganhar um prêmio grande, um porshe. havia uma promoção de tampinhas de refrigerante que vianham com uma numeração como se fosse a placa de um carro, todo dia havia um sorteio. Na época eu tinha muita tampinha porque aqui em casa o consumo de refrigerante é grande, então tinha o registro de todos os números no computador pra não ter que olhar uma por uma. Um belo dia minha irmã falou os números e eu anotei errado e não é que tinha uma tampinha com a mesma combinação. Por alguns minutos ficamos bem felizes e os planos começaram, mas veio a minha irmã e jogou um balde de água fria em nós, principalmente no meu pai. Essa foi a vez mais próxima que estive de ganhar um grande prêmio.
Uma coisa eu tenho certeza que faria com essa grana: viajar. A lista de locais é bem grande, por isso acho que setenta milhões ficariam muito bem na conta. Já pensou tirar um extrato no banco e vr aquela infinidade de zeros? Sonhar faz bem!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

PINTURAS EM 3D

Acho muito interessante esses artístas que utilizam do cotidiano para realizar sua arte. Tem muita gente que aproveita lixo, objetos descartados por nós e que aparentemente não tem importância. Um grande exemplo de um artísta que sabe utilizar diversos tipos de matéria-prima para sua arte é Vik Muniz. Ano passado realizei videorreportagem na exposição sobre ele que aconteceu no MASP.
Mas o texto não é sóbre ele, é sobre um outro artísta, o alemão Edgar Mueller. Ele transforma ruas em verdadeiras pinturas em 3D, com uma técnica interessante os locais por onde ele passa se transformam em tudo o que a imaginação permitir.
São penhascos, pontes, buracos em um jogo de perspectiva perfeito e que permite a interação das pessoas que passam pelo local com a obra.
Existem outras artístas que desenvolvem a mesma técnica e aqui em São Paulo já fizeram uma pintura dessas na praça do Patriarca. Eu vi de perto e é realmente sensacional. Mas melhor do que falar é ver esse trabalho e você confere abaixo algumas das pinturas feitas por Mueller emdiversos lugares do mundo.




quinta-feira, 26 de agosto de 2010

ACADEMIA DE POLÍCIA

O cinema em alguns casos nos faz criar algumas imagens distorcidas sobre determinados assuntos, locais ou situações. Mesmo sabendo que tal coisa não é daquele jeito, a força da sétima arte é tão intensa que mesmo assim um resquício fica no inconsciente.
Semana passada fui chamado para gravar uma matéria na Academia de Polícia do Barro Branco, ai entra o cinema, imediatamente veio a imagem do filme "Loucademia de Polícia". Tremenda besteira, já que sei da seriedade da instituição, mas mesmo assim lembrei do Marrone fazendo confusões.
Já gravei muito com a Polícia Civil, mas fiz poucas pautas com a Polícia Militar, e desta vez iria conhecer de perto a rotina de formação dos comandantes da nossa polícia. Lá fui eu, sexta-feira passada, bem cedinho estava gravando a primeira atividade dos alunos.
Foi uma manhã muito gostosa, interessante e que me surpreendeu. Me surpreendeu porque vi a prática diária de centenas de alunos que almejam ajudar a sociedade, a contribuir com a nossa segurança e bem estar.
A polícia tem problemas? Sim, certamente, como todos os setores da sociedade, mas certamente naquele local tudo é feito da maneira mais honesta e rigorosa para que saiam dali grandes oficiais. Gostei tanto da pauta que vou reproduzir aqui o vídeo que fiz para a RedeTV! E para quem quiser mais informações sobre a Academia de Polícia do Barro Branco é só clicar aqui.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O SAARA É AQUI

Em pleno o inverno estamos vivendo uma verdadeira semana de verão. As temperaturas muito acima do comum para a época do ano tem até assustado muita gente. Sair para fazer qualquer coisa na rua é pedir para suar muito.
Além do calor, o tempo seco tem dificultado bastante as coisas, sem contar a infinidade de problemas de saúde que ocorrem por causa da falta de umidade. Hospitais lotados de pessoas que não conseguem respirar, muita gente que tem problema respiratório tem procurado as enfermarias para tentar amenizar os sintomas.
Parece exageiro mas não é, o clima na cidade de São Paulo está igual ao de uma região de deserto. A umidade relativa do ar chegou aos 17% na tarde de ontem, indice muito abaixo do tolerável segundo a Organização Mundial de Saúde. A tendencia é de que o tempo seco continue nos próximos dias, além do calor.
Um agravante para que essa situação seja mais caótica é a poluição, seja ela a tradicional da cidade vinda dos carros e industrias ou a poluição decorrente desta época com a fumaça das queimadas.
Existem muitas fórmulas para tentar amenizar essa sensação de caminhar nas areias do Saara, a mais fácil e eficaz é água, muita água... Beba bastante e durante todo o dia, isso ajuda muito. Outras técnicas são interessantes. Minha professora na pós comprou um umidificador de ambiente e não abre a boca se ele não estiver ligado, ajuda a não secar a garganta e ficar rouca.
Para quem não tem umidificador uma solução é colocar uma bacia de água no ambiente ou uma toalha molhada na janela.
E assim vamos enfrentando este final de inverno, que fez uma montanha russa com o tempo na última semana. saímos de uma temperatura de 10 graus para 30 de hoje. Desse jeito vamos trocar os carros pelos camelos.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

NÃO É PIADA, É REALIDADE

Com essa frase do título da postagem Tiririca se mostra confiante em entrevista para a Folha sobre sua possível e até provável eleição para Deputado Federal.
São nessas horas que eu adoraria ser um cidadão sueco. Nada contra o meu país, mas contra muita coisa que acontece dentro dele, principalmente no campo da política. Ai entraremos em uma discussão profunda do tipo "quem nasceu primeiro", mas o pior de tudo é que a culpa é toda nossa, falo no plural sim porque tenho certeza que um dia nós já nos decepcionamos em quem votamos.
O Tiririca é só a parte que chama a atenção, mas existem muitos candidatos, iguais a ele, que não fazem ideia do que é um deputado, não fazem ideia de leis, não tem projetos, apenas acham que sendo eleitos podem mudar o país. Infelizmente não é assim.
Não duvido da boa vontade do Tiririca que nasceu pobre, passou dificuldades e deve ter a melhor das intenções em ajudar pessoas que passam por problemas como ele passou, mas o jogo é mais sério e ele provavelmente será uma marionete do partido para decisões e votos de interesses nem sempre nobres e de ajuda coletiva.
O Tiririca está errado? Muito provável que não. Mas já ouvi centenas de pessoas dizendo em tom de deboche que irão vota nele. Eu não duvido que irão votar, como o voto é secreto isso vai acontecer bastante e teremos Tiririca na Câmara dos Deputados, só espero que seja sem peruca e terno multicolorido. Então a pergunta muda: quem está errado?
Tiririca é o estereótipo, é a caricatura de um monte de candidatos espalhados por esse país que estão no jogo mesmo sem saber jogar. São o café com leite das brincadeiras infantis, aquele "bobinho" que entra no jogo mas não vale nada do que faz, só vai servir para o interesse de outros políticos, que também disputam eleições, mas esses sim, com objetivos bem claros e com interesses bem específicos. Não só o Tirirrica debocha das nossas caras nessa eleição, tem outros palhaços usando ternos pretos, cabelos penteados e aquele discurso bonito. Atenção!!!!!!
Desculpe Tiririca, mas pior do que está pode ficar sim.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

CABEÇA A PRÊMIO - VIDEORREPORTAGEM

Com um pequeno atraso venho postar a videorreportagem que gravei no começo da semana passada na coletiva de imprensa com os atores do filme "Cabeça a Prêmio".
O longa estreou nos cinemas das principais capitais do país sexta-feira passada e traz para os espectadores personagens fortes baseados na obra original do escritor Marçal Aquino.
Este é o primeiro filme dirigido pelo ator Marco Ricca. Um desafio que ele conseguiu enfrentar muito bem e o resultado final é muito interessante. Como o próprio diretor afirma, este é um filme de amigos, portanto os atores foram escolhidos a dedo para viver cada papel.
Fazem parte do elenco: Alice Braga, Cassio Gabus Mendes, Fulvio Stefanini, Eduardo Moscovis, Otavio Muller, Ana Braga, Via Negromonte e os atores uruguaios Daniel Hendler e Cesar Troncoso.
O filme se passa na fronteira entre Brasil, Paraguai e Bolívia e mostra os problemas de uma família que além dos negócios com gado também tem transações ilícitas. Dentro deste universo muitas traições e surpresas levam os personagens a cometerem atos que coloquem suas vidas em risco.
Demorei pra postar a videorreportagem porque tive que fazer uma nova vinheta, me acostumar com o novo programa de edição e ainda fui viajar no final de semana a trabalho. Mas nunca é tarde para postar porque o filme entrou em cartaz agora. Fica a dica!!

sábado, 21 de agosto de 2010

COM SONO E SEM VOZ

Não gosto de dualismos. O bem e o mal, o certo e o errado, a verdade e a mentira. Tudo é mais complexo para ser colocado em dois lados extremamente opostos. Nem o futebol é assim, são dois times rivais, mas tem o juiz, a torcida e um bando de jornalista falando bobagens.
Tudo isso pra falar que estou em dois extremos, acordei bem cedo (bem cedo mesmo) para uma gravação na Academia de Polícia do Barro Branco e fui dormir bem tarde editando a videorreportagem que ainda não postei.
Durante a semana tenho travado uma batalha com a garganta, estava com algumas dores e aparentemente estava melhorando. Mas nesse curto perído de madrugada entre quinta e sexta (onde dormi muito pouco) ela voltou a me incomodar. Tomei uns remédios para poder gravar normalmente pela manhã na Academia de Polícia.
Na noite desta sexta-feira eu dei uma palestra para alunos de RTV, Jornalismo, Publicidade e Relações Públicas das Faculdades Rio Branco. O bate papo foi muito produtivo, os alunos foram bem interessados, fizeram questionamentos bem pertinentes e rendeu boas ideias, tanto para mim e posso dizer que para eles também. Como já disse em outros textos essa troca é fundamental pra quem está começando e vital para quem está na estrada há algum tempo como eu.
Não sou de fazer isso, já que a participação de todos na palestra foi muito interessante, mas vou citar a aluna de RP (desculpe não lembrar o nome, se manifeste por favor, aliás todos fiquem a vontade para trocar "figurinhas") que no final da palestra fez algumas colocações bem pertinentes e oportunas sobre o Mural do Antena. Aproveito para agradecer o convite da Profa. Renata Carraro.
Voltando ao foco do título da postagem. Fiz a palestra e consequentemente falei bastante e agora minha voz desapareceu. Sim, neste momento a forma mais fácil de me comunicar com o mundo exterior é a escrita e algumas mímicas. Amanhã tá tudo novo...
Como disse no começo, só não gosto de dualismo, quando aparece uma coisa outra tem que sair. O sono resolveu bater na minha porta e dizer que eu preciso dormir, mas nem pude responder corretamente, já que a voz saiu de mansinho e nem deixou recado.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

MOMENTO DE RECONSTRUÇÃO

Já falei aqui algumas vezes essa semana, mas os reflexos da formatação do meu computador estão ecoando até agora. Perdi tudo o que tinha, mas isso até me impulsionou a mudar algumas coisas nas videorreportagens.
Já que agora estou editando os vídeos todos em HD, resolvi criar uma vinheta nova para a sessão Antena no Ar. Achei que ia ser fácil, mas não foi. Me esqueci do detalhes que ao perder tudo o que tinha na máquina, tive que rastrear em cds, dvds, pen drives, todas as trilhas sonoras, fundos animados, tarjas para gc (grador de caracteres). Levei o dia todo ontem fazendo isso.
Consegui editar a vinheta, agora ainda falta escolher uma tarja de gc que combine com a nova vinheta. Com isso atrasou também o processo de edição da videorreportagem sobre a estreia do filme "Cabeça a prêmio". Se tudo der certo edito hoje a noite essa videorreportagem e amanhã já teremos o material postado aqui no blog.
Por falar em videorreportagem hoje fiquei muito feliz novamente em ver que as minhas palestras tem gerado frutos muito interessantes. Já relatei aqui há alguns meses que uma moça que assistiu minha palestra lá na Cásper se ispirou no trabalho deste jornalista que vos escreve e criou um blog bem legal e começou a fazer videorreportagens, para ver o blog dela clique aqui.
Hoje recebi um outro e-mail, do Rodrigo Hoschett, que assistiu minha palestra lá nas Faculdades Rio Branco. Agora ele criou um blog bem legal sobre esporte e também está se aventurando nas videorreportagens, para visitar o blog dele clique aqui.
Fico feliz em ter inspirado o trabalho de algumas pessoas e que elas estejam encontrando ai novas possibilidades de exercer a profissão e mostrar o seu trabalho. A web é democrática e uma vitrine importante, tanto para quem já tem muita experiência, mas principalmente para quem está começando agora.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

QUASE ROUBARAM MEU CELULAR

Como de costume, logo após uma aula da pós escrevo sobre minhas impressões e normalmente abordo um assunto que foi abordado em aula. Mas infelizmente um fato mais marcante na noite de ontem vai me fazer desviar do assunto.
Não vou deixar a aula em branco. Comecei ontem a matéria Didática do Ensino Superior lá na Cásper. É uma das matérias obrigatórias, mas certamente faria de forma espontânea caso não fosse. A professora é uma das maiores especialistas no assunto, Liana Gottlieb.
A primeira aula foi bem interessante, discutiu assuntos relevantes e foi apresentado um vídeo muito bom sobre liderança, atitude e forma de agir diante das barreiras impostas em todos os momentos em nossas vidas.
Acabou a aula, vim pensando no caminho sobre o que abordar aqui no blog. Estava na avenida paulista, cartão postal dessa cidade, as calçadas ainda cheias de estudantes da Cásper e de outras instituições de ensino que tem por ali. Peguei meu telefone para falar com uma pessoa e liguei.
Uma quadra depois, percebi dois rapazes de bicicleta que vinham na minha direção. Eles passaram por mim e se olharam. Me virei porque achei estranho mas eles já estavam longe, co ntinuei falando no telefone, até que novamente vi os dois rapazes próximos a mim. Um deles mais atrás e o outro vindo de frente.
Percebi então que eu seria assaltado, então, em uma fração de segundos, ouvi a pedalada forte da bicicleta vindo atrás de mim, a única coisa que deu tempo de fazer foi trocar o telefone de orelha. Conheço esse tipo de assalto, o cara vem de bicicleta e puxa o celular da sua mão, como normalmente você está desatento fica sem reação.
Ele veio e na hora em que trocava o telefone de orelha ele tentou pegar o telefone. Deu azar porque pensei mais rápido. Ele se desequilibrou da bicicleta e cai raspando o rosto no meio da avenida Paulista. Meucelular ainda caiu no chão e a reação dos dois foi fugir, já que tinham algumas pessoas em volta.Deu pra ver que o rapaz ficou com o rosto todo em carne viva.
No mesmo momento veio uma mulher dizendo que eles também tentaram levar a bolsa dela, que puxaram mas ela estava segurando com força.
Se que vacilei, que isso acontece com frequência na Paulista e em outras ruas da cidade. Mas a grande vantagem do celular é justamente falar em locais onde você não tenha um telefone fixo por perto.
Fica a lição, celular na Paulista só em último caso.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO E CÔMICO

Não há dúvida de que estamos em um momento importante, um momento onde todos deveríamos prestar muita atenção porque o voto é fundamental para dizer os rumos que o país vai tomar.
Vamos eleger deputados estaduais, federais, senadores além de governador e presidente, por isso tem muito o que analisar para evitarbobagens que vimos nos últimos anos.
Não estou aqui para criticas governos e candidatos, mas somos nós os responsáveis por colocar determinadas pessoas no poder, depois não adianta ficar reclamando, achando ruim, pois na maioria dos casos podemos suspeitar o que certos candidatos vão fazer.
Hoje começa o horário eleitoral gratuito, que certamente pode ajudar você a escolher alguém. Nos casos de presidente e governador acho uma tremendasacanagem esse horário pois tudo é muito maquiado , muito ensaiado, muito teatralizado. Já no caso de deputados federais e principalmente os deputados estaduais a situação é inversa. Falta noção de bom senso, falta produção e a realidade do país fica evidente.
Tem muita coisa cômica, ridícula, sem noção que transformam esses minutos intermináveis de horário político em um show de comédia stand up. Abaixo algumas fotos que estão circulando na internet de candidatos (não sei se dessa eleição) e também vídeo de momentos inusitados desse horário que faz muita gente desligar a televisão.





segunda-feira, 16 de agosto de 2010

OS MERCENÁRIOS

Bom, nem tenho muito o que comentar sobre o filme. Assisti na sexta-feira passada e infelizmente pelos problemas já relatados em posts anteriores só estou conseguindo postar hoje minhas impressões sobre "Os Mercenários".
Confesso que até tentei assistir ao filme sem um pré-conceito com o time de sanguinários reunidos em um único roteiro. A lista é grande começando pelo também diretor Sylvester Stallone (sei que para muitos o simples fato do ator constar entre as estrelas do filme já seria razão para não ir ao cinema). Tem mais: Jet Li, Jason Stathan, Dolph Lundgren, Terry Crews, Mickey Rouke, Bruce Willis, Eric Roberts, Arnold Schwarzenegger... Além da atriz brasileira -mexicana Gisele Itié, que não perderia nada na carreira se tivesse ficado fora dessa.
São tantos grandalhões conhecidos por seus filmes de ação, tiros, explosões e violência que dá até medo de uma bala perdida sair do computador enquanto escrevo esse post sobre eles.
Vamos ao filme em si. Tecnicamente não há muito o que falar, o que poderiamos esperar do filme dirigido e estrelado por Stallone? Tiros, sangue, cabeças e braços decepados, armas, explosões, lutas e algumas caras e bocas é um bom resumo da "obra".
Enfim, se você adora adrenalina e carnificina é um filme perfeito, mas se você estiver esperando um filme com roteiro, bons diálogos e ação na dose certa fuja para as montanhas.
De qualquer forma segue o trailer, cuidado que pode espirrar sangue em você.

domingo, 15 de agosto de 2010

FORMATANDO O CÉREBRO

Computador zerado, literalmente zerado já que perdi tudo o que tinha no HD. Internet funcionando plenamente, depois de dois dias sem conexão. Um pouco triste com coisas que perdi e não adianta vir com aquele sermão " porque você não salvou tudo em um cd ou pen drive?".
Não salvei e quase ninguem faz isso e por isso não adianta chorar. Basta se conformar e comprar um hd externo para não ter mais esse tipo de contratempo. O bom de formatar a máquina é que muita besteira que vamos acumulando por ai desaparece. Tem tanta bobagem que só serve para ocupar espaço que nem nos damos conta.
Fiquei pensando se nós pudessemos resetar o nosso "hd", tirar alguns lixos que vamos acumulando pela vida e não nos servem mais para nada. O nosso cérebro é uma "máquina" perfeita e que tem uma capacidade ilimitada de acumular informações. Mas seria interessante se via wifi ou USB nós conseguissemos transferir o que nos interessa, algumas lembranças e aprendizados para depois dar aquela formatada e começar a uilizar do zero.
Uma das coisas que não me faria a menor falta no meu HD biológico seria o filme que assisti nesta sexta-feira no cinema. O filme será tema dos post desta segunda-feira.
Por hoje fico assim nessa filosofia barata e ligeira sobre nossas vidas comparadas a essas máquinas que tanto fazem parte da nossa rotina. Tenho muitos e-mails para responder, programas para instalar, coisas a me acostumar. Então é isso, eu continuo o mesmo, mas o HD do meu notebook está zeradinho.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

A TÃO TEMIDA SEXTA-FEIRA 13

Para muitos hoje é o dia do azar, de coisas ruins acontecerem, enfim, a tão temida sexta-feira 13. Já escrevi sobre ela em outra ocasião aqui no blog. Nunca fui muito fã desse dia, sei lá por qual razão, pois nunca me aconteceu nada de errado, mas acho que faz parte daquele consciente coletivo que gera um ar esquisito em determinados momentos.
Na verdade eu nem me lembrava que hoje era sexta-feira 13, mas ao abrir alguns sites fui me deparando com o assunto. No twitter muitos falavam sobre a sexta, no facebook também e por ai vai.
Eu sou muito supersticioso, acredito em forças além do que a nossa vã filosofia possa acreditar. Mas a sexta-feira 13 nunca me atingiu. Tem coisas que evito fazer como passar embaixo de escadas, mesmo porque seria um azar enorme ter algo caindo na sua cabeça, não sou fã de gato preto e essas coisas.
E você é supersticioso? Tem problemas com a sexta-feira 13? Conte sua história de azar com essas crendices populares.
PS: Se você tem twitter e facebook pode indicar esse e todos os textos do blog de forma rápida clicando nos botões logo abaixo do título da postagem. Valeu!!!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

VANUSA ATACA NOVAMENTE

Ehhhhhhh Vanusa... Está virando tradição, moda, mania nacional ver a Vanusa desafinando, errando a letra e dando aquele show de vergonha alheia.
Existem momentos que é melhor enfiar a viola no saco e assistir da plateia o restante da vida. Sempre achei a Vanusa uma boa cantora, uma mulher de personalidade, muitas vezes polêmica por suas atitudes, frases e posições diante de alguns assuntos.
Quando aconteceu a polêmica com o Hino Nacional fiquei com muita pena dela, já que ela ficaria marcada para sempre pelo episódio. A história dos remédios ajudou a amenizar o ocorrido, mas mesmo assim as pessoas não perdoam, nós não perdoamos.
Mas neste caso o raio caiu duas vezes no mesmo lugar e nossa grande interprete do hino nacional em slowmotion escorregou novamente em uma apresentação em Manaus. Muitos blogs e sites já estão disponibilizando a cantora desafinando e errando a letra, eu não vou ficar de fora, já que abordei o assunto na primeira vez, vamos continuar com a série.
A desculpa do remédio não cola mais, e se for isso mesmo ela que evite cantar em datas próximas de uso dos medicamentos. Abaixo Vanusa em mais um momento esqueci a letra, perdi o ritmo e vou entrar para o TopFive.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

YOUTUBE, FACEBOOK, SKYPE 50 ANOS ATRÁS

Tem alguns blogs que acompanho quase que diariamente, entre eles está o blog do Flávio Gomes, grande conhecedor de automobilismo e um cara com ótimos textos. O blog dele é bem interessante e recomendo mesmo.
Lendo um dos posts dele vi a imagem que está abaixo e que é muito interessante. Por isso tomei a liberdade de copiar a imagem e escrever sobre o assunto.

A imagem retrata como seriam anunciadas as mídias sociais que conhecemos hoje mas há 50 anos. Essa imagem me fez lembrar de uma situação que vivi meses atrás, uma pessoa veio me mostrar um cartaz para divulgar o blog dela. Achei curioso alguem recorrer a meios "concretos", fora da rede para divulgar algo da rede. Não sei porque não combinou, ficou estranho, me lembrou esses cartazes.
O ápice de tecnologia para a grande maioria das pessoas naquela época era a televisão. Hoje os computadores englobam tudo em uma mesma plataforma. Lembro que minha vó ficava impressionada quando eu falava que conversava com as pessoas via computador, Ela não conseguia entender como era possível. Hoje é dificil dizer o que não é possível fazer, para tudo se acha uma solução tecnologica.
E no futuro, daqui há 50 anos, como será a publicidade de coisas que ainda vão surgir. O que eles vão falar dos blogs, twitter, youtube? E a televisão será um dinossauro? Difícil dizer, mas tanta coisa mudou nos últimos 50 anos que só nos faz pensar que para os próximos 50 a transformação será ainda mais chocante.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

REFÉM DA TECNOLOGIA

É horrível ficas acostumado a uma situação e depois de um tempo se ver sem aquilo que já fazia parte da sua rotina, do seu hábito. Neste caso fiquem refém do meu computador, na verdade do notebook.
Ele já estava me dando alguns sinais de que algo estava errado. Há alguns dias ele estava perdendo a conexão sem fio, ficava lento de uma hora para outra e meu sexto sentido dizia que ele poderia me deixar na mão. Mesmo com s sinais fui deixando o tempo passar, recentemente tenho explorado ele bastante, já que além de mim, meus irmãos também aproveitam para utiliza-lo quando não estou em casa, sem contar também qe nos últimos meses tenho editado minhas videorreportagens em HD e isso força ainda mais a máquina.
Na madrugada de domingo para segunda desliguei o computador normalmente, mas como havia esquecido de enviar um e-mail religuei e foi então que ele não respondeu, deu mensagens de erro, de problemas e o diabo. Deixei quieto, uma vez aconteceu isso e no dia seguinte ele ligou normalmente, mas não desta vez. Ainda bem que tenho o netbook da emissora, onde estou escrevendo este post, mas netbook é cruel para quem não enxerga tão bem assim como eu, sem contar que a coluna vai para o espaço também.
Não consegui usar direito o twitter porque me acostumei com o tweetdeck, outros aplicativos ou programas não tenho aqui, me sinto uma visita na casa de um estranho, não acho minha escova de dentes no banheiro, o travesseiro é duro, não acho nada e nem posso assaltar a geladeira na hora que eu bem entender.
Fiquei refém da plataforma, fiquei refém da máquina, sou um refém da tecnologia. Lembrei da pós agora e já utilizei a frase aqui uma vez "A tecnologia que nos liberta é a mesma que nos aprisiona", na verdade a frase original é de um texto de Alexander Galloway e é assim "O protocolo que nos liberta é o mesmo que nos aprisiona" mas vale uma adaptação!!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

LOUCURAS DE FÃS

Existem todos os tipos de fãs, de pessoas que idolatram outras pessoas, bandas, times, emissoras de televisão, empresas e o diabo (literalmente também). É interessante observar como essas pessoas agem, como elas se portam, principalmente diante de seus ídolos.
Eu tenho meus gostos, admiro algumas pessoas, principalmente da minha profissão, e já tive o prazer de conhecer muitos "ídolos" que eu tenho. Mas como esses encontros sempre foram profissionais, consegui conter o lado fã e agi de forma "normal" diante deles. Essa minha profissão também me proporcionou olhar com um distanciamento maior o contato entre fã e ídolo.
Já vi muita coisa nesse mundo televisivo. Tem fã que é capaz de tudo para chegar próximo da pessoa admirada, para conhecer aquele cantor ou simplesmente tirar uma foto. Semana passada presenciei uma situação curiosa.
Quem me acompanha, principalmente no twitter, sabe que tenho feito muita cobertura esportiva nos últimos meses. Quase que rotineiramente tenho feito os treinos das grandes equipes de São Paulo para a RedeTV. Numa dessas idas vi duas meninas no ônibus a caminho do treino do Palmeiras, eles estavam uniformizadas, tinham cadernos estilizados, mochilas e até as unhas pintadas nas cores do time.
Estava de frente pra elas e não contive a curiosidade e perguntei sobre a paixão delas pelo time. Uma delas se apressou em dizer que amava o Palmeiras, tinha foto com todos os jogadores do time (não só falou como arrancou uma álbum gigante da mochila e me mostrou). Perguntei a idade delas e as duas tinham 17 anos, se conheceram em um jogo do time há 3 anos e desde então frequentam os treinamentos todas as semanas.
Quando desci do ônibus, fui em direção ao centro de treinamento do São Paulo e elas iam ao Palmeiras (os dois clubes ficam lado a lado), elas me chamaram e perceberam que eu era da imprensa. Antes de se despedirem contaram que uma vez viram no twitter de um jogador que ele iria fazer uma festa para a filha e então resolveram aparecer no local, o jogador ficou sem graça e elas entraram na festa. O próximo "alvo" delas é conhecer a casa do goleiro Marcos.
Fiquei pensando o dia todo nessa relação dos fãs com os ídolos. Elas tem toda a vida atrelada ao time, a paixão pelos jogadores. Fico imaginando daqui há alguns anos o quanto elas vão rir dessas atitudes, ou será que vão continuar assim. Acho que só vão mudar se arrumarem um namorado corinthiano, integrante da gaviões da fiel.

sábado, 7 de agosto de 2010

A ORIGEM

O novo longa-metragem do diretor Christopher Nolan (Batman - O Cavaleiro das Trevas) é um projeto antigo e que estava sendo desenvolvido há mais de 10 anos. "A Origem" é um mergulho na mente humana por meio dos sonhos.
Ontem estive na estreia do filme aqui no Brasil, no EUA o longa já é um sucesso e lidera as bilheterias há 3 semanas. É um filme muito bom, que mistura ação, suspense e uma viagem psicológica pelo interior dos nossos pensamentos e sonhos.
É um filme complexo, cheio de labirintos, de armadilhas para quem assiste. Os detalhes fazem muita diferença e esse universo dos sonhos é um cenário perfeito para cenas de tirar o fôlego.
Don Cobb (Leonardo DiCaprio) é um ladrão especializado em roubar segredos do subconsciente de suas vítimas enquanto elas estão dormindo. Com essa habilidade Cobb se torna uma desejável peça no mundo da espionagem corporativa. Mas o seu último trabalho não será nada fácil e ainda pode lhe devolver a "vida normal", ele terá que implantar uma ideia na mente de uma pessoa.
Certamente um dos melhores filmes que assisti nos últimos tempos. Gosto de filmes assim, complexos, porem, com uma lógica (mesmo não sendo real). Fica impossível não fazer comparações com Matrix e acho mesmo que os filmes tem alguns pontos em comum. Fica aqui a dica para esse ótimo filme, aliás, se puderam vejam em 3D, eu vou ver novamente no IMAX, abaixo você pode conferir o trailer.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

DEBATE NA BAND

Na noite desta quinta-feira a Band promoveu o primeiro debate em TV Aberta com os candidatos a presidência da república. Não consegui ver o debate todo, cheguei em casa e ele já tinha começado, sem contar que tinha o jogo do São Paulo, isso afastou muita gente da discussão política para o sofrido jogo entre o tricolor paulista e o colorado gaúcho.
Mesmo não tendo visto todo o debate posso fazer algumas considerações. Esse é um primeiro passo para que o tema eleições comece a pegar fogo. Depois da Copa o assunto já é a grande preocupação da mídia, mas com esse debate os rumos começam a ser traçados, temas vão surgir e polêmicas também.
A Band manteve a tradição de abrir a porta e começar com esses encontros. Se preparem porque nos próximos dois meses será uma overdose de debates na televisão. Todas as grandes redes vão fazer encontros entre presidenciaveis e também com candidatos aos governos estaduais, até a MTV entrou na "brincadeira" (por falar nisso acho que esse debate não vai acontecer por causa de agendas).
Quatro candidatos debateram, mas são mais concorrentes ao cargo, acho injusto sempre, mesmo os pequenos não tendo expressão, eles deveriam estar lá. Mas tudo em televisão tem que ser encaixotado dentro de um tempo, de um espaço de um roteiro, é muita gente desequilibra a balança. Por isso os nanicos perdem ainda mais e os grandes respiram aliviados. Desta vez quem fez o papel de cutucar os preferidos foi Plinio de Arruda Sampaio, posição de quem sabe que não vai ganhar, mas que pretende fazer estrago com quem tem chances.
Gosto dos debates na Band, acho que são os mais naturais, talvez porque foi na emissora dos Saad que essa tradição foi concretizada. Vamos ver agora quais caminhos essa eleição vai tomar.
Foto: Marlene Bergamo/Folhapress

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

OS ÓCULOS

Uso óculos desde quando eu tinha 10 anos. Começou com dores de cabeças, vista embaçada, dificuldade para ler, até que o oftalmologista foi a solução para esses problemas. Lá fui eu comprar meus primeiros óculos, com uma raiva enorme e já prevendo gozações na escola.
Até que não foi traumático como eu imaginava, eu já era meio nerd, os óculos vieram complementar e incrementar o visual. Isso já faz 18 anos e me lembro bem dos primeiros passos usando os terríveis óculos. Parecia um pato andando, estranhando cada movimento por causa da diferença na forma de enxergar. Falo de óculos terríveis não por usar, mas pelas formas, os meus primeiros eram horríveis.
Fui me acostumando a usar e depois de um tempo já estava gostando. óculos combina com jornalista e passa até credibilidade. Foi interessante no começo muita gente que falava "você tem cara de jornalista". Mesmo assim meus óculos quando comecei a trabalhar eram muito feios. Grandes, armação estranha, feios mesmo. Sem contar que era um óculos que vivia me dando susto, já que sempre a lente soltava e eu ficava igual um espectador em sala de cinema 3D sem os óculos adequados.
O tempo passou e em 2005 troquei o óculos feio por um outro bem melhor, mais com a minha cara e até diferente, nada de grandes armações, ele era bem discreto, pequeno e combinou bem com meus rosto. Tenho que dizer que foi tudo trabalho do esteta ótico Miguel Giannini, na época ele me ajudou a escolher dois modelos para um programa que eu iria apresentar no Canal Universitário. Abrindo um parênteses, Miguel Giannini é responsável por óculos de grandes personalidades com o presidente Lula e o ex-presidente FHC. Ele também tem um museu, Museu dos Óculos, em breve pretendo realizar uma videorreportagem lá.
Como disse foram dois modelos, mas me acostumei tanto com o primeiro que sempre usei desde quando me "consultei" com ele. Mas no final de semana passado eu deixei ele cair e quebrou um suporte dele, foi então que resgatei o segundo modelo, bem diferente do primeiro, mais moderno, porém chama mais atenção. Estou me acostumando com "minha nova cara" apesar de ter mandado consertar o modelo antigo, vou tentar usar esse novo por algum tempo. Abaixo duas fotos, uma com o primeiro modelo e outra com o segundo. O que vocês acham? Conte também sua história com os óculos.


terça-feira, 3 de agosto de 2010

AS ARMADILHAS DA INTERNET

A comparação pode parecer infantil, mas cabe muito bem ao que acontece. A web é muito parecida com a teia de aranha. Claro que no sentido literal da palavra, ou seja, o formato de interligação, mas é muito parecida no perigo que ela proporciona para quem caí nela e não sabe como escapar dos riscos.
Três fatos recentes me fizeram pensar nesses perigos constantes que existem por aqui, a maioria deles relacionados a exposição da nossa imagem diante do mundo. Eu mesmo vivo me questionando em alguns momentos sobre a necessidade de expor certas coisas.
A internet é traiçoeira porque ela convida você a se mostrar, mas temos que saber dosar essa exposição porque sempre existe uma "aranha" a espera de alguém que não consiga se desprender dos fios de sua teia.
O que aconteceu recentemente? Vou começar do último fato, onde jogadores do Santos, enquanto se exibiam em um chat via webcam se alteraram com algumas críticas e trolls. Falaram besteiras, deixaram o nervosismo falar mais alto e criaram uma saia justa para o time do Santos. Um sinal de que ficaram presos na teia, se deixaram enrolar por essa sedutora e imperceptível armadilha e viraram notícia. Poderia ter sido pior, poderiam ter falado mais coisa e a rede não perdoa. No final deram a desculpa de que tudo foi brincadeira e o fato vai passar e todos vão esquecer, mas que tenha servido de alerta. Pessoa famosa, principalmente, tem que entender que os passos são sempre seguidos.
O Fantástico exibiu no domingo uma reportagem sobre quadrilhas que escolhiam suas vítimas por meio das redes sociais. Viam fotos, informações de onde moravam, viagens e tiravam conclusão sobre o padrão de vida dessas pessoas. Para muita gente isso pode parecer óbvio, mas tem uma grande maioria que não está acostumada com esses becos da internet que acabam abrindo muito mais do que uma brecha para esse tipo de ação.
Por fim o caso dos adolescentes que fizeram sexo e transmitiram ao vivo, via twitcam, para mais de 25 mil pessoas. Esse caso merece mais atenção porque envolveu até polícia e mostra o quanto muitas pessoas não estão preparadas para lidar com centras coisas. Envolve um olhar mais atento dos país sobre o que os filhos fazem diante do computador e também dos meios de controle e acesso, porque hoje a internet aceita tudo e como disse antes sempre há uma aranha torcendo para que alguém caia na sua armadilha.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

ORLANDO DUARTE EM CENA - VIDEORREPORTAGEM

Conheci o jornalista Orlando Duarte há alguns anos, não me lembro exatamente em qual ano foi (acho que foi 2001), mas era repórter no Canal Universitário e ia cobrir a exposição sobre o Pelé que acontecia no MASP. A produção entrou em contato com o Orlando para que ele fosse um personagem da matéria.
Orlando é um exemplo de jornalista esportivo, um grande conhecedor de futebol e de outras modalidades também, é autor de diversos livros, cobriu muitas Copas e Olimpíadas e é um especialista em Pelé.
A matéria foi bem legal, Orlando, como um professor, deu uma verdadeira aula durante a reportagem. Isso nos fez chama-lo para outras matérias, como um especial que fizemos sobre a Copa antes da competição que ocorreu na Coréia e Japão em 2002.
Anos depois conheci a esposa dele, a Conceição Duarte, que na época cursava jornalismo na mesma universidade para qual eu realizava reportagens. Mantivemos contato durante todo esse tempo e na semana passada ela me avisou sobre o livro que ela e a jornalista Fátima Graziano escreveram sobre o Orlando.
Eu não poderia deixar de comparecer e gravar uma videorreportagem por lá. Apesar da correria do dia, consegui uma palavrinha tanto da Conceição quanto do Orlando sobre esse livro. Segue a videorreportagem.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO