segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O SÍMBOLO PERDIDO

"Viver no mundo sem tomar consciência do significado do mundo é como vagar por uma imensa biblioteca sem tocar os livros."
Achei essa frase ótima, ela está logo no início do livro " O Símbolo Perdido" de Dan Brown. Foi bem curioso porque hoje agi e me senti como nesta frase e por acaso minhas atitudes me levaram a comprar o livro onde conheci tais palavras.
Fico incomodado quando não consigo aproveitar as oportunidades que surgem no dia a dia, fico inquieto quando sei que posso fazer algo mas acabo não agindo por diversos motivos. Muitas vezes isso acontece, vou vivendo sem tomar consciência, sem usufruir do que está diante de mim.
Uma vez, em uma aula na pós-graduação, uma colega usou um exemplo para ilustrar um tema discutido em aula e que também serve para exemplificar essa questão do "tomar consciência" das coisas. Ela argumentou sobre pessoas que vão aos shows ou viagens de férias e passam o tempo todo tentando registrar com suas filmadoras ou máquinas fotográficas os lugares ou melhores momentos. Ao mesmo tempo que elas enxergam a realidade por meio dos pequenos visores se esquecem de usufruir de tal oportunidade com os próprios olhos e com o coração.
É verdade isso que ela disse, ficamos tentando imortalizar um momento com nossos equipamentos, mas nos esquecemos de imortaliza-lo em nossos sentimentos.
Eu tenho um exemplo prático disso. Quando a Madonna veio ao Brasil no ano passado fui escalado para a cobertura. Não podia perder nenhum momento da popstar com a minha câmera. Em determinado momento eu percebi que não tinha visto a Madonna com meus próprios olhos, apenas por meio do visor da câmera. Foi então que parei de gravar e simplesmente fiquei olhando, ela chegou perto, sorriu e essa imagem, que não está registrada em nenhum arquivo digital ficou imortalizada na minha cabeça.
Hoje o dia foi assim, depois de uma reunião fui almoçar em um shopping na Paulista, passando por uma livraria me encantei pela edição ilustrada do livro "O Símbolo Perdido". Relutei um pouco, pensei na pilha de livros que ainda não li e se acumulam no armário aguardando uma folga ou oportunidade para serem lidos. Mas o momento pediu e então resolvi comprar o livro. Valeu a pena.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO