terça-feira, 11 de janeiro de 2011

OBRA DE FICÇÃO: TOTÓ, PEDRO BIAL E RONALDINHO GAÚCHO

Não tenho dúvida que hoje, ou melhor essa semana, esses três nomes serão os mais citados em sites, blogs, portais, programas de televisão e afins... Ronaldinho Gaúcho, Pedro Bial e Totó. Três novelas diferentes que estão no fervor dos acontecimentos.
Vou começar pela novela ficcional de Silvio de Abreu, que está na reta final e pretende trazer fortes emoções e surpresas para os telespectadores ávidos por descobrirem o mistério proposto pelo autor. Como é bom escrever ficção, até mortos você pode ressuscitar e criar aquela sensação de surpresa no público.
Passione bateu seu recorde de audiência nesta segunda-feira e promete atrair ainda mais público com esse esquema certeiro do "quem matou?". Obra de ficção é assim mesmo mas em novela não esperam mais surpresas, normalmente o óbvio é o que acontece.
Outra obra de ficção, mas com ares de realidade começa hoje na tela da Globo, mais um BBB, o décimo primeiro, é muito BBB solto pelo mundo já. Como comentei por aqui algumas vezes não sou fã do formato do programa, mesmo porque ele não consegue ser aquilo que se propõe. Mas é impossível ficar indiferente a ele porque seremos bombardeados de todos os lados com informações, o que nos transforma em telespectadores passivos, assim como os fumantes passivos.
Não acho ruim com quem gosta, aqui em casa todo mundo vê. Também não sou daqueles que diz que assistir BBB emburrece, na verdade assistir televisão em qualquer horário causa a perda de neurônios.
Pedro Bial voltará a ser assunto entre as pessoas e confesso que ele é umas das poucas coisas que se salvam lá. Admiro muito o jornalista e acho que ele consegue de alguma forma colocar algo diferente no programa.
A última obra de ficção não poderia deixar de ser a contratação do Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo. Neste caso, diferente do Big Brother, não existiam vários participantes em busca de 1 milhão, existiam vários milhões em busca de 1 jogador.
Essa novela teve te tudo: intrigas, mentiras, amor, ódio e um irmão ganancioso. O autor disso tudo se perdeu diante de tanto dinheiro que acabou manchando a imagem do jogador, que já não é das melhores. Resta saber como será a continuação dessa novela, será que Ronaldinho vai resistir as baladas, ao encanto das cariocas, ao sol e calor do Rio de Janeiro?
Bom, agora vou abrir um livro para ver se encontro um pouco de realidade...
Foto: Jefferson Bernardes/ AFP

5 Comentários:

Paloma disse...

Sempre incrível com as palavras!!
Ass.: Sua fã!!!
Bjos

ze disse...

Se ver televisão queima neurônios, a ciência perdeu um grande nome com minhas milhares de horas diante da TV.

Antenor Thomé disse...

Obrigado Paloma...

Assim vou ficar me achando...
Bjos

Antenor Thomé disse...

Zé...

Olha que os meus tb vão embora porque além de assistir muito ainda trabalho com ela!! haha
Um abraço

Felipe Accacio Rigaso disse...

ta ai um assunto que eu gosto de falar, televisão, rs.
a 1ª novela: Passione, acho que o autor foi inteligente em mudar o rumo da trama, ele fez com que a história ficasse mais legal, pois estava bem morninha, quase fria.
2ª novela: BBB. não sou fã, mas concordo com tudo o que vc disse, assisto por tabela, e acho que para critícar temos que pelo menos conhecer direito o programa.
3ª novela: Ronaldinho Gaucho, um tremendo de um mercenário, que jogou a carreira fora quando saiu do Barcelona, a esperança era de que o bom futebol reaparecesse no Milan, mas só atuações medianas foram vistas na Itália, eu acho que ele vai sucumbir ás maravilhas do Rio e logo partirá para os Estados Unidos, ou Emirados Arábes, o jeito é aguardar.
Como sempre, parabéns pelo blog.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO