quinta-feira, 25 de agosto de 2011

ALUGA-SE: TV ABERTA

Fico indignado toda vez que leio uma notícia envolvendo a negociação do horário de uma emissora de televisão para cultos religiosos, canais de venda ou telejogos. Todos nós deveríamos ficar revoltados porque as televisões abertas são uma concessão pública
Além da péssima qualidade que enfrentamos na TV Aberta, tirando algumas raras exceções, vemos um verdadeiro loteamento de horários para as mais diferentes formas de manifestação. Muito dinheiro entrando em caixa e pouco repassado no investimento em novos programas, mais vagas e mais qualidade. Aliás, acontece o contrário, quanto mais as emissoras provam do gostinho do dinheiro fácil, que muitas vezes cai do céu, mais vamos vendo espaços sendo abertos na grade apara esses "produtores independentes". 
A produção independente deve ser incentivada e creio que seja até uma forma eficaz de economizar dinheiro e produzir coisas interessantes. Mas existe essa falsa produção independente que na verdade vai comendo pela raiz a capacidade de investimento dos canais abertos.
Em matéria recente da Folha de SP vimos que é enorme a presença dos "pagantes" nas principais emissoras. Vale uma menção honrosa para a Globo e TV Cultura que tem apenas uma hora semanal com programas de terceiros e para o SBT (cabeça de rede), que mesmo em crise, ainda não cedeu as investidas dos religiosos para arrendar a madrugada. As demais abusam da paciência do telespectador. 
Um retrato triste do que pode acontecer com muitos espaços é a Rede 21, que já foi Canal 21 e tinha uma proposta inovadora de televisão e hoje tem 22 das 24 horas diárias alugada.
A TV por assinatura também tem o mesmo caminho, mas por lá as igrejas dão espaço para os infomerciais, aqueles programas chatíssimos que querem te vender até a própria mãe. Você paga para assistir um canal de documentários mas leva mais da metade do horário só com propaganda de escada resistente, aspirador de pó, chapinha e o diabo. 
Cifras milionárias, que em um primeiro momento parecem ajudar a manter tais emissoras, mas que na verdade estão ajudando a matar os espaços de conteúdo que já são tão raros para a nossa produção audiovisual.
PS. Aviso aos navegantes, nada contra nenhuma religião, até porque não é apenas uma que faz esse tipo de coisa. 

1 Comentário:

Anônimo disse...

nada alem da verdade!!!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO