quarta-feira, 31 de agosto de 2011

DA SUNGA AO CACHECOL

São Paulo é muito louca mesmo, cada dia, cada esquina e acada momento algo nos surpreende, mesmo quando estamos acostumados com tantos contrastes e com tantas mudanças repentinas.
Em pleno inverno o verão se fez presente algumas vezes, mas não tanto quanto nesta terça-feira. O calor bateu forte e logo cedinho já estava difícil de suportar o bafo quente. Até a madrugada anterior foi complicada para dormir. 
A previsão já alertava: aproveite rápido porque o frio volta na quarta. O frio voltou, mas um pouco antes e o dia que começou com calor intenso, clima de praia, gente com pouca roupa na rua, sorrisos mais fáceis, aquele cheiro de happy hour foi se transformando.
Primeiro chegou o vento, pouco tempo depois o céu azul sem nuvens foi ganhando um cinza melancólico e ameaçador. O vento, que era até quente passou a soprar gelado e com ele a paisagem foi se transformando. As roupas mais leves foram ficando cobertas. Casacos, calças, jaquetas, ternos e um monte de roupa escura e pesada foi surgindo e carregando a visão. 
Estava em uma gravação com típico clima praiano, ao sair de lá parecia parecia que estava com um pé em alguma praia de Fernando de Noronha e o outro em algum parque de Londres. Clima maluco e que nos deixa atordoados.
Cheguei em casa e já estava frio, ventando e um chuvisco gelado atrapalhando a visão através dos óculos.  Fui para outro compromisso com a ameaça de chuva forte, voltei e nada da chuva. Mas ela tinha que chegar, faltava apenas ela para completar todas as estações climáticas. Na verdade só faltou nevar, porque a chuva forte cai agora enquanto escrevo sobre esse tempo louco dessa cidade louca!!!

1 Comentário:

Camilla disse...

Adorei!!!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO