quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A PONTE QUE CAIU

Foto: Rodrigo Coca/ Folhapress
Nesta madrugada parte da calçada e da mureta de proteção em um dos sentidos da Ponte do Remédios desabou. A ponte que fica na divisa entre São Paulo e Osasco e cruza o Rio Tietê é bem movimentada e por sorte o fato ocorreu em um período com pouca circulação de pessoas.
Esta mesma ponte há alguns anos teve que ser interditada e reformada por estava prestes a desmoronar. Um verdadeiro degrau surgiu no meio da pista impedindo a circulação dos veículos. Obras foram feitas e a ponte estava pronta para voltar a receber os carros.
O problema desta vez foi diferente porém mostra o completo desgaste estrutural das pontes que cortam os rios de São Paulo, tanto o Tietê quanto o Pinheiros. Não precisa ser especialista para notar que a grande maioria das pontes da cidade está em péssimo estado. 
As pontes da cidade são muito antigas, a dos Remédios é de 1969, e isso já é um sinal preocupante pela fadiga das estruturas. Outro ponto é o desrespeito as leis de trânsito já que muitos caminhoneiros ignoram os alertas de altura e tentam passar sem sucesso, causando choques, arranhões e danos graves nas pontes. 
Soluções? Bom, um trabalho preventivo, obras emergenciais e em alguns casos até a demolição e construção de uma nova no lugar. As novas pontes construídas na cidade são um exemplo de como as pontes antigas são mal feitas. Apesar de odiar essa modinha de ponte estaiada em tudo quanto é lugar, elas são mais firmes e até mais bonitas. As antigas são fracas, feias e um risco para quem passa por elas. 

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO