terça-feira, 6 de dezembro de 2011

DESAFIO DOS JOVENS JORNALISTAS

Logo do projeto criado pelas alunas.
Nesta segunda-feira estive nas Faculdades Integradas Rio Branco. Fui convidado pelas alunas Bárbara Acácia e Verônica de Souza para compor a banca avaliadora do trabalho de conclusão de curso (o famoso TCC) delas. Fiquei muito feliz com o convite e também apreensivo em analisar um trabalho.
Imediatamente me lembrei da minha banca de TCC em 2003, depois de meses realizando um vídeo sobre o Riso com minhas amigas que fizeram parte do grupo. O nervosismo antes da apresentação para o auditório lotado, as três profissionais que analisaram o trabalho e a nota. Foi um 10. Um 10 carregado de alegria, sensação de dever cumprido e com o peso de uma responsabilidade enorme que vinha dali em diante. 
Eu já trabalhava na área, porém a conclusão do curso foi um marco psicologicamente interessante. Uma oficialização, um aval, aquele OK, dizendo que você está apto. Não vou entrar no debate da obrigatoriedade do diploma agora, sou a favor do diploma e a favor de uma mudança brusca na grade curricular do curso de jornalismo. 
Voltando ao trabalho das meninas. Elas fizeram um trabalho sobre o Repórter Multimídia: A grande reportagem na internet. Para acessar o site da reportagem clique aqui. Um tema bem atual, interessante e complexo. Se formos parar para pensar, na internet praticamente tudo é multimídia, mas os jornalistas ainda teimam em não ser. A grande reportagem em qualquer mídia é profunda, juntando todas elas o jornalista pode fazer uma imersão no assunto registrando de diversas formas (vídeo, foto, texto, infográfico, áudio...) juntas ou separadas mas sempre interagindo umas com as outras. 
Está aí um dos recentes desafios dos jovens jornalistas (de todos os jornalistas). Viver em um período de transformação, entendimento e buscas de novos formatos. O jornalismo será sempre o mesmo, mas a forma como ele é apresentado e realizado está mudando e pode mudar ainda mais. É um desafio viver em épocas assim, um desafio encorajador, já que com cabeças pouco viciadas pela rotina e preconceitos dos profissionais que já exercem profissão podem ousar, inventar e principalmente não ter medo de errar. 
As meninas ficaram com 10. Visivelmente na emoção das duas foi um 10 carregado de alegria, sensação de dever cumprido e com todo aquele peso da responsabilidade de exercer essa profissão no meio desse furacão de transformações. Boa jornada para elas e para todos que estão entrando no mercado de trabalho. Bem vindos e mãos à obra!!!

2 Comentários:

Barbara A Cristiano disse...

Lendo o posts me emocionei, é sem duvidas tudo isso, uma alegria misturada com alívio e sensação de dever cumprido, além claro da responsabilidade que vem, somos agora profissionais de comunicação e temos um dever e um nome a zelar, com ou sem diploma. rsrsrs


Obrigada!

Aurelio disse...

Amigo antenor, grande responsabilidade a sua, não é para qualquer um, afinal você está ajudando a definir o futuro dessas duas garotas, e a responsa é imensa, mas acredito que sua capacidade e imparcialidade são maiores que isso, parabéns!
Grande abraço amigão!!!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO