segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

DEUSAS DA BORRACHA

Estava fazendo uma pesquisa para escrever sobre a temporada de Fórmula 1 que se inicia em março, mas que começa a ter seus contornos definidos nesta terça-feira com os primeiros treinos livres.
Queria colocar fotos dos carros já revelados, dos pilotos contratados, das mudanças técnicas e dos novos pneus. Foi na parte dos compostos de borracha que acabei mudando um pouco o foco, não por querer, mas ao pesquisar sobre a Pirelli, nova fornecedora da F1, acabei parando nas fotos do famoso calendário que leva o nome da fabricante.
O tema do calendário 2011 é Mitologia e foi todo clicado por Karl Lagerfeld. As fotos trazem grandes nomes representando deuses e deusas da mitologia grega e romana. Entre os nomes famosos que deram vida para as divindades estão a atriz Julianne Moore e a top brasileira Isabeli Fontana.
Outro dia passei por uma borracharia comum que tem aqui perto de casa, daquelas portinhas pequenas, sujas, com rodas e pneus amontoados e normalmente um borracheiro coberto de graxa e com cara de poucos amigos. As fotos que se viam grudadas por todos os lados eram bem diferentes das retratadas aqui.
Um calendário desses, que é muito exclusivo, nem combina muito com o ambiente. Provavelmente essas Deusas retratadas nas fotos ficariam envergonhadas com as poses e detalhes revelados nas paredes do borracheiro do meu bairro.
Abaixo mais algumas fotos e para ver todo o calendário é só clicar aqui.





domingo, 30 de janeiro de 2011

UM SOL PRA CADA UM

O calor resolveu castigar pra valer desta vez. Mais um sinal de que as coisas com o clima, com a natureza, com o nosso planeta não estão lá muito normais.
Tudo bem que é verão, o calor é mais intenso, mas está impossível fazer qualquer coisa essa semana sem pensar duas vezes com qual roupa sair, se vai chover...
Ficar dentro de casa é uma tortura, mesmo ficando com roupas leves, ventilador ligado, janelas escancaradas, água e refrigerantes estupidamente gelados o suor começa a escorrer pela testa sem o menor esforço.
Ir para a rua então é outra tortura. O sol batendo forte na cabeça, dependendo do compromisso ou do trabalho não dá pra sair de casa com roupas mais folgadas. Resultado: transpiramos mais do que Beduíno no deserto.
Lá pelas bandas do hemisfério norte o povo sofre com o frio acima do comum. Nova York e outras cidades enfrentam fortes nevascas que causam transtornos, prejuízos e mortes. Caos nos aeroportos, comercio e escolas fechadas, tem até turista reclamando. Mesmo vendo o Central Park completamente branco, o frio é tão forte que muita gente não consegue sair do quarto do hotel.
Enquanto aqui transpiramos, lá tem esquimó comprando aquecedor! Dois extremos que mostram que nosso planeta está fora de linha e a tendência é que a cada ano as coisas fiquem ainda mais desajustadas.
Só para constar o mês de Janeiro já era.

sábado, 29 de janeiro de 2011

APRENDI A GOSTAR DE TEMAKI

Não sei se já explicitei aqui, mas não sou fã de comida japonesa. Certamente muitos de vocês pensarão: "que maluco, comida japonesa é uma delícia" ou "nossa, todo mundo gosta". Bom, se todo mundo gosta, eu não sou todo mundo.
Mas uma das coisas mais interessantes na vida é estar sempre disposto a aprender, a compartilhar e em alguns casos mudar de ideia. Não, eu ainda não mudei de ideia quanto a comida japonesa, mas digamos que estou mais flexível.
Há alguns anos, se alguém me convidasse para ir a um restaurante japonês recebia um sonoro, porém simpático NÃO. Não faz muito tempo resolvi baixar a guarda e abrir minha mente e paladar. Fui com uns amigos, depois novamente voltei e confesso que algumas coisas me agradaram e outras continuam me afastando.
Uma das coisas que me agradaram foi o Temaki. Aquele rolinho em forma de cubo com vários tipos de recheio, meus favoritos são com salmão.
Resolvi escrever sobre isso porque hoje encontrei com uma amiga e fomos almoçar em uma temakeria que abriu aqui perto de casa. O lugar é ótimo e quem quiser conhecer é só clicar aqui.
A vida é assim, algumas coisas não mudam mas outras podemos aprender a gostar.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O TURISTA

Não por acaso tenho aproveitado alguns momentos mais tranquilos e ido ao cinema. Nada como uma boa sessão para fazer a cabeça esquecer um pouco da correria do dia a dia. Além disso sempre me dá bons argumentos para textos aqui no blog.
Desta vez escolhi o filme "O Turista". Não li críticas, nem sabia do que se tratava, apenas que tinha no elenco Johnny Deep e Angelina Jolie. Fiquei surpreso porque esperava um filme ruim, mas ele me surpreendeu.
Obviamente não é nenhuma obra prima da sétima arte, mas cumpre o que promete, um bom filme para passar o tempo, para distrair. A história mostra a enrascada que um professor de matemática (Deep) se enfia ao dar atenção a linda Elise (Jolie) em uma viagem de trem em suas férias pela Europa.
Cenas de ação, um toque de suspense e belos cenários como Paris e Veneza marcam a produção. Sempre vale a pena ver os lindos lábios e o corpo sensual da Angelina Jolie (que a Anne Hataway não me ouça, ela pode ficar com ciúmes).
Resumindo, um bom filme para curtir nas férias e provável longa para passar repetidamente na Sessão da Tarde. Abaixo o trailer.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

OS NOVOS THUNDERCATS

Ontem li em vários portais que a série de desenhos Thundercats voltará a ser produzida e ainda neste ano será lançada.
Achei muito legal, esse foi um dos desenhos que marcou minha infância e adolescência. Lembro que eu tinha todos os bonecos, a espada justiceira, o castelo em forma de esfinge e o tanque de locomoção. Até pouco tempo tinha alguns desses brinquedos intactos, mas sabe como são as coisas, nem tudo resiste aos irmãos mais novos e sobrinhos pequenos.
Acho interessante que venham novos episódios, mas não sei se vai pegar. O mesmo aconteceu com o Pica-Pau e outros desenhos clássicos, que ao ganharem nova roupagem, uma cara mais moderna acabaram perdendo a graça (pelo menos para quem era fã dos antigos).
De qualquer forma fico curioso para ver como vai ser essa nova cara. Pelas fotos que vi dos novos Lion-O, Panthro, Tygra e Cheetara eles ganharam ares de anime. Vamos ver também como vão ser os ambientes...
Bom lembrar desse desenho, traz boas lembranças da infância, até aquelas maldades de criança de chamar qualquer pessoa mais velha de Mumm-Ra.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

BARRACO NO TWITTER

Eu estava prestes a escrever um texto aqui para o blog sobre o twitter, quando me chamaram a atenção para um barraco que estava rolando na televisão e no próprio twitter.
Resumindo o fato, na noite de ontem o jogador Ronaldo, do Corinthians junto com outros jogadores fizeram uma twitcam (transmissão de vídeo via twitter). Na tarde de hoje o apresentador Datena e o comentarista Neto criticaram a postura de Ronaldo na véspera de um jogo importante para o time.
Ronaldo não deixou barato e elogiou o programa de esportes da Globo e criticou o departamento de esportes da BAND. A reação foi imediata e Datena começou a gritar no ar, chamou o jogador de idiota, imbecil, babaca e por ai foi... Já Ronaldo se retratou dizendo que não estava contra a Band e sim contra algumas pessoas ligadas ao esporte de lá.
O programa acabou, Ronaldo saiu do twitter e cá estamos repercutindo total falta de assunto. Mas o que quero abordar aqui não é a discussão em si, mas como o twitter pode oferecer armadilhas para qualquer pessoa, principalmente para os famosos.
São inúmeros os casos de pessoas que usaram o dedo antes do cérebro e acabaram tendo problemas com o que escreveram. Racismo, piadas inapropriadas, postagem de fotos indevidas, comentários desnecessários, exibição extrema da intimidade...
Antes não havia um canal de massa e sem barreiras entre fãs e ídolos, entre famosos e nós "pobres mortais". Essa ruptura, essa aproximação foi benéfica para alguns, mas constrangedora para outros.
Conheço muito artista que depois de uma viciada basica no twitter, percebeu que era melhor manter uma certa distância e não perder aquela fascinação habitual que existe por quem está na mídia. Sabe aquela história de que "de perto ninguém é normal".
Muito bate boca ainda vai acontecer, muita gravidez inexistente será anunciada e assim vamos filtrando o que é interessante e o que é descartável nesse grande painel que é o twitter.
Já o texto que eu estava pensando em escrever anteriormente sobre outra questão que também envolve o twitter fica para outra postagem...

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

CAMPUS PARTY BRASIL 4 - VIDEORREPORTAGEM

Hoje é aniversário de São Paulo e propositalmente deixei a última videorreportagem na Campus Party Brasil 4, que acabou no último domingo, para este dia.
O evento, que movimentou a cidade, trouxe gente de todos os cantos do Brasil e também de outros países é um bom exemplo de como essa cidade é dinâmica e acolhe todos os tipos de visitantes possíveis.
Apesar das fortes chuvas que estão castigando a cidade, ainda é possível caminhas pelos inúmeros pontos interessantes desta cidade.
Falando mais especificamente da Campus Party, gostei muito de ter participado. Foi difícil aproveitar as palestras e as diferentes atividades porque estava fazendo a cobertura para a RedeTV! e também aqui para o blog.
Mesmo assim fiquei impressionado com a quantidade de informação trocada entre as pessoas, o clima bem agradável (apesar do calor infernal no local), a diversidade aflorada em cada canto do evento... Foi bom reencontrar amigos da web, professores, pessoas que entrevistei há alguns anos e também a oportunidade de conhecer gente interessante e inteligente, e claro, os seguidores do blog e do twitter.
Abaixo, como presente de aniversário para essa cidade que acolhe os mais variados eventos possíveis, a videorreportagem mostrando a Campus Party Brasil 4.

domingo, 23 de janeiro de 2011

CAMPUS PARTY - ENTREVISTA STEVE WOZNIAK

Eu sempre admirei muito os computadores da Apple, apesar de não ter um, ainda é um "sonho" de consumo que concretizarei em breve. No fim da tarde de ontem tive uma oportunidade compartilhada por poucos, um privilégio para quem é amante de computadores e tecnologia.
Participei da entrevista coletiva de um dos responsáveis em tornar o computador disponível para o consumidor comum.
Steve Wozniak, ou apenas Woz, é engenheiro de computação e co-fundador da Apple ao lado de Steve jobs. Woz deixou a Apple em 1985, fundou outras empresas e hoje viaja o mundo falando sobre sua experiência.
Recentemente lançou o livro iWoz, título que faz referência aos "i" utilizados nos produtos da Apple. Nesta entrevista ele fala sobre o trabalho realizado na Apple, o estado de saúde de Steve Jobs, a concorrência do Google e da Microsoft entre outras curiosidades.
A entrevista está em inglês, não tive tempo de traduzir, legendar ou dublar. Infelizmente estou com outras coberturas, mas preferi postar mesmo assim, melhor disponibilizar o material do que reter todo esse conteúdo comigo. Se você quiser fazer a legenda eu darei o crédito aqui no post. Para traduzir é só clicar no "cc" que fica na parte da baixo do player do youtube. Abaixo a entrevista coletiva praticamente na íntegra.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

CAMPUS PARTY - ENTREVISTA COM O ASTRONAUTA MARCOS PONTES

Há cinco anos o Brasil teve o seu primeiro representante no Espaço. Um momento que marcou bastante e que foi importante para muitos setores, entre eles o de tecnologia.
Assim que o astronauta Marcos Pontes retornou da sua missão espacial fiz um entrevista com ele. Eu ainda trabalhava no Canal Universitário e ele estava dando uma palestra contando os detalhes da sua "aventura".
Ontem tive o prazer de reencontrar o astronauta, ele conversou comigo, falou sobre o livro "É Possível", sobre os cinco anos da missão e também sobre a importância da Campus Party. Abaixo você acompanha o nosso bate papo.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

CAMPUS PARTY - SÉRGIO AMADEU FALA SOBRE O EVENTO NA VIDEORREPORTAGEM

Estou durante essa semana fazendo a cobertura da Campus Party Brasil 2011. Tem muita coisa interessante por aqui, dos jogos aos robôs, das palestras aos amigos...
Encontrei muita gente legal, seguidores aqui do blog e também do twitter. Estou trocando muita informação sobre jornalismo na web, sobre vídeos, tendências, o futuro... Sempre tem um assunto interessante com alguma fera da área.
Uma dessas feras que encontrei por aqui foi o Prof. Sérgio Amadeu da Silveira, um dos principais pesquisadores de Cibercultura do Brasil. Ele foi meu professor de Cibercultura e comunicação em rede lá na pós que faço na Cásper. O nosso encontro rendeu um bom papo que você pode conferir na videorreportagem abaixo.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

A UVA E A FALTA DE LUZ

A primeira terça-feira de correria total foi cheia de surpresas e boas inspirações para um cara que gosta de escrever como eu.
No caminho para a RedeTV! encontrei um casal de Porto Alegre que estava aproveitando o dia para conhecer São Paulo. Eles estavam passando férias em Maceió, o voo de volta fez conexão aqui em São Paulo e propositalmente programado deixaram bastante tempo entre um voo e outro para conhecer a terra da tempestade.
Na estação de trem eles me pararam e pediram uma informação. Dei algumas dicas de locais legais para conhecerem e eles me acompanharam durante uma parte do percurso até onde tinham que desembarcar. Fomos conversando e fiquei impressionado com a história deles. Os dois são donos de um sítio em uma cidade pequena próxima a Porto Alegre, no sítio eles plantam uvas que são vendidas para a produção de vinhos.
Eles perguntaram o que eu fazia. Contei. Foi então que ele me disse que o contato deles com computadores, internet, televisão era quase zero. A única coisa que costumavam assistir era a novela das 9 e o programa do Silvio Santos aos domingos. Levam uma vida simples, no campo, na natureza, sem a correria das grandes cidades.
Uma das coisas que mais impressionava o casal aqui era o corre corre das pessoas, a falta de tempo, a nítida imagem de nervosismo, de urgência... Eles desceram na estação desejada, foram muito simpáticos, agradeceram minha atenção e ajuda e sumiram no meio da multidão enlouquecida. Se não estivesse com o horário apertado teria acompanhado o casal e gravado uma videorreportagem.
Eu segui meu rumo. No fim da tarde choveu, aguardei a chuva passar um pouco e fui embora, estava inquieto porque tinha e-mail para responder, ligações para fazer e ainda atualizar o blog. Ao chegar no meu bairro percebi tudo apagado, a chuva já tinha passado, mas estava tudo na penumbra.
O bairro estava sem luz, um transformador explodiu e não havia previsão de reestabelecimento da energia. Fui informado pela minha mãe que a situação estava assim desde o final da tarde. Para ajudar acabou a bateria do celular. Fiquei isolado do mundo "virtual", no mundo "real" pouco me restava para fazer. Imediatamente lembrei do casal de Porto Alegre, resolvi desencanar de tudo, deitei no sofá, abri bem a janela , uma garrafa de vinho e fiquei olhando o céu. Por horas (a luz demorou 6 horas para voltar) esqueci de tudo, apenas relaxei, deixei o silêncio falar com meus pensamento, a escuridão iluminar minhas ideias e a tranquilidade ditar o ritmo dos meus batimentos cardíacos.
A luz voltou e atrapalhou o momento, mas tudo foi muito produtivo.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O SÍMBOLO PERDIDO

"Viver no mundo sem tomar consciência do significado do mundo é como vagar por uma imensa biblioteca sem tocar os livros."
Achei essa frase ótima, ela está logo no início do livro " O Símbolo Perdido" de Dan Brown. Foi bem curioso porque hoje agi e me senti como nesta frase e por acaso minhas atitudes me levaram a comprar o livro onde conheci tais palavras.
Fico incomodado quando não consigo aproveitar as oportunidades que surgem no dia a dia, fico inquieto quando sei que posso fazer algo mas acabo não agindo por diversos motivos. Muitas vezes isso acontece, vou vivendo sem tomar consciência, sem usufruir do que está diante de mim.
Uma vez, em uma aula na pós-graduação, uma colega usou um exemplo para ilustrar um tema discutido em aula e que também serve para exemplificar essa questão do "tomar consciência" das coisas. Ela argumentou sobre pessoas que vão aos shows ou viagens de férias e passam o tempo todo tentando registrar com suas filmadoras ou máquinas fotográficas os lugares ou melhores momentos. Ao mesmo tempo que elas enxergam a realidade por meio dos pequenos visores se esquecem de usufruir de tal oportunidade com os próprios olhos e com o coração.
É verdade isso que ela disse, ficamos tentando imortalizar um momento com nossos equipamentos, mas nos esquecemos de imortaliza-lo em nossos sentimentos.
Eu tenho um exemplo prático disso. Quando a Madonna veio ao Brasil no ano passado fui escalado para a cobertura. Não podia perder nenhum momento da popstar com a minha câmera. Em determinado momento eu percebi que não tinha visto a Madonna com meus próprios olhos, apenas por meio do visor da câmera. Foi então que parei de gravar e simplesmente fiquei olhando, ela chegou perto, sorriu e essa imagem, que não está registrada em nenhum arquivo digital ficou imortalizada na minha cabeça.
Hoje o dia foi assim, depois de uma reunião fui almoçar em um shopping na Paulista, passando por uma livraria me encantei pela edição ilustrada do livro "O Símbolo Perdido". Relutei um pouco, pensei na pilha de livros que ainda não li e se acumulam no armário aguardando uma folga ou oportunidade para serem lidos. Mas o momento pediu e então resolvi comprar o livro. Valeu a pena.

domingo, 16 de janeiro de 2011

CONFUSÃO ASTRAL

Na quinta-feira passada o mundo da astrologia ficou agitado quando o astrônomo Parke Kunkle defendeu a utilização de um novo zodiáco. Segundo ele, nos últimos tempos houve uma mudança no alinhamento da Terra o que consequentemente alteraria a data de alguns signos.
A mudança seria tão significativa que teríamos a inclusão de um novo signo no zodiáco, o Ophiuchus, também chamado de Serpentário.
Gosto dos astros, do estudo do alinhamento das estrelas e planetas, sempre fui muito curioso quanto a isso. Não sou daqueles que lê horóscopo de jornal porque sei como eles são feitos em algumas redações, mas já fiz meu mapa astral, já conversei com muitos estudiosos honestos do assunto e sei o quanto é sério tudo isso.
Meu signo é Libra e todas as descrições referentes a minha data de nascimento são perfeitas. Muitas vezes leio aqueles detalhes e vejo o quanto tudo aquilo bate com a minha personalidade, com a minha forma de agir.
Com essas mudanças, teoricamente fui dormir Libra e acordei Virgem. De cara não gostei, apesar de algumas coisas características do meu signo que não gosto, acho o meu signo bem interessante. Por curiosidade fui ler as características do meu "novo" signo para ver se tinha algo que pudesse estar alinhado com aquilo que eu sou. Não bateu nada.
Agora estamos vendo uma guerra entre os especialistas no assunto. A grande maioria não concorda com essa alteração, outros dizem que é preciso mais estudos para afirmar qualquer coisa.
No fundo, o que mais me chamou atenção nessa história é o quanto nossas crenças podem sofrer mudanças. Algumas nós aceitamos bem, outras, nem tanto. Fico imaginando se alguma descoberta mudasse conceitos religiosos por exemplo. Ou se ficasse provada a vida inteligente fora da Terra. Como reagiríamos diante de tais fatos?

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

HEREAFTER - ALÉM DA VIDA

Fui tentar relaxar um pouco e aproveitei para ir ao cinema, coisa que não fazia desde o meio do semestre passado. Estava na dúvida sobre o que assistir, mas já que a intenção era relaxar estava quase optando por uma comédia, porém resolvi atender a minha curiosidade aguçada sobre o filme Hereafter - Além da Vida.
Achei o filme muito bom, boa mistura de histórias fortes com cenas de tirar o fôlego, principalmente a sequência que retrata o Tsunami ocorrido em 2004 na Indonésia logo no começo do filme.
Basicamente o filme mostra a história de 3 pessoas que tem experiências diferentes diante da morte. Até então são histórias sem ligações entre elas, mas que reservam grandes surpresas.
Como disse antes achei o filme muito bom, em determinado momento ele fica um pouco arrastado, mas recupera o bom ritmo do começo e termina de forma interessante.
A direção é de Clint Eastwood, roteiro de Peter Morgan e tem no elenco Matt Damon, Cécile de France e Lyndsey Marshal. Abaixo o trailler do filme.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

A ORIGEM DO SPAM

Sempre empurram para nós algo que não queremos, é assim em todo lugar. Basta caminhar pelo shopping para chegar um vendedor que quer te empurrar aquele tênis que você não gosta. Quando não é no shopping é pelo telefone, são inumeras ligações oferecendo serviços que não precisamos e o pior, quanto mais dizemos não mais eles tentam nos empurrrar.
A internet também está cheia disso, uma chuva de coisas que não queremos empurradas por gente chata. O nome disso é SPAM, ou seja, uma coisa chata, indesejada, repetitiva e que não queremos.
Mas de onde surgiu o termo SPAM? SPAM na verdade é um acrônomo das palavras inglesas Spiced Ham, que em português significa algo como um presunto condimentado. Na Inglaterra o produto existe e é este da foto ao lado. Mas porque o tal presundo virou sinônimo de coisa indesejada.
A explicação está no vídeo abaixo dos humoristas inglêses do grupo Monty Python de 1969.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

SÃO PAULO: A HIDROCIDADE

Basta uma chuva mais forte para que São Paulo se transforme num caos. Alagamentos, sujeira, trânsito, prejuízos, doenças, mortes... Todo ano é assim, independente de ser verão ou não, o céu escureceu a água já começa a querer tomar o lugar das ruas.
Eu moro em um bairro que sofre muito, o Bom Retiro. Na região central da cidade, ao lado das margens do Rio Tietê, o bairro tem algumas ruas onde as enchentes fazem parte da vida dos moradores. Por sorte eu moro em um local do bairro onde isso não acontece, mas vejo o sofrimento de colegas e conhecidos.
Qual é o problema e onde está a solução? São vários problemas e por isso merecem várias ações para solucionar cada coisa. Não sou especialista em nada disso, mas não precisa ser para ver o que precisa ser feito.
O lixo toma conta da cidade, mas repare que nos locais mais problemáticos das enchentes é onde mais se vê lixo acumulado. São pilhas de madeiras, retalhos, lixo doméstico, móveis... tem de tudo. A prefeitura é ineficaz na coleta e a população não tem educação e consciência.
Essa semana li em vários locais a notícia de um casal que produziu apenas uma sacola de lixo durante um ano. Claro que da forma que vivemos é impossível não produzir lixo, mas também acho que produzimos muito lixo por bobagem e que há como diminuir essa quantidade de coisas que desprezamos e jogamos na natureza.
Outro problema é a falta de locais para a água escoar e também penetrar no solo. As margens do Tietê estão ocupadas por bairros, empresas, marginais... Problema antigo e de difícil solução, já que as marginais são as principais vias dessa megalópole.
Mas é muito triste presenciar moradores perdendo seus pertences, empresas tendo prejuízos, trabalhadores de braços cruzados sem poder voltar para casa. Pessoas que morrem afogadas ou soterradas nas áreas ameaçadas, áreas que estão lá o ano todo esperando uma solução que nunca chega...
O que mais revoltou em toda essa situação foi a declaração infeliz do governador Geraldo Alckmin que disse que não se resolve esse problema em 24 horas. Eu concordo com ele, esse é um problema crônico, estrutural da cidade, que necessita de ações integradas e constantes, investimentos altos... Pena que ele esqueceu que ele e os colegas de PSDB tiveram tempo suficiente para agir e fazer tudo o que fosse necessário para evitar esse caos. Em 24 horas é impossível mesmo, mas 15 anos foi tempo suficiente, não?

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

OBRA DE FICÇÃO: TOTÓ, PEDRO BIAL E RONALDINHO GAÚCHO

Não tenho dúvida que hoje, ou melhor essa semana, esses três nomes serão os mais citados em sites, blogs, portais, programas de televisão e afins... Ronaldinho Gaúcho, Pedro Bial e Totó. Três novelas diferentes que estão no fervor dos acontecimentos.
Vou começar pela novela ficcional de Silvio de Abreu, que está na reta final e pretende trazer fortes emoções e surpresas para os telespectadores ávidos por descobrirem o mistério proposto pelo autor. Como é bom escrever ficção, até mortos você pode ressuscitar e criar aquela sensação de surpresa no público.
Passione bateu seu recorde de audiência nesta segunda-feira e promete atrair ainda mais público com esse esquema certeiro do "quem matou?". Obra de ficção é assim mesmo mas em novela não esperam mais surpresas, normalmente o óbvio é o que acontece.
Outra obra de ficção, mas com ares de realidade começa hoje na tela da Globo, mais um BBB, o décimo primeiro, é muito BBB solto pelo mundo já. Como comentei por aqui algumas vezes não sou fã do formato do programa, mesmo porque ele não consegue ser aquilo que se propõe. Mas é impossível ficar indiferente a ele porque seremos bombardeados de todos os lados com informações, o que nos transforma em telespectadores passivos, assim como os fumantes passivos.
Não acho ruim com quem gosta, aqui em casa todo mundo vê. Também não sou daqueles que diz que assistir BBB emburrece, na verdade assistir televisão em qualquer horário causa a perda de neurônios.
Pedro Bial voltará a ser assunto entre as pessoas e confesso que ele é umas das poucas coisas que se salvam lá. Admiro muito o jornalista e acho que ele consegue de alguma forma colocar algo diferente no programa.
A última obra de ficção não poderia deixar de ser a contratação do Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo. Neste caso, diferente do Big Brother, não existiam vários participantes em busca de 1 milhão, existiam vários milhões em busca de 1 jogador.
Essa novela teve te tudo: intrigas, mentiras, amor, ódio e um irmão ganancioso. O autor disso tudo se perdeu diante de tanto dinheiro que acabou manchando a imagem do jogador, que já não é das melhores. Resta saber como será a continuação dessa novela, será que Ronaldinho vai resistir as baladas, ao encanto das cariocas, ao sol e calor do Rio de Janeiro?
Bom, agora vou abrir um livro para ver se encontro um pouco de realidade...
Foto: Jefferson Bernardes/ AFP

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

EU NÃO SEI

Eu não sei é uma frase muito temida pelas pessoas, tem gente que odeia admitir que não sabe sobre algum assunto, que não tem informações sobre algo, que desconhece fatos e acontecimentos.
Na vida nós mais não sabemos do que sabemos, por mais conhecimento que acumulamos durante nossa vida, ele ainda é muito pequeno diante da quantidade absurda e infinita da coisas que podem ser aprendidas.
Eu gosto de não saber de coisas, gosto de ser surpreendido por alguém com uma pergunta que eu não tenha a resposta, gosto de ficar com o interrogação na cabeça, com aquele vazio momentâneo que é a mola propulsora para uma reação instantânea e importante: a busca pelo saber.
Nós nunca vamos saber tudo, mesmo porque temos que criar prioridades de conhecimento devido as nossas necessidades, mas aprender nunca é demais, sempre vale a pena e o espaço para acumular esse conhecimento é imenso.
Acho que as pessoas não devem ficar envergonhadas pelo fato de não saberem de algo, elas devem aproveitar esse momento para ir atrás da informação e passar a saber sobre aquilo. A curiosidade também é fundamental para o conhecimento. Ir em busca de respostas é um exercício viciante e enriquecedor.
Acho que um dos motivos pela minha paixão pelo jornalismo é exatamente esse, aprender o que eu não sabia, conhecer o desconhecido, responder o que não foi respondido. Já fiz reportagens sobre os mais diversos temas possíveis nesses meus 11 anos de jornalismo e televisão. Das coisas mais absurdas as mais habituais, mas todo dia é uma surpresa, é um exercício de aprendizado incrível. Cada assunto, cada entrevista, cada personagem vai nos recheando de informação e conhecimento.
O acesso a informação e ao conhecimento está cada vez mais fácil, ainda não é o ideal, existem problemas estruturais, mas mesmo assim as pessoas tem as mais variadas fontes para suprir suas necessidades nessa busca incessante do saber. Não saber não é sinal de ignorância, ignorante é aquele que não quer ir em busca de tal conhecimento.
Sobre o que eu vou escrever amanhã? Eu não sei... e não saber é a grande chance de mergulhar nos jornais, conversar com as pessoas, ficar atento ao meu redor, assim tenho certeza que vou aprender algo e que poderei compartilhar aqui.

domingo, 9 de janeiro de 2011

ANTENA, O CAMARÃO E O RETORNO

Como é bom poder ter uma semana de total desapego das coisas habituais do dia a dia, daquilo que vai nos estressando, nos cansando e tirando nossa energia. Quando percebemos estamos esgotados no final do ano torcendo para um período sabático.
Tive minha oportunidade de relaxar pra valer. Nada que me lembrasse trabalho foi comigo, pela primeira vez em muitos anos fiquei tanto tempo sem acessar internet, sem ver meu e-mail, sem escrever aqui no blog. Vou dizer que não foi fácil, muitos assuntos, temas, inspirações surgiram para que algo fosse publicado.
Claro que nem tudo foram flores, a chuva atrapalhou nos primeiros dias, mas consegui pegar aquela cor de camarão. Por falar em camarão, ele foi o meu grande vilão. Eu adoro comer esse fruto do mar, mas descobri na quarta-feira que sou alérgico. Ainda bem foi só um susto que me deixou com algumas espinhas no rosto que já estão indo embora...
Mas as férias não seriam divertidas sem esses pequenos tropeços para que os amigos tirassem muito sarro, para que surjam piadinhas e desta forma nem percebemos o tempo passar.
O tempo passou rápido, a vontade de ficar mais um pouco era grande, mas a saudades de estar na ativa também era enorme. Agora é botar a mão na massa, voltar com tudo e fazer de 2011 um grande ano. Ligando as prensas!!!!!!

domingo, 2 de janeiro de 2011

UMA SEMANA DE DESCANSO

Eu pedi o ano passado todo por alguns momentos de relaxamento total, momentos para desligar a máquina trabalho e fazer com que o corpo e a cabeça só pensassem em lazer. Chegou esse momento.
O último ano foi de correria intensa, como você acompanhou em muitos posts que escrevi sobre o trabalho. Preciso dar uma pausa para que o cérebro se ocupe com outras coisas, preciso colocar as pernas para o alto e descansar longe da pressão do relógio, do celular, do nextel...
Por toda essa necessidade saio hoje de férias totais durante uma semana. Nada de twitter, facebook, e-mail, nextel desligado, celular só para o básico. Não vou levar notebook, não quero saber de computador, de câmera, de microfone, de edição...
Isso quer dizer também que este blog não será atualizado durante esse período. Parece pouco mas é uma eternidade para quem escreve quase que diariamente. Mas não deixe de visitar o blog mesmo assim, a sessão de vídeos tem muita coisa legal, tem muito post atemporal que pode ser lido a qualquer momento no tempo.
Agora vou para a praia descansar e voltarei com as baterias recarregadas para enfrentar uma jornada que promete ser pesada e cheia de trabalho nos meses que seguirão...
Volto em breve e cheio de energia...
Até mais!!!

sábado, 1 de janeiro de 2011

1.1.11

Fui olhar as horas quando acordei na manhã de hoje e meu celular indicava o dia: 1.1.11... Quanto número 1, isso é um indicativo ótimo pra quem precisa começar, pra quem quer construir algo e precisa do primeiro passo.
Para quem curte numerologia deve ser um prato cheio, uma data ótima para estimular e incentivar as pessoas. Eu particularmente gosto de números pares, não tenho o número 1 entre os meus preferidos e por isso pouca diferença faz.
Mesmo assim serve de empurrão para muitas coisas, 2011 pode ser uma ano de muitas realizações, da concretização de alguns projetos e sonhos e por isso vamos dar um passo de cada vez, mas sempre caminhando.
Não poderia deixar de comentar a posse da presidenta Dilma. Confesso que me surpreendi com o discurso dela, acho que se ela cumprir com metade do que disse já estaremos muito bem, mas na prática nem tudo é bem assim...
Mais uma vez a cerimônia da faixa foi feita de forma macarrônica. Em 2003 Lula deixou cair os óculos de FHC em uma cena digna de Trapalhões. Hoje, a ex-primeira dama Dona Marisa, em um gesto rápido tirou a faixa do marido, que também de forma rápida colocou em Dilma e quase que todos perderam o gesto mais simbólico da transição presidencial.
Assim como a data de hoje indica, espero que a presidenta Dilma faça um bom governo e leve nosso país ao desenvolvimento. Temos que apoiar, fiscalizar e protestar se necessário.
Quando voltar de férias conto aqui sobre o dia em que estive com o presidente Lula para uma entrevista. Uma história bem divertida e que quase foi traumática também.
Enfim, que tantos números 1 tragam uma perspectiva de um grande começo de ano...

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO