quinta-feira, 30 de junho de 2011

CUIDADO COM AS FONTES

Essa semana aconteceu um fato que até pode parecer engraçado e curioso para muita gente, mas é extremamente perigoso quando falamos de jornalismo e informação. O promoter e repórter Amim Kadher teve sua morte anunciada por grande parte da mídia na manhã de terça-feira.
A notícia começou a circular no twitter, por intermédio de um grande amigo do Amim, o David Brasil. A coisa começou a espalhar, os boatos começaram, achismos aqui, achismos ali e então a mídia "profissional" embarcou na história. Pouco tempo depois a emissora para o qual Amim trabalha também interrompeu a programação do programa "Hoje em Dia" para anunciar a morte.
Tudo estava muito estranho porque os jornalistas do canal afirmavam que várias fontes haviam confirmado a morte. Falaram de trajeto de corpo, local de enterro e velório, da família e tudo mais. Não tinha como imaginar que Amim não estivesse morto, os jornalistas afirmaram que inúmeras fontes confirmavam a morte.
Senti que alguns veículos online estavam em dúvida. Pelo twitter, por exemplo, o perfil oficial do Estadão não publicou uma nota do próprio portal e apenas retuitou a informação dada por um outro veículo do Rio. Pouco tempo depois Amim aparece na praia, tranquilo e vivo.
Os portais logo trataram de corrigir a informação, David Brasil foi acusado de fazer pegadinha e piada de mal gosto na web e a TV Record colocou o ex-morto ao vivo no programa do Datena.
Começou então uma tentativa de jogar o peso do erro da informação nas costas da internet, do twitter e das coisas falsas que circulam na rede. Claro que essas coisas são terríveis e sem a menor graça, mas onde está a lição básica do jornalismo em checar a informação e tomar cuidado com as fontes.
Foi ao ar, não sou eu que estou inventando, mas ouvi centenas de vezes os jornalistas afirmando que diversas fontes confirmaram a morte do Amim, (o segredo de anonimato da fonte é uma garantia) mas deviam tirar uma satisfação séria com elas, isso se realmente foram ouvidas tais fontes, já que na briga pelo clique e pela audiência ser o mais rápido é uma grande vantagem.
Foi um dia vergonhoso onde o Amim (ainda bem) estava vivo, mas o jornalismo definhava em uma cama de UTI.
Obs: estava para terminar este texto desde terça, mas na correria passou, mas nunca é tarde. Fui estimulado pelo ótimo post do blog Sensacionalistas, para ler o texto deles clique aqui.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

ALMOÇO VEGETARIANO

Somos ignorantes em muitas coisas, aliás, na maioria delas. Não conhecer algo não é demérito para ninguém, é impossível acumular tanto conhecimento diante de tantas coisas.
Quando falavam de comida vegetariana logo vinha a minha cabeça a imagem de um prato repleto de folhas. Pronto, essa era a minha visão ignorante sobre esse tipo de refeição. Obviamente sabia que a comida vegetariana era muito saudável e interessante, principalmente pela filosofia de quem se alimenta dessa forma.
Um pré-julgamento equivocado sempre me afastou desse tipo de alimentação, mesmo sabendo de suas vantagens. Ok, nós humanos somos tortos e sempre encontramos uma desculpa para não fazer algo, eu encontrei a minha dizendo que a comida era ruim, não enchia o estômago e que sempre iria sentir a falta do bacon.
Desafiado pela minha amiga da pós Janaina Birck, que é vegetariana, fui hoje almoçar em um restaurante especializado nesse tipo de culinária, também esteve conosco a Candice Frederico da nossa turma da pós. Fomos ao restaurante Apfel que fica na região dos jardins. Apfel quer dizer maça em alemão (olha só a apple me perseguindo até na alimentação) e o local é muito aconchegante, com uma decoração simples e de bom gosto. Bom gosto também se faz presente na trilha sonora que dá um toque de leveza ao ambiente, ótima seleção musical.
Mas o objetivo era a comida e por isso estava curioso para provar os pratos tradicionais. Não tenho frescuras para comer e não fico com medo de provar novos alimentos e combinações de sabores.
Queimei a língua, no sentido figurado. Com uma consultoria gastronômica e precisa da minha amiga Janaina pode provar coisas bem saborosas, comidas leves mas que satisfazem o estômago e o paladar. Como sou fã de comida certamente o cardápio vegetariano entrará na lista de opções do Antena.
Falar em virar vegetariano já é outra história. Ser vegetariano vai muito além dos alimentos e isso depende de uma série de transformações. Acho muito legal quem tem essa filosofia e gostaria de ter essa força pra conseguir mudar meus hábitos. Quem sabe um dia?
Almoço diferente, com paladar novo e ótima conversa com pessoas muito agradáveis. Valeu Janaina pelo desafio!!

BOAS RISADAS

Falou em reunir os amigos, beber e comer algo gostoso e ainda dar boas risadas é comigo mesmo. Não importa o frio que esteja fazendo (e tá muito frio aqui em SP), pode me chamar sempre que raramente eu vá furar. Semana passada foi uma "reunião" mais fechada com as meninas do meu grupo, hoje foi com toda galera da pós.
Esse já é o segundo encontro oficial da turma, no primeiro uma tempestade daquelas impediu que muita gente fosse, hoje o frio também afastou alguns, mas mesmo assim foi interessante. Reunir as pessoas é sempre bom porque conversas surgem, novas conexões são formadas e sempre há uma nuvem de boas ideias circulando.
Hoje foi uma noite para rir e confesso que estava precisando desopilar o fígado. Sempre lembro disso por causa do meu trabalho de conclusão de curso na faculdade, fiz um documentário sobre o Riso (não sei se já escrevi sobre ele aqui no blog, se não ainda escreverei).
No papo hoje tivemos a presença do jornalista e blogueiro lá de Belo Horizonte, Wander Veroni. Conheço o Wander e o blog dele há algum tempo, sigo o Café com Notícias e sempre leio as postagens dele. Reciprocamente ele também é um leitor aqui do Mural e normalmente trocamos informações no twitter. Ele veio para um congresso de jornalismo e está na casa da também blogueira Letícia Castro.
Por falar em blogs é interessante ver que essa produção tem ganhado atenção dos jovens jornalistas. Vale citar aqui a boa ideia da minha colega Fani Moraes que criou o blog "Cozinha para 1" e ainda existem outras boas ideias circulando. Tem muita gente talentosa nessa turma e que esteve hoje por lá, a Candice Frederico está ligada ao mundo da dança e artes e a Janaina Birck é uma documentarista de mão cheia. Não posso esquecer o nosso professor Pedro Ortiz que conduziu muito bem a disciplina no semestre.
Enfim, muita gente legal e cheia de criatividade reunida e dando boas risadas com as histórias que sempre surgem. Este blogueiro que vos escreve está em dívida com três moças - Camilla, Fernanda e Vivian - que merecem e terão publicado um post falando sobre as três mosqueteiras do bom humor...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O MOUSE NERVOSO

Estava aqui filosofando sobre a produção de vídeo para a internet, independente do gênero (jornalístico, documentário, entretenimento e etc) e existe uma gama de caminhos que até assusta.
Paralelamente a esse pensamento fiquei aqui confabulando comigo mesmo sobre a paciência das pessoas em parar por alguns minutos diante do computador e conseguir ver um vídeo inteiro sem alguma interferência. Entenda por interferência a própria falta de paciência da pessoa...
É muito comum assistirmos vídeos com a mão no mouse e prontos para adiantar o conteúdo. Um vídeo de cinco minutos e possível assistir em dois no máximo com essa técnica, mas fica a pergunta: você realmente assistiu aquilo?
Muito conteúdo certamente ficou naquele vácuo criado e não tivemos conhecimento sobre ele. Então podemos pensar "vamos fazer vídeos cada vez mais curtos porque isso vai fazer com que a pessoa veja tudo sem perder nada". Será?
Bom, tudo tem a sua necessidade e importância. Há vídeos que podem ser curtos, como outros precisam de mais tempo para desenvolver o assunto. Tempo também não e sinal de qualidade e quantidade de conteúdo.
Creio que estamos ficando com o sintoma do mouse nervoso. Queremos clicar, avançar, concluir, salvar tudo da forma mais rápida possível. O mouse é um alucinado que dá choque e ao encostar nele aceleramos nossos batimentos e temos a sensação de que o mundo ao redor acelerou junto e não podemos perder tempo.
Faça um exercício e tente ver esse belo vídeo com calma, sem acelerar, sem fechar antes de concluir, apenas assista e aproveite porque são belas imagens...

The Unseen Sea from Simon Christen on Vimeo.

domingo, 26 de junho de 2011

AS VALENCIANAS - PADDOCK GIRLS

Engraçado os extremos que tem ocorrido nas minhas postagens das paddock girls esse ano. Até agora as mais belas garotas do grid foram as da Austrália (na minha opinião). As outras eram bonitas, mas achei que faltava algo. Corrida boa e as moças chamaram pouca atenção.
De certa forma acabou passando batido porque as corridas esse ano foram sensacionais, ótimos pegas, batidas, rivalidade... Nesse GP da Europa que acontece em Valência na Espanha, as moças ganharam mais destaque. O clima (parecido com o de Mônaco) propicia um visual mais leve e moças mais sorridentes. Elas estavam lindas mesmo e podem ganhar mais linhas desse post porque a corrida mesmo foi muito chata, a mais chata desse ano.
A seleção das garotas acertou nesse grande prêmio, lindas, simpáticas, atraentes... Basta ver nas fotos abaixo.
Bom a corrida não foi legal. A pista não favorece mesmo, o traçado é interessante mas impede disputas e ultrapassagens. Mesmo podendo usar a asa móvel em duas retas do traçado pouco se viu vantagem no uso delas.
Também houve a proibição no uso do mapeamento do motor, tudo para frear Vettel, mas não adiantou e ele ganhou novamente . Fica claro que a RedBull tem vantagem, mas não consegue mais abrir largas distâncias e correr tranquila. A Ferrari mostrou bom desempenho e Alonso foi o segundo e a mesma Ferrari errou nos boxes e acabou tirando uma boa chance de Massa, que ficou apenas em quinto. Webber completou o podium seguido de Hamilton.
A McLaren teve um desempenho fraco, até causando certo espanto... Destaque ara Alguersuari que conseguiu colocar a Toro em oitavo. Barrichello chegou em décimo segundo, conseguindo se manter bem na frente de carros mais rápidos que o dele...
Difícil tirar esse título do Vettel e espero que as corridas chatas não se repitam, mas as paddock girls de Valência conseguiram abafar o marasmo da pista.





sábado, 25 de junho de 2011

LUZES QUE DANÇAM

Aliar uma boa ideia, criatividade, tecnologia e talento traz resultados incríveis. Não é fácil juntar todas essas qualidades e possibilidades, por isso o trabalho em grupo, nessas horas, é fundamental para que a aptidão de cada um seja somada para um resultado muito interessante.
O vídeo que você vê abaixo é um exemplo disso. O programa "America's Got Talent", da rede americana NBC revela muitos talentos, assim como a versão inglesa (aquela que transformou Susan Boile em um fenômeno na web) e até a versão brasileira que foi inspirada no mesmo formato e resultou no "Qual é o seu talento?" no SBT. Hoje são muitos programas no estilo que fazem parte da programação em muitos países no mundo.
São programas interessantes, apostam também em candidatos engraçados e esquisitos, mas normalmente aparece realmente alguém (ou um grupo talentoso). É o caso deste vídeo.
A ideia é simples, mas de execução complexa, já que tudo depende de um software desenvolvido para comandar a performance das luzes. O talento dos dançarinos também é fundamental para que a coreografia tenha sincronia perfeita com o computador. É muito legal e o resultado final é muito interessante.
Melhor do que ficar descrevendo é assistir ao vídeo. Confira!!!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

MONOGRAFANDO

Nesses últimos meses tenho comentado muito aqui no blog e nas redes sociais sobre a minha monografia. Na verdade tenho relatado sobre a correria, entrevistas e tempo dedicado ao trabalho que estou realizando, mas ainda não escrevi profundamente sobre ela.
Muita gente tem me perguntado sobre o trabalho, quais caminhos estou trilhando e o que tenho conseguido. Claro que não dá pra colocar em um post curto tudo o que estou pesquisando, como cada fonte tem colaborado e quais conclusões estou chegando. Aliás conclusão é uma coisa muito complexa se falando de um assunto que está no olho do furação.
O tema da minha monografia é a videorreportagem na internet. Esse formato de produção de jornalismo audiovisual que cabe muito bem para os padrões da web, tanto de recursos quanto de linguagem. Eu estou começando a escrever o miolo do projeto, a parte onde discuto essa produção audiovisual na web e quais os caminhos que ela está percorrendo e para onde ela possivelmente possa ir.
O complexo de escrever sobre esses assuntos é que eles são "líquidos", toma formas diferentes a cada momento, nada é estático, pronto, preciso e certeiro quando falamos de web e ainda mais dessa produção em processo de descoberta, crescimento e auto-afirmação.
Isso é complexo porém muito prazeroso e trabalhoso. Já conversei com muitas pessoas ligadas ao tema e isso tem contribuído bastante para esse entendimento. O tempo é curto para a conclusão, mas nesse caso o pouco tempo até joga a favor. Caso contrário, ou seja, com mais tempo, a chance de mudanças sobre aquilo que estou escrevendo ficam maiores e a cada momento mais variáveis podem aparecer e alterar a linha de raciocínio (que já mudou algumas vezes desde que comecei a escrever o trabalho).
Paralelamente ao trabalho escrito estou gravando todos esses depoimentos que serão condensados em uma videorreportagem de metalinguagem. Estou gostando bastante dessa experiência de pesquisa acadêmica onde posso me aprofundar em assuntos que gosto muito e estão intimamente ligados com o meu dia a dia profissional: jornalismo, reportagem, a videorreportagem, televisão e web.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

CHEGOU O INVERNO

São Paulo tem dessas coisas, começou o inverno com tempo relativamente quente, bem mais quente do que as semanas anteriores que tivemos um frio bem chato e rigoroso. A previsão é de que o tempo se mantenha bom nesse feriado, mas é bom confiar desconfiando sempre. Logo bate um vento do Oceano e então os termómetros voltam a cair.
Eu não gosto de frio por vários motivos. O primeiro é o reflexo imediato na questão física: gripe, pele ressecada, boca descascando e parece que tudo começa a jogar contra quando você olha no espelho.
Odeio também ter que usar muita roupa, ou seja, casacos, várias camisetas, roupa pesada. Isso me atrapalha profissionalmente. Preciso me movimentar para operar a câmera, microfone, fazer as entrevistas e a quantidade de roupa limita o movimento, mas é inegável que as pessoas ficam mais elegantes.
Tem também aquela sensação das pessoas ficarem mais introspectivas, mais interiorizadas, se fecharem mais. O inverno é triste, melancólico, porém necessário...
Só por curiosidade lembrava que tinha escrito algo sobre o inverno nos anos anteriores. Achei o texto, mas eu escrevi quando o inverno tinha acabado, desta vez escrevo no seu início...

segunda-feira, 20 de junho de 2011

TÚNEL DO TEMPO

Hoje tive dois momentos de viagem no tempo. O primeiro foi a presença em um local que frequentava muito e o segundo foi ver uma foto antiga.
Na correria do dia a dia acabamos passando feito tratores por certas ocasiões, lugares, momentos e eles são importantes, nos fazem reviver coisas que normalmente foram marcantes nas nossas vidas.
Voltando para as lembranças de hoje. Passei por uma esquina onde conheci uma pessoa que amei e fiquei lá por uns bons minutos lembrando de quanta coisa vivi naquele trecho de rua. Histórias engraçadas, amizades construídas, o coração batendo forte antes de cruzar uma porta... Foram bons anos indo diversas vezes ao mesmo lugar com vários objetivos diferentes e com tantas coisas na cabeça e no coração. Assim que passei por lá foi inevitável parar, fechar os olhos e reviver mentalmente aqueles instantes...
Bom, abri os olhos e voltei para casa e minutos antes de começar a escrever vejo uma foto postada no Facebook. Viagem no tempo, uma foto de 1991. Aquelas fotos posadas de escola, com toda a turma e professores, era na 3ª série...
Mais uma vez foi o estopim para voltar no tempo, lembrar das pessoas, ver como algumas deles mudaram, relembrar de brincadeiras, de amigos, de aulas, do cheiro do lugar, da sensação de liberdade (apesar do rigor do colégio). Éramos livres, as preocupações eram na geografia, na matemática, na prova, em fugir da Ivani, na lição de casa, nada de tão grave quanto as preocupações que temos hoje.
Como era bom.. e a cada foto que surge mais lembranças explodem, mais momentos, mais saudades de um tempo em que éramos felizes pra valer (sou muito feliz hoje, mas naquela época era diferente)...
Acho que está fácil me achar na foto, mas não procure por alguém de óculos, eu era livre deles nessa época. Mas para quem não encontrou sou o segundo da esquerda para direita sentado no chão. Em tempo, quem postou a foto foi a amiga Fernanda Bottini...

sábado, 18 de junho de 2011

O TROLL

Odeio esquecer sobre o que vou escrever, estava com um outro tema na cabeça, mas pela correria que estava aqui acabei deixando fugir o assunto. Então comecei a ler algumas coisas e me lembrei dos trolls.
Para minha surpresa ainda não escrevi exatamente sobre eles, mas achei que já tinha o feito. Pesquisei e vi que estava enganado, então vou aproveitar o momento, que é oportuno, e escrever sobre essas figuras irritantes, porém necessárias e inevitáveis na web.
Para começar é bom conceituar o troll. Troll é aquela figura que gosta de irritar, que normalmente tem um argumento ralo sobre alguma coisa mas não abre mão desse argumento. Gosta de provocar e num debate faz de tudo para tirar você do sério. Nunca usa argumentos, prefere ofender, te denegrir, te colocar em situações tensas.
Não tem como se evitar um troll, mas há formas de não cair na provocação deles. A primeira delas é evitar o embate. É fácil perceber quando uma pessoa vem até o seu blog, twitter e facebook para te desestabilizar. Por isso não entre na discussão, ignore e siga em frente, o troll precisa de você para que a trollagem dê certo.
Mas quando não aguentamos e batemos de frente então você certamente ficará nervoso. O troll é sempre do contra. Se você fala que o Sol é amarelo ele vai dizer que é laranja, se você concorda que é laranja ele vai dizer que é vermelho e nunca chegará em um ponto comum.
Os trolls estão por aí em toda parte, pode ser até gente que você conheça. Tive pouco problema com trollagem aqui no blog, mas sempre estou atento. Eles até são importantes, pois muitas vezes te fazem ver coisas que nem sempre estão claras, mas fica a dica: nunca entre na provocação, você sempre sairá nervoso por nada.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

DATENA NA RECORD

Gostem ou não o jornalismo mais "enérgico" com forte apelo popular sempre esteve em evidência. Depois que o Aqui Agora, na década de 90, ocupou a faixa das 18 horas, nunca mais tivemos um começo de noite sem algum telejornal do tipo na faixa horária.
Seja no SBT, na Record, na Band as experiências sempre estão no ar e há mais de 20 anos o ciclo se repete. Um programa começa, dá muita audiência, ela estaciona, caí, chega a números muito baixos e as emissoras tiram do ar. Tempos depois eles voltam, dão muita audiência, estacionam, voltam a cair até serem tirados novamente e assim vai acontecendo.
A troca de apresentadores desses programas também é muito comum. Lembrando alguns dos nomes que já tiveram na frente em várias emissoras: Cristina Rocha, Ivo Morganti, Ney Gonçalves Dias, João Leite Neto, Datena, Marcelo Rezende, Milton Neves entre outros...
O programa Brasil Urgente, da Band, sempre foi muito bem de audiência, com aquelas fases que já citei, mas nunca saiu do ar. Datena, na frente da atração, consegue tirar bons pontos na briga da vice-liderança entre Record e SBT, tanto que já foi sondado inúmeras vezes por Silvio Santos para trabalhar na emissora.
Recentemente a Record viu que ressuscitar o Cidade Alerta pode ser uma solução para alavancar os índices do final de tarde e começo de noite. Mas a tática só teria efeito tirando o principal concorrente do ar e levando de volta para a emissora. Então oficialmente Datena se desligou da Band e deve assumir em breve o Cidade Alerta na Record.
Há pouco tempo o SBT tentou ressuscitar o Aqui Agora sem sucesso. O grande erro foi não ter colocado o apresentador certo na atração (aposto que se fosse o Datena o programa ainda estaria no ar). Esse tipo de programa está intimamente ligado a figura do apresentador. Foi o erro do SBT e me parece o acerto da Record.
No lugar de Datena entra Luciano Faccioli, figura carismática, de tom mais leve e bem humorado. Muito provavelmente o público vai se dividir e talvez favoreça Globo e SBT, mas isso só veremos depois de algumas semanas dos dois programas concorrendo.
Essa mudança pode gerar um certo efeito dominó. Quando uma peça se mexe no tabuleiro as outras se agitam, ficam tensas e outras mudanças podem ocorrer em breve, muito parecido com um terremoto. Vamos aguardar as réplicas...

quinta-feira, 16 de junho de 2011

A TENTAÇÃO DA MAÇA - PARTE 2

Em novembro do ano passado escrevi o texto "A Tentação da Maça", falando sobre esse encantamento que os produtos, no meu caso os computadores, da Apple despertavam nas pessoas. Eu havia escrito aquele texto por um motivo muito real.
Meu notebook não dava mais conta de editar meus trabalhos e ele estava pedindo água. Precisava comprar uma máquina melhor, mas máquina melhor significa grana alta e não estava em condições de bancar algo muito caro até então. Estava fazendo outros investimentos e o computador não estava nos meus planos.
Uma certa urgência me fez comprar um bom computador, mas que não era tão adequado assim para fazer as coisas que precisava. Paguei barato, a máquina é boa, mas não me atende com eficiência. Em 6 meses ela também pediu água e novamente fez brilhar a maça.
Agora é um caminho sem volta, não vou mais resistir a essa tentação, vou abocanhar a maça de vez sem medo de qualquer punição divina.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ECLIPSE TOTAL DA LUA

Quem acompanha este blog mais de perto já notou que assuntos relacionados ao espaço, ao universo, ao céu me atrai bastante. Sempre escrevo sobre as viagens espaciais, sobre os astronautas, sobre sites relacionados a astronomia e assim por diante.
Hoje é um desses dias interessantes para quem gosta de tudo isso ou simplesmente para quem gosta de uma bela imagem. Teremos o mais longo eclipse total lunar dos últimos tempos, ótima oportunidade para ver a Lua totalmente escura por causa da nossa sombra.
Brasil,Argentina e Uruguai terão facilidade para ver o eclipse neste princípio de noite. Aparentemente o céu em São Paulo vai ajudar, por enquanto aqui na minha região está tudo limpo, mas São Paulo é São Paulo, não dá para prever nada.
Fique atento ao relógio,às 17h22 começa o fenômeno que deve encerrar por volta das 23 horas. Vou tentar fotografar e atualizo o post com minhas fotos...

FURA BOLO

Eu nunca decorei direito o nome de cada dedo. Sabe aquela coisa para a criança aprender cada um dos dedos, tipo mindinho, seu vizinho, pai de todos e tal... Então, sempre me lembro do tal de fura bolo. Nas redes sociais, no trabalho, na vida o fura bolo vive aparecendo.
O fura bolo é aquele dedo que vem te sacanear, é o troll dos dedos. Tá tudo legal, você todo feliz com uma coisa e ai vem o fura bolo e pronto, azeda o leite. Exemplos são vários, eu mesmo já tive vontade de quebrar vários fura bolo.
O maldito dedo tá lá na família. Você se esforça, é um cara legal, ajuda os familiares, mas aí vem aquele primo espírito de porco, que não vale nada e rouba a cena, chama a atenção de todo mundo com alguma coisa inusitada e você se torna invisível diante dos olhos dos outros.
No trabalho também tem muito desse danado. Você se esforça, faz projetos interessantes e na hora de levar para a diretoria vem ele, com o dedo afiado, toma a dianteira, chama o chefe para um café e ainda colhe os louros da vitória. Se você tenta denunciar o fura bolo é capaz de ser jogado na fogueira do inferno e é taxado de invejoso.
Nas redes sociais também, você começa a conversar com alguém, cria uma amizade, descobre pessoas legais e aí surge um dedo no meio. Tira a atenção, leva o papo para outra esfera... Claro que nada contras as pessoas conversarem, mas existe um histórico, um motivo para que eu ache uma pessoa legal. mas o dedo não quer saber, você disse que é legal ele vai lá, te dá aquele chega pra lá e você fica perdido diante (em muitos casos) de dedos enlouquecidos procurando o próximo bolo.
Cade o seu vizinho para matar esses piolhos? Desse jeito o pai de todos acaba ficando mindinho com tanta interferência do fura bolo.

terça-feira, 14 de junho de 2011

AS CANADENSES - PADDOCK GIRLS

Choveu, esfriou e as modelos canadenses ficaram ofuscadas diante desse tempo feio e de uma das melhores corridas dos últimos tempos.
Antes de falar sobre o que rolou quero agradecer a quantidade de pessoas que mandaram e-mails e manifestações me alertando para a postagem das paddock girls. Tive problemas com o meu computador e isso me atrapalhou um pouco por aqui. Mas mesmo com certo atraso o texto será publicado.
Como disse anteriormente as moças ficaram ofuscadas nesse final de semana. A roupa não ajudou, o tempo não ajudou e nem a corrida ajudou. Tudo contribuiu para que as moças do grid sumissem em seus vestidos reservados e brancos. Mas elas ainda são lindas...
Vamos a corrida. Muita coisa aconteceu e confesso que fiquei meio perdido. Choveu e a largada foi em bandeira amarela (frescura total), dava pra largar do jeito tradicional, mas tudo bem. O destaque da primeira parte foi o Hamilton maluco. Gosto dele, do estilo brigador, mas o cara tá perdendo a mão, ou o pé.
Vettel se manteve sempre na frente. Kobayashi sem trocar pneus em segundo e Massa em terceiro (vinha bem até então). Button e Webber lá atrás devido a batida com Hamilton e o resto sempre na mesma...
Ai choveu pra caramba. Bandeira vermelha. Volta todo mundo junto depois de duas horas parados e ai foi a vez de Alonso cair fora. Shumacher resolveu mostrar serviço, pulou pra segundo. Massa bateu sozinho, voltou lá atrás... Até que a pista secou. Button calçou pneus pra pista seca e mandou bala, passou muita gente até colar no motos do Vettel na última volta. O alemão tinha pneus em estado crítico e também não aguentou a pressão, errou em uma curva e Button venceu. Massa foi sexto e Rubinho nono novamente.
Disse isso no twitter e repito, Button teria vencido em Mônaco caso não tivesse a bandeira vermelha, da mesma forma como venceu no Canadá.
Bela corrida, cheia daquilo que o torcedor gosta e com uma ponta de esperança para esse campeonato até então fácil para Vettel. A Red Bull não tem bom carro nos trechos finais de corrida.
Abaixo as canadenses...



domingo, 12 de junho de 2011

DIA DOS NAMORADOS

Estou a três anos seguidos sem comemorar o dia dos namorados. Claro que eu gostaria de hoje poder fazer uma surpresa especial para alguém, de comprar um presente, de ver um sorriso brilhando com algo inesperado. Gostaria... vai ficar apenas na vontade, mas tudo bem...
Este ano está estranho, na redes sociais o número de pessoas solteiras parece que cresceu, já que há muita gente falando sobre a sua situação de solteiro. Uns reclamam, outros desdenham, tem os que tiram sarro, mas na verdade a data mexe bastante.
Conheço pessoas que ficam ansiosas esperando o que o namorado vai programar para o dia, já tem outras que preferem a tranquilidade de casa e apenas curtir a companhia. Como estou dispensado das minhas funções de namorado pude me preocupar em observar essas pessoas sem me preocupar com o que fazer.
Eu acho legal quem aproveita a data para dar aquele upgrade no relacionamento, um momento de reafirmação e comprometimento que deve ocorrer sempre, mas que na data pode ter um significado mais impactante. Quando falo em upgrade não significa dar um passo mais sério (noivado, casamento), mas reforçar para a outra pessoa que ela é especial para você.
Obviamente, como disse no começo, gostaria de hoje comemorar essa data de forma mais efetiva. Mas sem namorada teria que homenagear todas as mulheres que povoam o meu imaginário e isso me daria muito trabalho (essa é a única vantagem, posso amar mais de uma mulher sem culpa). De qualquer forma elas merecem um grande beijo!!!

sábado, 11 de junho de 2011

AS FESTAS JUNINAS

Frio, nevoeiro, aquela falta de vontade absurda de sair da cama e claro, as festas juninas. Chega essa época do ano e começam a pipocar inúmeras festas pelo país.
Tem aquelas festas mais pomposas, com mega shows, com barracas recheadas das mais diferentes e deliciosas comidas típicas da época. Já cheguei a ir em uma festa junina em um hotel luxuoso onde tudo aconteceu em um salão acarpetado. Foi muito estranho ver as barraquinhas, as comidas, as danças em um salão luxuoso.
Mas eu gosto mesmo das pequenas festas, aquelas que acontecem em ruas pequenas em bairros de São Paulo. Elas sim tem charme, tem aquela sensação de comemoração, as comidas nem sempre são tão variadas quanto em outras festas, mas são sempre deliciosas.
As festas de bairro ainda carregam um pouco daquela tradição das festas de São João, mas elas estão cada vez mais em extinção. Uma pena...
Hoje vou em uma festa do colégio onde estudei. Aproveito a data para reencontrar amigos, ex-professores e gente que é aqui da comunidade do bairro. Um momento bom para colocar o papo em dia e ainda saborear coisas gostosas.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

O NOME DO PAI

Quando se trabalha em televisão muita gente procura você para dar dicas, falar sobre um problema, protestar sobre algo errado, pedir uma ajuda ou simplesmente contar uma história. Tem vezes que te pedem até pra ajudar a instalar a televisão, mas a gente engole seco e finge que tudo bem...
Essas histórias chegam aos montes e em 11 anos de televisão já ouvi muita coisa. Hoje uma história me chamou atenção e vou ver se posso ajudar. Ainda não vou revelar nomes e nem me aprofundar muito na história porque preciso checar direito as informações para ajudar essa pessoa.
Um adolescente me adicionou no Facebook essa semana, fato normal e nem estranho quando é alguém que não conheço já que muita gente que segue esse blog me adiciona por lá e gosto muito dessa interação. Mas olhando os detalhes da pessoa não pude deixar de notar um fato curioso: a lista de amigos dele estava repleta de "Antenores".
Meu nome não é comum, eu mesmo conheço poucos pessoalmente. Uma lista de amigos com mais de 15 "Antenores" era muito curiosa, no mínimo. Como ele não se manifestou mesmo depois de alguns dias resolvi perguntar quem ele era e o porque de tantas pessoas com o mesmo nome.
A história que ouvi me comoveu e me deixou bem inquieto. Antenor é o nome do pai do rapaz que ele nunca conheceu. Ele quer conhecer esse pai e achou que adicionando os "Antenores" espalhados pelo mundo virtual poderia encontrar o pai dele.
Antes que você pense, não, eu não sou o pai, um nome a menos na lista dele. Pedi para que o garoto me enviasse o maior número de informações que ele tinha sobre o pai e os detalhes da vida dele. Prontamente ele me enviou para o e-mail e agora tentarei ajudar. Vou contando por aqui o andamento dessa história...

quinta-feira, 9 de junho de 2011

ARROZ DE PUTA

Sabe quando você está com muita fome, precisa comer e então você tem como opções coisas que dão muito trabalho e levam tempo para ficar prontas ou sair catando tudo o que tem na geladeira, os restos e misturar tudo pra ver no que dá?
No interior costumam dizer que um arroz cheio de coisas, como ervilha, milho, alguns legumes, carnes que sobraram e tal é o famosos arroz de puta. Hoje o texto está como esse arroz. Tenho vários assuntos para falar aqui, mas a maioria vai me exigir uma concentração grande e atenção redobrada, por isso deixo esses assuntos na prateleira por enquanto. Resolvi fazer o catão geral na geladeira de outros assuntos e misturar tudo aqui nesse post.
Tanta coisa acontece nesse mundão que as vezes nos sentimos incapazes de acompanhar a velocidade das coisas e realmente somos incapazes. Agimos no reflexo, o efeito retardado dos fatos...
O Palocci saiu fora, já era hora. Que vergonha ter que sair pela porta dos fundos em dois governos. Mas o pior não é sair duas vezes, é ser chamado pela segunda vez. Se houve um problema no primeiro governo, porque trazer a pessoa novamente e correr o risco, essas amizades são tão comprometedoras. Entrou a Gleise Hoffmann, aparentemente uma mulher firme e que espero dê ordem na casa... civil. O casinha bagunçada essa...
Do outro lado do quarteirão, lá no STF (Supremo Tribunal Federal), Cesare Battisti conseguiu a liberdade ao ter seu pedido de extradição negado pelos Ministros. Ele saiu feliz da cadeia direto para a casa de um amigo, mas lá na Itália a notícia não caiu muito bem...
E o Vasco hein? Depois de 8 anos ganhou alguma coisa, foi por pouco mas ganhou e é o novo campeão da Copa do Brasil. Parabéns aos Vascaínos que agora terão a chance de disputar a Libertadores em 2012. Por falar em futebol o Ronaldo se despediu da Seleção Brasileira. Muito legal a homenagem e o reconhecimento pelo que ele fez nos gramados com a amarelinha.
Para encerrar, depois de 25 anos, Eduardo e Monica finalmente ganham forma e se tornam ainda mais vivos no nosso imaginário. Confesso que na minha cabeça eles eram diferentes, mas evidentemente a adaptação para a modernidade e para vender a Vivo tinha que dar uma outra cara. Achei que ficou muito legal e foi realizado de forma brilhante pela O2 Filmes.
"Quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração...". Veja o resultado abaixo...

quarta-feira, 8 de junho de 2011

NA ESCURIDÃO

Ontem caiu aquela chuva em São Paulo. Tempestade forte, com muito vento, raios, trovões... a mistura perfeita para transformar a cidade em um caos. Eu estava ilhado na emissora fazendo uma gravação, depois fiquei ilhado no carro indo para a Paulista.
No caminho percebi que poderia ter problemas quando chegasse em casa. Moro em um bairro que tem muitas árvores antigas e nem sempre bem conservadas, a mistura chuva e vento é ideal para que elas desabem. Isso aconteceu em muitos pontos da cidade.
No percurso que faço do metro até onde moro muitos trechos estavam em escuridão total. Me assustei com uma menina que me parou e pediu que eu a acompanhasse até a casa dela, já que ela estava sem celular e não tinha como avisar alguém para socorre-la. Não me custava nada, não alterava muito meu caminho, então fiz essa gentileza.
O desespero bateu quando cheguei no meu prédio e vi tudo na escuridão também. Justo no dia que fico menos conectado e ainda com centenas de coisas para fazer fico sem condições de prosseguir meu trabalho.
Ok, o negócio foi relaxar, já que luz de velas ainda não me conecta a internet, aproveitei a escuridão para dormir, algo que tenho feito bem pouco ultimamente. Mas o reflexo dessa escuridão acontece hoje, com pilhas de e-mails pra responder e trabalhos que ficaram atrasados para concluir. Que nesta quarta não chova...

terça-feira, 7 de junho de 2011

CHOPP NA PAULISTA

Na semana passada terminaram minhas aulas na pós-graduação, até escrevi sobre isso aqui. A galera toda ia depois da aula passar em algum bar ali próximo da faculdade para confraternizar e tal... Só que não rolou na terça passada porque tínhamos ainda uma apresentação de trabalho pra fazer.
Pois muito bem, hoje todo mundo marcou no horário da aula e vamos até um bar muito legal ali na Paulista, o Opção. Esse bar fica atrás de um dos principais cartões postais da cidade, o MASP. Frequentei bastante esse bar, sempre que um amigo vem de outra cidade ou país levo lá, o clima é bem gostoso.
Por falar em Avenida Paulista, o local foi tema do nosso grupo para o último trabalho da disciplina. Fizemos uma reportagem multimídia sobre as cores da Paulista. Tudo isso foi colocado em um blog e para conhecer é só clicar aqui.
Abaixo seguem os três vídeos que realizamos para este trabalho. O primeiro é a Paulista em Sépia que fala da história da avenida, o segundo vídeo trata das Cores da Paulista e mostra a avenida hoje, colorida, pulsante; e o último é a Paulista em Preto e Branco mostrando alguns problemas da avenida.



segunda-feira, 6 de junho de 2011

GOOGLE ART PROJECT

Olha que coisa legal. Eu não conhecia até pouco tempo, aliás estou para escrever sobre ele desde o primeiro dia que naveguei, mas consegui respirar só agora e então eis a dica. Trata-se do Google Art Project, um site desenvolvido pelo Google que literalmente te leva para dentro de grandes museus espalhados pelo mundo.
É uma imersão pelos corredores, espaços e obras de arte das mais famosas. Além de fazer o trajeto, poder parar na frente das obras, descobrir como é determinado museu, você ainda tem a opção de ver pinturas e esculturas em imagens em alta definição, com a possibilidade de aproximar essas imagens e ver detalhes incríveis da pinturas, por exemplo.
Fiquei empolgado pra caramba com esse site. É uma oportunidade muito legal de conhecer o interior desses locais que nem sempre podemos conhecer pessoalmente. Uma ótima chance para educadores, estudantes ou simplesmente para admiradores da arte.
Claro que nada substitui olhar determinada obra ao vivo, mas certamente esse site vai proporcionar para muita gente uma experiência bem interessante no contato com a arte.
Entre alguns museus explorados no site estão o MoMA, o Palácio de Versailles, o Tate Britain entre outros. Para fazer essa viagem pelos museus é só clicar aqui.
A moça da pintura que ilustra essa postagem é Maria Antonieta e esse quadro pode ser encontrado no palácio de Versailles ou então no Google Art Project...

sábado, 4 de junho de 2011

CULTURA COREANA - VIDEORREPORTAGEM

Desde pequeno moro no bairro do Bom Retiro, na região central de São Paulo. Um bairro que foi tomado pelo comércio, principalmente da área têxtil. Mas desde os primeiros moradores o local tem vocação para a convivência entre pessoas das mais diferentes nacionalidades.
Por aqui encontramos italianos, judeus, bolivianos, paraguaios, gregos, espanhóis e os sul coreanos, que hoje estão fortemente instalados por aqui e dominam o comércio de roupas da Rua José Paulino.
Desde pequeno tive amigos coreanos que estudaram comigo no colégio de Santa Inês. Essa troca de experiências, conhecer a cultura do próximo é muito legal. Nos dias 21 e 22 de maio aconteceu uma grande festa para comemorar a cultura coreana, o evento ficou conhecido como Dia da Cultura Coreana. Fiquei sabendo do evento por acaso e não poderia deixar de registrar essa importante manifestação cultural na cidade.
As danças típicas, as comidas exóticas para nós ocidentais, o idioma complexo, tudo chamou a atenção dos coreanos que vivem a tanto tempo aqui no Brasil e também das pessoas de outras nacionalidades que prestigiaram o evento.
Veja então na videorreportagem um pouco dessa cultura tão rica!!!

quinta-feira, 2 de junho de 2011

SEM FRONTEIRAS

Não é nenhum post sobre a TIM que usa a frase do título deste post como slogan, mas o sentido até pode ser o mesmo.
Nós sabemos e não cansamos de repetir que a internet é algo global, pessoas do mundo todo trocando conhecimento, informações e tal. Mas mesmo assim, na prática do dia a dia, acabamos fechados em um círculo muito próximo de contatos e trocas. São os amigos da pós, os conhecidos de trabalhos, familiares e um ou outro amigo virtual. São dessas pessoas normalmente que acabamos recebendo um feedback mais imediato do que fazemos.
Pois muito bem, eu sempre fico feliz com os comentários aqui no blog, mas já estou acostumado que esse tipo de interação aconteça efetivamente via e-mail. A caixa de e-mails lota de comentários, sugestões, críticas e aqui nem sempre aparecem essas manifestações. Ok, mas isso é assunto para outro post, voltando ao trilho.
Quando costumo escrever, tento pensar no global, de uma forma que a maioria das pessoas possa ter acesso ao texto e fazer suas análises, tirar suas conclusões ou simplesmente se distrair. Só que esse pensamento global ainda é muito regional. O universo amplificado na minha cabeça ainda me parece muito próximo, parece que os assuntos nem sempre tem força para cruzar o oceano, até ler o e-mail que recebi agora.
Achei que fosse um vírus porque o nome do remetente era indecifrável e o título da postagem também, tirando o fato de estar escrito Antena. Então arrisquei e abri. Imediatamente lembrei da Rosana Hermann dizendo como aprendeu a ler grego e fui usar a técnica (quer descobrir clica aqui).
Consegui descobrir algumas palavras, mas ainda assim o todo não tinha muito sentido. Quase apaguei o e-mail, foi então que lembrei do Google Tradutor. Texto copiado e pronto, lá estava um belo de um elogio para o conteúdo do blog, descobri que era uma jovem jornalista russa, pesquisadora de linguagens, blogs e material multimídia.
Nessas horas cai a ficha do que nós fazemos não tem fronteiras mesmo, apesar de sabermos disso, quando acontecem exemplos práticos a coisa fica muito mais real. Não é a primeira vez que isso acontece, mas toda vez acho muito legal!!!

quarta-feira, 1 de junho de 2011

DEBATE NA RÁDIO TUPI AM - VIDEORREPORTAGEM

Na manhã desta quarta-feira fui participar do debate no programa Tupi Serviços, da Rádio Tupi AM. O programa é apresentado pelo meu amigo o jornalista José Nello Marques, que foi meu primeiro diretor em televisão quando comecei minha carreira em 2000.
Os principais assuntos do dia são a pauta do debate. No caso hoje tivemos aqui em São Paulo a ameaça de greve do metrô e a greve da CPTM e ônibus na região do ABC. Mas outros assuntos foram abordados também como política, comportamento, economia entre tantas coisas.
Participaram comigo no programa a advogada e ex-Deputada Federal Zulaiê Cobra Ribeiro e o advogado e professor universitário Maurício Borges Pereira. Foi muito legal o papo lá no programa, foi ótimo rever o professor Mauricio que conheço desde os tempos de Uniban, a Zulaiê que já tive oportunidade de entrevistar algumas vezes e o Zé Nello. Um abraço também para a Suzana Abreu, produtora do programa e que me fez o convite.
Abaixo você vê uma breve videorreportagem com os bastidores desse debate e se quiser ouvir o debate na íntegra dá para fazer o download do áudio clicando aqui, é o programa do dia 1 de junho.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO