quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

DANDO UM CHUTE NO AZAR

Não gosto muito da palavra azar. Até porque eu sempre me achei um cara de sorte, mesmo naqueles momentos onde tudo parece dar errado.
São nessas horas de adversidades que conseguimos descobrir coisas interessantes, nos testamos em algumas situações e conseguimos perceber coisas que nem sempre são possíveis com os olhos embaçados pelos louros da sorte. 
Nos últimos meses vivi situações ambíguas. Algumas reflexo de muita sorte e outras a maior expressão do pé frio. O engraçado é que em muitos casos elas estavam relacionadas ao mesmo assunto. Para minha alegria os fatores de sorte eram tão bons que acabaram sufocando as investidas do azar, e não foram poucas.
Sabe aquela coisa de você acordar e dizer "hoje deu tudo errado". Você ter que resolver coisas simples e o universo conspira para acabar a luz, ficar sem internet, tempestade, a burocracia atrasar mais do que o normal, as pessoas, os equipamentos... 
Hoje estou dando um chute nessas coisas inesperadas. Chega de maré de azar pra tentar ofuscar as coisas boas que estão acontecendo. Pode parecer uma bobagem, mas até um presente, que poderia ser feito de forma tranquila me custou dias e mais dias.
Será com esse presente, que por causa de tantas confusões não chegou no Natal, que vou mostrar pro azar que aqui a vida dele não vai ser fácil.

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO