segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

O PÉSSIMO ATENDIMENTO

Estive no Rio de Janeiro neste final de semana para fazer uma gravação. Como cheguei mais cedo na cidade maravilhosa resolvi andar pela região do hotel onde fiquei hospedado.
Fiquei na Lapa, região que conheço pouco ali no Rio. Andei algumas quadras, entrei em uns mercados,  lojas e me lembrei que precisava comer porque depois a rotina de gravações seria pesada. 
Passei por alguns bares (coisa típica na Lapa) porém o horário não era convidativo para o cardápio e para o que eu ia realizar depois. Eis que surge um Bobs. 
De cara vem uma informação importante: nunca gostei de Bobs, falo do lanche e não da rede de fast food. Olhando então as opções resolvi me arriscar no hamburguer. 
Entrei na loja e percebi que a coisa estava em câmera lenta. Um cliente aguardava o lanche com cara de poucos amigos. Assim que chegou o alvo da espera dele logo reclamou sobre a demora. Fiz meu pedido e também fui aguardar.
Até que não demorou tanto, a menina colocou o refrigerante e as batatas na bandeja. Porém, na hora de trazer o lanche, ela segurou com tanta força a caixinha que maionese, hamburguer, pão, salada foram saindo por todos os cantos da caixa. Ela colocou na bandeja e me olhou com aquela cara de "pronto, seu lanche está aqui, vaza...".
Abri a caixa do lanche na frente dela e o que eu vi foi um esmagado sem definição. Reclamei e ela não gostou e ainda disse: "o senhor pode ajeitar na hora de comer que fica do mesmo jeito". Juro que a vontade que me deu foi de ajeitar o lanche todo na cara dela... Resultado, com muito custo a outra atendente pegou o lanche do outro cliente e me deu.
E assim vamos juntando essas histórias surreais de atendimento e respeito ao cliente...

Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO