quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

SE O GOOGLE FOSSE UMA PESSOA?

Hoje dei muita risada vendo um vídeo divulgado no facebook. O vídeo traz a personificação do Google. Sim, imagine se o Google fosse um tiozinho sabido, rodeado de arquivos e papeis e que fosse como ponto de pesquisa para nossas grandes dúvidas.

O vídeo é muito bom, vale a pena ver aqui no final do post. Depois que assisti fiquei aqui me questionando sobre o quanto nós temos dúvidas e o quanto coisas absurdas são pesquisadas. Sempre quando penso nisso lembro de um trabalho que tive que fazer para a escola, não me lembro bem a série, mas eu era bem novo.

Um trabalho sobre o folclore brasileiro. Fui até a papelaria, comprei duas folhas de papel almaço (primeira vez na minha vida que escrevo almaço, que palavra estranha). Depois, em casa, vi algumas coisas na enciclopédia Larousse que tínhamos aqui (não, não tínhamos a Barça).  Porém o trabalho precisava ter uma certa quantidade de páginas e o conteúdo que tinha aqui não era suficiente.

No dia seguinte fui até uma biblioteca que existia aqui perto de casa (infelizmente não existe mais). Chamei a bibliotecária, informei o que eu precisava e ela aparece com uma pilha de livros. Era uma tarde ensolarada e a biblioteca funcionava num casarão antigo da época dos barões do café.

Fui até uma mesa onde batia sol, abri os livros e comecei a copiar o conteúdo. O silêncio era presente, nem os carros na rua conseguiam quebrar a cúpula que se formava ao redor do ambiente. Pouco depois chegou uma moça, devia ter uns 16 anos, pegou uns livros e sentou numa mesa próxima a minha. Ela mais olhava para o teto do que lia o conteúdo. Passei a tarde toda ali pesquisando e copiando. Era chato, mas era legal também. Lembro do cheiro, dos ruídos, da roupa da menina, da cara da bibliotecária, da pintura do prédio e de tudo que copiei.

Era mais trabalhoso? Era mais analógico? Era menos produtivo? Pode ser. Mas com certeza a experiência foi muito mais rica, como tantas outras que tive. Muito mais empolgantes do que o trabalho que tive para pesquisar como se escreve almaço e tantas milhares de coisas que eu já tenha pesquisado pelo Google.

Não é nostalgia, não é uma ode contra a tecnologia, muito pelo contrário. Não vivo sem o Google e a ferramenta é mais do que incrível. Quase não percebemos o quanto nós despejamos coisas nele e ele sempre vem com uma resposta pra gente.

O vídeo abaixo é muito bom...


Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO