quarta-feira, 27 de agosto de 2014

A CEGUEIRA ELEITORAL E A IMBECILIDADE HUMANA

(Suspiro alto). Vamos lá. Ontem a Band promoveu o primeiro debate eleitoral com os candidatos ao cargo máximo da política nacional. Lá estavam todos os concorrentes munidos das estatísticas, criticas, elogios e esperançosos em angariar votos. 

Debate em curso e então vem aquela coisa que nunca entendi: quem ganhou o debate? Todos ganharam, porque se você olhar para as pessoas os que são seguidores do A dizem que foi o A, do B dizem que foi o B e assim com todos os seus correligionários e eleitores fieis. 

Eu até entendo a torcida por esse ou por aquele, mas há um certo momento onde ser eleitor não deveria anular o fato de ser um crítico daquele para quem destinamos nosso voto. Aliás, pelo contrário, aquele em quem votamos deve ser o mais criticado e observado por nós (mas sabemos que não acontece). Não é raro quem não lembre em qual vereador, deputado e até presidente votou nas últimas eleições. 

Esse devotismo burro em A, B ou C faz com que a política vire uma arena esportiva e independente daquele que você apóie faça o importante é derrotar o outro. Isso implica em ignorância pura quando se coloca em debate projetos concretos para que o país caminhe em direção ao desenvolvimento. 

Todos tem seus pontos positivos e negativos, todos tem algo que desabone e algo que possa ser aplaudido. No momento em que partidos políticos viram religião e só onde você está é bom e certo o único caminho que vamos seguir é um país que vive dando dois passos pra frente, um para trás. 

Não precisa ir longe pra ver o quanto é difícil discutir política, dê uma olhadinha no facebook ou twitter. No momento que você propõe o debate, os fieis seguidores se armam com todas as forças para defender cegamente aquele que simpatiza, ao invés de abrir a cabeça e assimilar coisas boas e ruins de todos os lados e assim poder ampliar as ideias e propor novas sugestões para o andamento das coisas.
O pior é que não consigo ver luz no fim do túnel quanto a isso...

2 Comentários:

cid vasconcelos disse...

Acho que se pode apontar seu favorito através de argumentos e apontar o que se percebe de negativo no projeto políticos dos outros. Existem projetos políticos e não apenas as figuras de Dilma, Aécio ou Marina. De dois deles sei mais ou menos o que esperar. De um dos candidatos não. Para mim, os debates não significam grande coisa, a não ser quem é mais ou menos midiático. e isso, francamente não me importa. tenho lido o suficiente e acompanhado para saber qual partido possui o melhor projeto político para o Brasil. Infelizmente, não é isso o que ocorre com a maior parte dos eleitores...

Anônimo disse...

é muito complicado essa situação, pois hoje em dia as pessoas querem respostas rápidas e instantâneas, pensam que o outro plano é assim também. ao contrário, o outro lado é mais lento do que se imagina, pois depende da consciência de quem esta aqui. sou canhoto, mas sou diferente, pois domino coisas destras com a mão esquerda... sei o valor do trabalho duro, e do trabalho rápido também.
não sei se o que estou dizendo vai fazer sentido para vocês. apenas confio nos meus instintos e sei que os próximos anos serão nas nossas mãos.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante e será liberado após moderação do autor deste blog.

O Mural está aqui

Prêmios

Contadores

free counters

Visitantes

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO